CIRANDA LÁGRIMA (2015)


1 - Marilda Conceição
2 - Maria Lucia Victor
3 - Eliana (Shir) Ellinger
4 - Tarcisio R. Costa
5 - Augusta BS
6 - Ciducha
7 - Nidia Vargas Potsch
8 - Zz Couto
9 - Clara da Costa
10 - Maria Tomasia
11 - Vanderli Granatto
12 - Ariovaldo Cavarzan
13 - Adelia Mateus
14 - Cecília Carvalho (Cel)
15 - Rita Roch
16 - Suely Dam
17 - Anna Peralva
18 - Sérgio Guedes
19 - Schyrlei Pinheiro
20 - Hilda Rosa
21 - Sueli do Espírito Santo



Lágrimas


Hoje, lágrimas rolam em minha face.
Lágrimas vindas do fundo do meu coração.
Choro, não sei se tristeza ou de saudade
ou se são lágrimas de solidão.
RJ, 11/02/06



Não Chores


Não chores assim.
Não vale a pena.
Passa pela vida serena.
Busca a  nova companhia
que te acena.
Caminha entre flores e cetins,
pois a vida é breve
e certo o fim.
Enxuga as lágrimas.
espanta a solidão,
sempre há de te acolher
um outro coração.






Saudades? Sim, até sabia...
Tristeza? Sim, me perseguia...
Solidão? Ah! Essa então...!!!!
Você, Maria Lúcia... quanta astúcia!
Seguirei seu conselho.
Quem sabe, um dia, olhando-me no espelho,
não será mais saudade com reflexo do meu pranto
e sim, em meu rosto brilhando
a felicidade que busco tanto?
Beijos


Lágrimas



Lágrimas, suaves pérolas
Que revelam dor... Saudade... Alegria...
Elas fluem e rolam silenciosa na face,
Ainda com o calor do coração...
Há, realmente, lágrimas tristes,
São lágrimas por um amor perdido
Ou por uma sofrida solidão.




Estou emocionada com
as lágrimas caídas,
Mas não ,não fiquem tão
tristinhas.
Não é fácil , eu sei !
Sei sim.
Ah seu eu pudesse secar essas lágrimas
 e colocar no lugar delas
só perfume de pétalas floridas.






Derramo-as com prazer,
as minhas lágrimas de amor
por você,somente por você!
Que sejam de saudades
que sejam de ansiedade
que sejam, se quiserem,
até dessa vontade,
que eu tenho de te ver!



Lágrimas Partilhadas


São lágrimas que aquecem a alma.
Compartilham mágoas, sofrimentos
 E muitas vezes, intensas alegrias de viver.
Sustentam e dão voz às emoções,
Ratificando o ritual do sentir do Espirito
Parceria que nos preserva a lucidez
E termina por consolar a todos nós!
@Mensageir@


Lágrimas!


Ah! Lágrimas, lágrimas
de cabelos grisalhos,
por que choro minha senhora?
Há lágrimas bailando na face,
há uma saudade corporal
que queima e não vai embora,
são finas lágrimas que escorrem
de carinho, amor e afeição
e fere o coração...
Por que minha senhora?



Lágrimas



A lágrima cai,
cai faceira, sem dor...
no tempo que passa distraido
como o voar de um beija-flor.


Lágrimas


Rolam pela minha face
lágrimas de pura emoção.
São pérolas de brilho ímpar,
brotadas no fundo do coração.
Ora são vertidas por tristeza,
quando sofro uma decepção;
muitas vezes são de pura alegria
por viver a vida com leveza.



Lágrimas


Lágrimas de amor, de alegria
quanta satisfação!
De dor de tristeza
quão significativas são!
As lágrimas também exprimem
Despontamento
Orgulho...
Solidão!



Lágrimas




Furtiva, acanhada,

Doída,encantada,
Silenciosa, sozinha,
Lágrima minha...


Lágrimas..


Às vezes as lágrimas surgem
 de saudade do amor perdido
que deixou um vazio imenso.
Lágrimas de tristeza,
quando não encontro o meu amor...
Lágrimas de solidão,
não posso negar a falta que me faz.
Lágrimas de amor...
Confesso não saber viver
sem seus carinhos, seus beijos...
Agora só restam lágrimas.
Sonhei com a vida,
e agora debruço no meu abandono,
com você aqui dentro do peito,
sem seu amor eu fiquei...


Lágrimas


Sinto que meu coração naufraga
nas lágrimas que teimam nele rolar,
na minha face elas não aparecem mais
retrairam-se, se guardaram em meu peito,
tão grande é a mágoa que trago em mim ...
Quem sabe se em minha face elas rolassem,
quem sabe o meu coração afagasse,
quem sabe minha dor fosse menor
quem sabe, quem sabe 


Lágrimas


Lágrimas são pérolas d'alma
rolando em nosso rosto...
a nossa dor ensalma
quando o pranto é exposto...
A gente fica mais calma
com mais leveza no peito.
Pode até salgar minha alma
que choro de qualquer jeito...
Santo Antônio de Pádua, 06/08/2015


Lágrimas


As lágrimas que mais doem quando escorrem,
e descem marcando nossa face,
são aquelas banhadas de saudades
em que o lenço acena pelos ares,
a dor da ausência do ser amado,
quando ele se avi, sem ter ficado...


Lágrimas


Gotas grávidas
concebendo audades,
vertentes ácidas
em silentes madrugadas.




Lágrimas


Olhos úmidos
companheiros da solidão,
lágrimas em cascata
ressentimento de uma decepção.
As lembranças afloram a memória...
O cheiro do campo
e a nuvem passageira,
contam a história.
A alma desce,
beija o coração dizendo,
pobre companheiro,
quem ama derrama
lágrimas de amor,
ao perdê-lo, lágrimas de dor...
A vida é veloz,
nos consome dia-a-dia
e leva nosso pensamento
para longe,
cruzando os labirintos
dos diversos nós.
Aterriza o seu avião,
tem outro passageiro
querendo entrar,
quer voar sobre o mar,
quer contigo conversar
e para ti cantar
uma melodia de amor
sobre as nuvens a voar.
Não é sonho
é a realidade,
do passado
só ficou
saud
ade.

Lágrimas não choradas


Quando as derramamos no mar das ilusões,
brota um arrastão de sentimentos
nas mãos do melhor pescador.
Meio ao pescado,
veremos preso à rede
detritos, com a saudade
e lágrimas não choradas,
que viraram cascalhos,
perdidas entre os grãos de areia
e, por uma razão desconhecida,
negaram-se a ficar no fundo do mar,
esquecidas.
Neste caso, fazer o que?
Devolve-las ao mar, sem piedade,
impedindo que elas naveguem
sobre ondas sonoras,
ou pinta-las de esperança
para deixá-las livres, como folhas
que voam antes de secar a dor
sentida no tempo,
onde podemos plantar nossos sentimentos,
esperando novamente sonhar,
só voltando a chorar de felicidade.


Lágrimas


Pequenas bailarinas
dançando no mar dos olhos,
escorrem fazendo caminhos pela face.
Donas da emoção
sejam de tristezas, alegrias, ódio...
são sempre bailarinas
em uma dança de tantos sons.


Lágrimas Que Acalma


Quando a lágrima na face desce
vagarosamente a se deslizar
para fazer sorrir ou chorar
sentimento no coração cresce
até envolver-se com a alma
 toda envolvida ela se acalma. 




Ciranda iniciada pela poetisa Marilda Conceição e
organizada pela poetisa Eliana Ellinger

Arte Augusta BS



Nenhum comentário: