16 de abr de 2013

NOSSOS POETAS DE A a J



ONTEM

Anna Peralva



Ontem, vivi acordada os sonhos teus...
Teu corpo ardente era meu porto abrigo
e nele eu escrevia a mais bela poesia!
Não conhecia versos de tristezas ou adeus
E dos teus olhos brotavam as cores do dia!

Ontem adubei com carinho tuas alvoradas
e com ternura bordei em tua pele segredos
que a ti ofertei, no silêncio das madrugadas...
Ontem, a força dum abraço calava meus medos!

Ontem construí um castelo de vidro, sem saber
que a brisa mansa poderia virar tempestade!
Nem tentei desvendar o que a alma queria dizer,
pois ontem, pensei ter um tempo em eternidade!

Ontem me soprou um vento em amargura
e a fragilidade do meu eterno estilhaçou!
Ontem vivi por ti, e agora, quem sou?

2013




Despertar Feliz

Adelia Mateus


Desperto com um lindo amanhecer...
Raios do sol despertando no horizonte
anunciam mais um dia para ser feliz,
aquecendo o coração para amar e sonhar...

Caminho feliz pelo jardim florido, 
sinto o perfume inebriante das flores
deixo me envolver por esta magia
que a natureza me oferece...

Fecho os olhos para sentir a brisa
que passa suavemente pelo corpo
permitindo abraçar o futuro.

Na beleza deste despertar, renasce
no coração a felicidade almejada
em sonhos e fantasias de amor...




Ser Poeta é...

Ary Franco



Sonhar quando acordado 
Amar mesmo sem ser amado 
Em meio à mata achar caminhos 
Só de flores, olvidando os espinhos. 
  
Falar pelo próprio coração 
Achar luz na escuridão 
Ter como companheira a inspiração 
Mormente quando em solidão. 
  
Arrancar do luar sonetos apaixonados 
Formando mil casais enamorados 
Ver estrelas em noites chuvosas 
Fazer versos e prosas sobre rosas. 
  
Despertar em todos um sonho maior 
Em poemas com um romance melhor 
Ver na lágrima um sinal de alegria 
E dela poetar uma linda fantasia. 
  
Saber entender e falar do verdadeiro amor 
Pois brota ele na sua veia poética
com renovado ardor.




Sonhos e ilusões

Ariovaldo Cavarzan


Era como um cometa,
lindo e intemporal,
enchendo o céu de esperança,
acima do bem e do mal.

Era como um cair de noite,
com a lua vindo brincar
nas ondas verdes do mar.

Era como brisa fresca,
feito um sopro a provocar arrepios,
a percorrer todo o corpo,
em suavidade e constância,
trazendo de volta a lembrança
de quase si mesmos.

Eram tão só ilusões
de sonhos e de amores,
entorpecendo a razão
e devagarinho,
arrastando para dentro dos corações
apenas dores.

Era o aprendizado,
necessário e inescapável,
tatuando marcas
de bem-quereres
sem ressonância,
feito sobras de idealizados 
acalantos.
  
Era a noite imemorial
das almas que vagueiam
na imensidão do tempo,
a sós e inconsoláveis,
ansiando lenir feridas,
eliminar cicatrizes
e maquiar saudades.

Era o encontro marcado 
com a tristeza,
a inaceitável desilusão,
o jejum de afeto,
a indigência de devoção,
a solidão.

Era o dia que se faz noite,
a luz que aos poucos se apaga,
a ventania que arranca flores,
deixando jardins sem cores.

Era o vendaval,
não mais a fresca brisa
que provoca arrepios,
em suave constância.
  
Era o temporal,
que o pesadelo eterniza.

Era o ciclone,
indesejável e avassalador,
varrendo para bem longe
sonhos e ilusões,
esvasiando corações de amor 
para neles fazer restar,
tão somente, 
a dor.

24/08/2008




Sensibilidade

Augusta BS


Muito comum na hora do café ,eu comparar meu braço com o braço da minha filha.
Que diferença enorme! Bah !
Uma pele macia ...uma seda ! Uma pele rosada sem manchinhas, esticadinha, sem marquinhas .
Uma vez a minha também foi assim.
Minha pele já  não é  mais a mesma,
está enrugadinha, cheia de manchinhas.
Pior mesmo é ela  estar tão sensível !  É que dói mais.
A mínima batidinha que ela leva, já fica marcada sentida e dolorida.
Assim fica, também, meu coração !
Um agradecimento que não foi dado, uma  resposta indelicada, uma palavra mal interpretada, 
um pedido meu ou um retorno ignorado...fere e deixa marcas indeléveis em meu coração ! 





MINHA  ALMA  QUER  VOAR

Beki Bassan 



Hoje minha alma quer voar…
Esta semana inteira fiquei só nas lembranças…
Voe minha alma…
Encontre o caminho certo,
e traga de volta meus amigos,
que hoje não encontro mais.
Preciso saber por onde eles andam,
porque a saudade é imensa.
Conte a eles meu segredo e meu carinho,
diga francamente sei que irão gostar.
Quem sabe retornarão ao meu convívio.
Só você minha doce alma,
sabe o que sinto neste momento,
então não tenha medo,
siga qualquer caminho,
sei que as estrelas irão te guiar,
e retorne com uma notícia boa.
Ficarei aqui na espera de sua resposta.




Negra sinfonia

Cecilia Carvalho



Ouço a música que me traz saudade
me faz lembrar de voce,
notas que me saem do peito inerte
e adormece novamente em mim ...
A noite me vestiu de negro,
escureceu minha vida levou voce de mim
e quando amanheço, lembrança bate no peito
me faz lembrar de momentos
tão rudes e ruins para mim ...
Negra sinfonia
saudade que dói no peito,
noite sem luar, destino me trouxe o medo
hoje vivo a chorar ...




A FLOR 

Cibele Carvalho



Quando eles se encontraram, 
sequer um beijo trocaram,
pois ela, ressabiada,
temia ser mal interpretada.
O local não ajudava,
um hotel de beira de estrada,
onde a magia não passava
e, se passava, não entrava.
Somente quem estava cansado,
naquele lugar, pernoitava.
Mas, dentro do seu coração,
a semente era lançada
e uma flor pequenina
foi, na hora, semeada.
O tempo passou depressa,
- o tempo nunca esperou - 
mas, depois daquele dia,
sua vida então vazia,
teve doce companhia,
logo se modificou.
Aquela flor graciosa,
mais perfeita que a rosa,
e que esbanja esplendor,
cresceu, se desenvolveu,
e transformou-se em AMOR.
  
RJ,08/01/11




Para Onde  Os  Sonhos me Levam 

Cida Valadares


Quando o cansaço chegar, num dia verde,
E o vento, à minha porta, meus cabelos açoitar. 
Meu olhar não descansar ao vislumbrar 
nossos canteiros,  e as flores, 
por mais que tente, eu não as vir desabrochar.

Quando eu fitar o céu, contando estrelas,
E não vê-las, tantas imagens desenhar.
E a lua outrora nova, mais que cheia
Não mais que de repente se minguar...

Quando da estrada, não me importar o infinito,
A poeira embaçar-me a visão
Quando eu sentir um amargor, qual mito,
A comprimir meu malogrado coração...

Hei de partir... e galgar todos os cancros
Hei de voar, olhos cerrados para a estrada atrás
Vislumbrar o pó de estrelas, o choro das nuvens e
a rebelde tempestade...
Nervos sem aço...
Invólucros de um cansaço tardio, deste dia frio,
Que está por vir...
Hei de partir...
Rumo ao caminho dos sonhos  e
para onde os sonhos me levam!




Amor...não me deixe!

Ciducha



Querido, preciso desabafar...
colocar aqui nesse papel
a minha preocupação,
minha saudade,
minha tristeza
e minha dor!
Um pedaço de mim morreu
ao vê-lo naquele leito frio
tão indefeso!

Ah...isso me angustia 
me tira o prumo
viro um risco!

Reaja, pense em  nós!
Estou no meu limite...
gostaria de fugir
esconder-me do mundo
mas para onde ir?...

A tristeza toma, arrogante, o seu lugar
rouba a minha alegria,
que você tanto aprecia...
lembra? 

Por favor, eu lhe peço:
- Fique bom e volte logo para os braços meus!
Sofro por tanto te amar
e te querer, nesta ausência tão cruel!

Não importa o mundo... toda a gente
somos um do outro e ponto!
Ah... meu amor, não demores
amenize meu sofrer...
pois sei que distante, 
não conseguirei sobreviver!

Quando aqui chegares
vai ser como a primeira
ou a última vez...
e se sequer pensares 
em me deixar sozinha outra vez
eu te suplicarei:
- Amor...não me deixe...

Fica comigo!




Fim de caso.

Delasnieve Daspet



Acabou.
Não me perguntes o porquê.
Não! Não te atormentes!
Acabou apenas,
Nada mais!
.
Quando quiseres lembrar-me
Bloqueie.
Finja que morri.
Faça de minha lembrança
A nuvem branca que 
Ao longe se vê!
.
Melhor!
Me olhe como a fumaça
Que ao longe passa
E se dessipa no ar!
.
A comédia é finda.
Acabou sem aplausos,
Sem platéia,
Sem final,
Melancolicamente o pano caiu!
.
E...ficou o nada!
O vazio do tempo,
Que enregela a alma,
Que caminha célere...
Para onde?
.
Ficou a  tristeza.
O Inverno.
E já não tenho a chama interna
Que me faz  forte,
Claudico entro o concreto e o abstrato
Sem razão!
.
Ficamos com as sobras...
O beijo amargo,
O desamparo,
A mão pendendo no vazio,
O corpo gelado,
Nem côncavo. Nem convexo...
A gota de lágrima
Que se perdeu
Nas entranhas da terra.
.
Final de caso.
Nos perdemos como 
Uma coisa sem valor
DD_Delasnieve Daspet-11,00hs 28.08.2001 - Campo Grande-MS





PRECIOSO SILÊNCIO...

Dioni Fernandes Virtuoso


Cala!
Ouve o silêncio...
Ele fala tanto,
a todo momento!
Vê quantas verdades ele revela
aos teus olhos espirituais,
de tudo que o ser humano é capaz...
Ouve o silêncio,
ele tem muito a dizer-nos...
Aprende a ouvi-lo!
Ele dá as respostas que não se acha
nas bocas que mentem!
Não fales nada!
Apenas ouve o silêncio
e nenhuma interrogação ficará sem resposta.
Tudo se revela como num passe de mágica,
como se Deus  mostrasse um filme
na grande tela do céu...
Cala!
Ouve o silêncio.
Ele fala tanto...

Janeiro/2013




Percepção

Elaine Ermel


Apossou-se da tua percepção,
a sensação do sagrado reflorescer do amor, 
quando, como uma suave e suscitante canção,
minha presença se fez perceptível,
arraigada no intímo do teu coração.

Intenso, não surpreendeu o seu ardor.
E nem a ti, o desejo dos  meus lábios, num ato de adoração,
no teu corpo esculpir  os primeiros toques da paixão!




DO AMOR QUERO...

Eliana Shir Ellinger



... que seja verdadeiro,
quero paz, tranquilidade,
que dure a eternidade
sem tornar-se passageiro...

... quero sempre iluminado
de alegria e paixão,
que me aqueça o coração
sem deixa-lo abandonado...

...quero a estrada florida
de suave e puro frescor
e que me de seu calor
sem magoar minha vida...

...quero enfim a felicidade,
companheirismo e ternura,
do romance a candura
e profunda intensidade!

Hazorea.il 16/10/2009




Grito !

Ferdinando©



Nas ruas tristes da noite, há gemidos
sobre as águas poluídas da indiferença
que rasgaram a calma ridente dos dias,
traçando rios sem palavras nem gestos,
sobre o amanhã que dizia mensagens.

Gritos de corpos caídos, desejos ficados
verdes no tempo, pois tudo se acabou,
numa tumba lisa, com coração crente,
onde o tempo desenhou jardins de auroras...
Hoje sem uma flor, nem uma lápide !

Corpos inocentes, que falavam do amanhã,
arremessados para a sombra do esquecimento
ao espanto da noite, no tremer dos ciprestes.
A vida olha agora, cansada de incertezas
sobre o rasgado cenário, de ter errado tanto !

Germany 18-02-11




Meu intento

George Alves



Minhas poesias componho
com o coração
para qualquer coração
nao interessa se pobre
ou remediado ou rico
escrevo para quem quer aconchego
a algum sentimento naquele momento
sempre tento olhar e declamar
com otimismo, com alento
seja qual for o tema
mesmo para os tristes
dou força para a esperança
um alimento para alma faminta
um lenço para uma lagrima
um ombro para um consolo
uma mão para a recuperação
é o que tento
de coração para coração
sempre com amor no peito

Joe’A




MAGIA GOSTOSA

Gilda Pinheiro de Campos



Esse  jeitinho gostoso que você tem,
essa maneira de me abraçar, beijar e desejar
é meu amor, tudo de bom...

 Chega mais,
 Que estou  com saudade, querendo te amar...
Vem amor não demore tanto...

Deixa o dia amanhecer, 
o sol nos beijar ainda abraçados,
Sabemos que não adianta ficarmos separados...

A força da paixão nos leva a voltar
ao mesmo lugar, ao mesmo despertar 
Amor vem  comigo ficar... 

Esquece as diferenças, 
as brigas, as tristezas...

Deixa eu sentir seu toque macio
essa pele morena
a magia gostosa que é ser sua...




LOUCO

JRonaldo-JR


Sou um doido parcial
quem sabe até total
mas sou um doido feliz
sou o que sempre quis.

Sei sempre o que faço
por isso eu não me embaraço
faço tudo com alegria
se duvidar....até magia!

Sempre ofereço uma flor
e no coração tenho muito amor,
não tenho medo da morte
até sei usar o chicote!

Aprendi a usar minha mente
quero um mundo decente
preciso isto passar
para mais conhecimento entrar.

Nesse mundo de expiação
temos que levar a todo irmão
não estamos nunca só
somos feitos do mesmo pó.

Vejo as pessoas injuriadas
são aquelas menos amadas,
precisamos a elas entender
e a todas compreender.

Estamos no mesmo trem
nesse eterno vai e vem,
fomos feitos com muito amor
Pelo nosso "criador"




CANÇÃO TRISTE

Jorge Humberto 


Ai, que triste é viver assim
sem saber de ti
sem nem saber de mim
quando eu só quero é ser feliz.

Mas o teu coração não me diz
qual a sua emoção
qual a sua ilusão
deste viver sem razão.

É de pedir a mim e a ti
aos céus
e a Deus
ai, que sina este viver assim.

O amor não vingou
e o coração parou.

Ai, que triste viver assim
quando eu só quis
era ser feliz. 

É de pedir a mim e a ti
aos céus
e a Deus
ai, que triste ver-te assim.
O amor não vingou
e o coração parou.

Ai, que sina me diz
e eu que só queria ser feliz.

31/03/11




Brilho Encantador

Junior Pereira Almeida



Eis o brilho que paira sobre meu corpo,
Nele transporto todas as minhas energias para ti.
Procuro enaltecer nossos momentos de alegrias.

Sombras tentam alojar-se perto de nós...
Mas há força para nos proteger de maus sentimentos.

Dentro de nós estaremos sempre unidos,
Corpo, alma e coração ligados entre si.
Este brilho encantador que nos fortalece,
Há de existir por toda nossa vida.

Vitória - ES
12/04/2013


Trabalho Arte Ternura