27 de mar de 2014

O Dono do Circo - Nídia Vargas Potsch


O Dono do Circo
Nídia Vargas Potsch
(indriso)



Fazer rir é uma das suas especialidade
Ao Adentrar o picadeiro, ouvimos só aplausos.
 Gargalhadas que balançam a lona como vento...

A criançada feliz vibra de contentamento
E num doce reviver da pueril fantasia,
Pais e avós relembram a infância...


Circo, com certeza seu dono é o Palhaço!
Luzes e Cores, Aplausos e Alegria, saudades no ar...


@Mensageir@

Rio, MAR/2014


Carinhosamente, Nídia.




Arte  Marilda Ternura

26 de mar de 2014

NOSSOS POETAS DE H a N



AMANDO À DISTÂNCIA

Hamilton de Brito



Como pode ser assim...
Ainda que beleza,
não tivesse.
Sensibilidade em você
não fosse marcante,
o seu sorriso seria
o bastante
para
aos seus pés
um homem cair.
No entanto,
o seu mal está na alma.
E é certo:
ela é insubstancial.
Para a dor que ela carrega
não inventaram lenitivos.
Para o seu mal
não há remédio.
É o vazio
É a falta de horizonte
....tédio!
E eu, de longe,
a tudo assisto.
Deus! sem nada poder fazer.
O meu maior sonho
morre comigo.
E sabe o porquê?
Porque os nossos tempos
não vieram no mesmo tempo.
Os nossos cabelos
são quase iguais:
Os seus, loiros.
Os meus, brancos.
E não posso enxugar
os seus prantos.
Muito menos,
fazer você sorrir.
No seu leito, 
velar pelo seu sono.
Estamos mais para prólogo
e epílogo.
Mas tenho de sobra
o que falta a você...
é como já disse:
Um tempo se colocou 
entre nós.
Mas o amor  chegará
para você.
Chega para todo mundo!
Está por aí,
procurando o seu endereço.
Serei muito feliz, 
terei o maior apreço,
em saber,
que enfim,
você é feliz.




Outono de ser...

HildaRosa



No entardecer
minhas memórias caem
como folhas amarelecidas,
que voam com o vento.
  
Um caminhar trôpego
que em caminhos floridos percorreram,
misturam-se ao bailados das folhas caidas.
  
Neste outono de ser
vejo as montanhas com a cor de ouro
pinceladas de lilás, amarelo,
das quaresmeiras que se esquecem do outono.
  
É sempre primavera mesmo agora
em tons de marron, amarelo,
Sigo passos pequenos,
em jardins de folhas quebradiças.




DILEMA

JRonaldo-JR


Vamos falar sobre Dilema ?
Vejo apenas um único problema
Falar de amor na poesia
Ou retratar da realidade, o dia á dia...

Falar sobre o panorama mundial
Tal qual jamais ví igual,
Ou continuar a clamar pela Paz
Isso é o que mais me satisfaz.

Pensamentos nefastos nos ares
Não menos na maioria dos lares
Irmão ceifando irmão
E não aprendemos a lição

É a renovação milenar
Escrita em todo lugar
De seis em seis mil anos vem e passa
É a renovação da raça.

Fala-se em dilema
Mas não mudam o esquema.
Digo de ante-mão
Cristo é a Salvação

Vamos seguir Jesus Cristo
ELE o único mito
Antes enviou muitos emissários
Reluzentes como um relicário.

Depois veio em corpo presente
E ensinou tudo novamente.
Nós trouxe também o grande conflito
Mas não deixou nada escrito.

Vamos fechar essa tarefa veemente
Conclamando toda a nação novamente
Precisamos um mundo melhor criar
Para quem nele vier habitar.



UNIDOS TEREMOS UM MUNDO MELHOR

Jorge Humberto



Sou todo o mundo e toda a gente,
que comigo faz tenção de caminhar,
pra uma sociedade mais abrangente,
onde a amizade é confraternizar. 

Da nova geração devemos bem cuidar,
filhos da esperança, feita realidade;
eis que nada lhes falte, e saibam amar
o próximo, sem distinção nem idade.

Aos petizes, o melhor aprendizado,
que os faça olhar, para os nossos anciões,
com todo esse respeito acumulado,
que a escola lhes deu, em suas lições.

Dos amigos e vizinhos, só o sorriso na face,
e a palavra solícita, a cada o instante.
E que a todo e qualquer distinto impasse,
venha a compreensão, nunca distante,

a quem apregoa o bem-estar e o cuidado,
de seu semelhante, à face da Terra.
Pois que ninguém, neste quadro adornado,
faça de seu dia-a-dia, uma inócua guerra.

Então iremos no azul, dos azuis, a lembrar,
o quanto somos privilegiados, amiúde,
sem nunca mas nunca, nos transtornar,
que o mais importante, é termos saúde.

E gira que gira o mundo, em eterna beleza,
erguendo jardins, de bem querença;
porque em tudo, nos sobra a certeza,
de que se formos unidos, a todos a pertença.

06/11/11 




SAUDADES

Luiza Porto


Saudade não é passado
pode ser bem presente,
saudades de um amor recente
que acabou sem ter começado.

Saudades dos beijos não dados,
dos abraços que não fizeram laços,
de palavras não ditas,
trocas de caricias negadas.

Essa minha saudade,
é desse amor, que não vingou,
o que poderia ter sido
e não foi...




Olhares do Amor

LuliCoutinho



Levaste meu orgulho contigo,
Pérola de sal e sonho!

Foste a relva que fizeste meu corpo relaxar 
meu abrigo

Das rimas que me inspirei,
para ti formei as mais belas

Por amor voei alto 
planei montanhas de cristal
vislumbrei nuvens de açúcar... Delirei!

Tantos voos eu dei 
percorri caminhos, Éden
naveguei oceanos

Tanto amei!
Foste a razão, a ideologia 
o desejo da minha poesia
O medo a alegria!

O olhar do meu amor a ti direcionei
O vento falou por mim
Ah, quanto eu amei!


31.01.2014
Taiaçupeba




SONHOS REAIS

Marcial Salaverry



Sonhos que acalentamos,
e que por fim, realizamos,
dão a real motivação à nossa existência,
desde que tenhamos paciência
para fazer do sonho, a realidade
que nos dará a felicidade...
Aflorar do sonho sonhado,
para enfim, ser um sonho realizado...
De um sonho, não devemos desistir,
enquanto durar nosso existir...
Depois, olhando os caminhos percorridos,
os obstáculos vencidos,
para termos o sonho realizado,
vemos o quanto valeu termos sonhado,
e por ele tanto lutado...
Sonhos de uma vida...
É o que dá prazer de ter sido vivida...




INQUIETUDE ...

Maria Luiza Bonini



Habita, dentro em mim, uma incontrolável inquietude
A confundir o meu, já tão amadurecido, tempo
Como se eu ainda fora uma menina, adolescendo
Mergulhada em meus sonhos, regados a juventude


Esta inquietude que me permite vagar nos impossíveis
Com tamanha irreverência e sem pedir licença ao magos
Tal Medusa, a tatear a vida, por entre seus tentáculos
Adentra a propalados espaços, ditos intransponíveis


Das cicatrizes deixadas pelo tempo, desenho meus jardins
Tão floridos e belos, que chegam a exalar aroma de jasmins
E circundam, em festa, colorindo o caminhar de meu destino


Minhas angústias, todas elas, as entrego aos querubins
Que as levam, em segredo, para bem longe de mim
Devolvendo-me a quietude da paz de um templo divino

São Paulo/Brasil
16.01.2014




NOSSA ÚLTIMA DANÇA

Maria Tomasia



Vem, vem dançar comigo
a nossa  derradeira dança.
Abraça-me bem apertado,
vamos nossas pernas entrelaçar.
Olha-me bem no fundo dos olhos
antes da  música parar.
Tiremos os pés do chão,
fechemos os olhos e pairemos no ar.
Unamos os nossos corações
para que batam num ritmo só.
Beijemos como apaixonados,
entreguemo-nos às emoções.
Sente o meu calor
para que nunca me esqueças.
Lembra-te do meu infinito amor
e nunca de mim te despeças.
Aperta-me bem forte,
não espere que termine a música.
Quero me lembrar desse momento
até a hora da minha morte.

RJ, 28/08/12




Creia em mim

Marilda Conceição



Dou-te minha luz filha minha,
para que corajosamente continues o caminho.
Dou-te minha paz,
 para que sabiamente enfrente os espinhos.
Saberás cumprir a tua missão,
estou dentro do teu coração.
Dei-te um caminho árduo
para que valorizes a vida.
Mas jamais te deixarei sem guarida.
Creia em mim filha minha.
Prossiga sem medo tua caminhada
estarei te guiando na estrada.
Quando olhares para o final do túnel,
verei teus olhos brilhando,
avistando novamente a luz.
É a felicidade que pra ti reluz.


RJ, 29/07/2006-19.30





DESENHO NA AREIA

Nanci Laurino



Desenho na areia meu nome e o teu,
Em um coração está guardado
Assim como dentro do meu!

O sol aquece a água que banha,
Levando em ondas esse nosso amor.

Na aurora do tempo,
vamos em pensamentos
Sentir a ternura a nos envolver,
E o amor a nos acolher.

28/03/10





Doadora do Amor

NEIDE  DE OLIVEIRA



Um dia não estarei aqui neste corpo terrestre.
E que neste dia, eu seja lembrada como uma mulher que sonhou e acreditou em seus sonhos.
Sou doadora universal do amor!
Portanto, desejo que meus olhos possam fazer enxergar a quem nunca pôde ver o espetáculo 
da natureza na simplicidade de um pôr do sol; Que eles possam trazer romantismo aos corações 
entristecidos, por não conhecerem a beleza de uma noite ao luar.
Desejo que meu coração transborde amor no peito de quem possa amar profundamente, assim 
como sou capaz de amar.
Que este coração possa pulsar tanto amor, que seja capaz de sentir o coração do ser amado.
Que todos os meus órgãos sejam sementes de esperanças para aqueles que acreditam no 
milagre da vida; que o amanhecer deste alguém faça renascer a alegria que reflete o meu sorriso,  
como num rosto de criança.
O que sobrar de mim, que seja cremado e espalhado por sobre o mar...
Assim, quando a saudade te invadir a alma e a minha lembrança te trouxer lágrimas ao coração, 
as ondas dor mar tocarão o teu corpo suavemente.
Será a minha maneira  de dizer que ainda assim te amo, e que o verdadeiro amor é eterno...
Porque sou penas uma doadora universal do amor.

23/03/2007





Por detrás das Cortinas

Nídia Vargas Potsch



O descanso é obtido à meia luz.
Leves cortinas de “voil” brancas 
impecavelmente brancas e leves
cortam, sem sombras, a claridade...


O mundo se revela por inteiro!
Posso destrinchar sem subterfúgios,
Armadilhas e o andar ligeiro da carruagem
Que me faz reagir ou por vezes chorar...


Se chove à cântaros, o tempo não ajuda.
Pingos grossos me turvam a visão...  Verei?
Através das lágrimas não consigo enxergar...


Chega o entardecer, torno a olhar de soslaio 
Toda Natureza renovada. Me extasio diante de
Tanta beleza que nos escapa à visão diária...


Tento me recuperar... Reestruturo meu pensar! 
Sinto a Paz se apoderar de mim
E as lágrimas fugidias secam ao ar...

@Mensageir@
Rio, Jan/2014

Trabalho de arte Marilda Ternura

14 de mar de 2014

NOSSOS POETAS DE A a G



DESPERTAR FELIZ

Adelia Mateus


Desperto com um lindo amanhecer...
Raios do sol despertando no horizonte
anunciam mais um dia para ser feliz,
aquecendo o coração para amar e sonhar...


Caminho feliz pelo jardim florido,
sinto o perfume inebriante das flores
deixo me envolver por esta magia
que a natureza me oferece...


Fecho os olhos para sentir a brisa
que passa suavemente pelo corpo
permitindo abraçar o futuro.


Na beleza deste despertar, renasce
no coração a felicidade almejada
em sonhos e fantasias de amor...

Maio/2010




Voce

Angela*Poesi@


Teu olhar diz muito...
Tua presença eu sinto...
Teu sorriso ilumina...
Teu abraço  aquece...

Teus carinhos são doces...
Teu cheiro eu sinto paz...
Teus beijos são ternos...
Teus pensamentos reais...

Teus desejos muitos sonhos...
Teus sonhos dividimos...
As emoções somamos...
Você é inesquecível...





SONHOS 

Anna Peralva


Corpo na suave leveza do ser,
alma expressão pura da estesia.
Na brisa que passa, poesia-vida a se ler
quando o sol acolhe a noite, e explode o dia!

No olhar, a alegria das estrelas em brilho,
na face o esboço dum sorriso brejeiro.
Há esperanças no caminho que trilho...
No peito amor-amigo e fiel companheiro.

Sentimentos recompondo a eterna melodia
revelam a beleza duma aquarela colorida,
pele vestindo pele, em suor tatuando fantasia.
No ar exala o perfume da flor que fora perdida.

Num instante tudo se encaixa com perfeição,
quando o silêncio fala e alcança o poema.
Abrolham rimas, manancial de inspiração,
onde você meu amor, é sempre o tema!

Harmonia e paz se abarcam neste coração,
quando o sonho do sono, enfim se desprende
e num voo livre vai liberando toda emoção
em versos brancos, meu eu poeta renasce, 
ascende!

08/01/2010 




O QUE ME RESTA?

Ary Franco (O Poeta Descalço)



Já poetei sobre a Lua, o Sol, as Flores,
A Vida e Saudades dos meus Amores.
Tive que buscar tudo no meu passado.
Hoje nada me resta, sinto-me cansado.

No meu curto porvir nada vejo, nada quero.
Corro contra o tempo, mas dele nada espero.
Flutuando sobre quimeras vou escrevendo.
Se não escrevo, sei que acabarei morrendo.

Ora, ora, diz o poeta que acabará morrendo.
Este é o obvio fim de todos que vivos estão.
Talvez desse obvio esteja ele se esquecendo,
Ou será que pensa em vir a ser uma exceção?

Não, o poeta sabe que um dia seu fim chegará,
Mas enquanto escreve, sente que vivo estará.
Sim! É uma endorfina, escreve por compulsão.
Voa sobre estrelas, dá asas à sua imaginação!

Ameniza sua inutilidade aboletado numa cadeira.
Volta a ser jovem, não importa a idade que tem.
 É amante, romântico, tudo à sua própria maneira.
Extravasa seus sentimentos, volta a ser alguém!



Negue

Augusta Burigo



Que te enlouqueço de prazer .

Negue se tens coragem!
Que te faço sempre querer mais...
Que sem o mel dos meus lábios não sabes viver
Que me queres todinha só tua e de outro, jamais!


Assuma

Que só eu te faço gemer
Assuma !

Que me gostas assim...
Que dias e noites sempre  me queres ter.
Que até em sonhos chamas por mim.


Negue !
Que te deixo louco...
me pedindo sempre mais.
Que não me queres pouco.
Que te queres em mim e em outra,  jamais .

Negue!

Que te enlouqueço de prazer .

Negue se tens coragem!
Que te faço sempre querer mais...
Que sem o mel dos meus lábios não sabes viver
Que me queres todinha só tua e de outro, jamais!


Assuma

Que só eu te faço gemer
Assuma !

Que me gostas assim...
Que dias e noites sempre  me queres ter.
Que até em sonhos chamas por mim.


Negue !
Que te deixo louco...
me pedindo sempre mais.
Que não me queres pouco.
Que te queres em mim e em outra,  jamais .

Negue!




COISAS 

Cibele Carvalho


Coisas tantas que encontrei em ti
- algumas que nunca vivi
e outras que eu não reconheci...
O bater do coração, descontrolado,
que pensei estivesse no passado;
o carinho transbordante da alma
e o desejo que tira minha calma;
a vontade de estar sempre bem perto,
a cada novo dia em que desperto...
Jamais pensei que durasse tanto,
o que achei ser apenas um encanto...
O encanto está presente,
mas tornou-se amor, realmente.
O que era para ser paixão
confundiu o coração
que ficou atrapalhada 
e entendeu tudo errado!
Por mais que digam que o amor
está extinto da humanidade,
eu sinto em mim que ele vive 
e viverá pela eternidade!

RJ, 25/01/12




Gosto, sim!

Cida Valadares


Gosto de quando me olhas 
e  já te entendo o olhar.
Quando cismas coisas que inexistem
Simulo que existem  apenas prá te enciumar..


Gosto de quando me tocas
Sei onde queres e irás chegar.
Quando teu olhar pedinte
Ao quarto  quer me levar.

E gosto assim... devagarinho
Com  cheiro, charme e carinho
Quando dizes que, de quem gostas
Sou eu.. Só gostas de mim, só de mim.
Ah! Como gosto! Gosto sim!.


08/02/2014





Psiu!... Escute, amor...

Ciducha


Esqueceste... esqueci... somos livres enfim!
Mas de tu... falta-me um sorriso alegre
abatendo o pejo, sem cortejo
mostrando um sentimento franco!

Mas eu, amor... vejo-me triste e abandonada
em meio às trevas, desgarrada
perdida na própria solidão, caminho em vão
e choro, afogo-me no meu pranto...

Mas me uno a ti, em pensamento
fiel e teimosamente
Pois te amo!
Mas tanto e tanto
Que ninguém pode no mundo
Amar mais do que eu!




A FORÇA DE UM ABRAÇO

Clara da Costa


"Eu tenho tanto prá te falar, mas com 
palavras não sei dizer...", diz a música
do Roberto Carlos.

Seria difícil traduzir,
todos os sentimentos que envolvem o ato de abraçar,
porque as palavras não são necessárias,
já que o próprio ato, fala por si só...

É um momento de
magia
poesia,
de corações que se encontram,
na força de um abraço,
que aconchega,
que cura, 
que acalma,
que acarinha
e
nunca se esquece...




Ao possível...

 Delasnieve Daspet

.

Tantas cartas te escrevi, saudades!
Chamei pela tua volta, lembranças!
Te busco todos os dias, esperança!


Rasguei a terra, reinventei sonhos,
Aspirei orvalho na longa e ingrata
Asa do tempo...

.
Deixei recados aos pássaros,
Tentei esconder os ontens,
Buscando os amanhãs,
Como a chuva, 
Batendo no meu olhar
A cada alvorecer...

DD_Delasnieve Daspet – Campo Grande MS – 10.11.13




Totalidade do Ser...

Dioni Fernandes Virtuoso


Do emaranhado da solidão,
abres  asas e alças voo
feito ave liberta, sobrevoando
num adeus, os ecos
do amargurado  coração... 

E a lua, com fiel cumplicidade,
vai despindo as almas,
revelando ocultos desejos
de  secretos momentos,
tão plenos de felicidade... 

A imaginação, num doce pecado,
cria o ser amado no vulto dos tecidos
despindo a dor da alma...
E num fervilhar de corpos, 
vivem o momento tão desejado.... 

A gota preciosa escorre nos lábios
que beijam, sussurram, começam a viver...
E a ave, feliz, voa mais alto, mais alto,
agradecendo a bênção dos anjos...
A totalidade do ser... 

Criciúma/SC
29/08/11




SANTUÁRIO

Elaine Ermel



Há no meu coração um espaço luminoso, de beleza indescritível!
É como um santuário, um jardim sagrado. 
Nada o macula, 
 pois não há desígnio dessa possibilidade.

Nele, o amor derrama-se em encantos de intimidade,
flerta com a sedução da paixão,
ascende ao poder incondicional e absoluto da amizade;
o silencio é desejo que sussurra.

Houve, há e sempre haverá no meu coração
esse lugar de beleza indescritível,
onde tua presença, meu amor,
evoca, do desejo, seu ardor!




Definindo
Eliana Ellinger


Querer...
é o poder de um sonho
transformando a vida numa
estrada colorida para
o querer se realizar.
É como um fuso dourado
embutido no jasmim,
perfume suave e poderoso
numa estrada sem fim...

Gostar...
é o sorriso nos lábios,
a beleza do olhar,
é esquecer a tristeza
que esteja a atormentar.
É do querer a magia
nas noites de luar,
momentos felizes,
fazendo a vida alegrar...

Desejar...
é a partida à caminho do prazer !
É a emoção incontida,
um fogo a se acender,
é a vontade de um sonho
logo se realizar
e que o prazer esperado
seja desenfreado
para a fome saciar...

Paixão...
é aventura ou ventura,
realidade, ilusão,
é a fruta madura 
com sabor de sedução.
É desejar, é querer,
é a fonte do prazer,
é a erupção do vulcão
num corpo adormecido
despertando o coração !
Nela o sexo é reflexo
dos desejos e beijos,
conduzindo ao universo
pleno de alucinação !

Amar...
é o bem querer.
Talvez o final da paixão,
a contra-mão do desejo,
num tocar de realejo
e do destino o saber.
É a paz dos sentimentos,
sem mais sonhar nem perder,
é amizade cristalina
envolta em cada ser...

Mas há outro jeito de amar.
Mistura de querer, gostar,
desejar, se apaixonar...
Esse é o mais profundo
existente nesse mundo.
Digo-lhe, pode crer,
esse é o grande amor 
que sinto por você.

Hazorea.il, 20/10/2005




LEMBRANÇA  INCONTIDA

Ervin  Figueiredo

  

Quanta saudade eu sinto de tardes outonais...
Amigos reunidos, papo rolando gostoso.
Os tempos mudaram com modos sazonais,
Dias mais frios passam, ficou tudo moroso.


Você era tão alegre, já não te vejo sorrir;
Chegava muito sorridente com seu perfume.
Hoje tudo que olho, parece sempre seguir,
Por isso desabafo, esse é meu queixume.


O tempo passa, aos poucos tudo muda.
Modifica quase tudo que há, nada é eterno...
O que hoje era viçoso, veja e não se iluda,
Também se modificará, terá de ficar moderno.


Lembranças, quantas lembranças carrego
De tardes outrora vividas entre amigos e a vida.
Hoje são apenas lembranças, não nego !
Saudade acumulada, só lembrança incontida.




A NOITE CAI 

Ferdinando© 


Entardece o cosmo já sem vida
Na calma de um navio ancorado,
Traja o tempo do dia caminhado
No silenciar da haste já despida.

O mistério se vestiu de tentação
Na hora do sonho ser  dourado,
Nas ruelas onde mora o pecado
Vive a loucura vestindo a ilusão

Assim as horas magoando o tempo
Constróem a sombra em lamento
Nos dias que morrem sem idade...

O dia regressa cabisbaixo e triste,
Fingindo novo sol que não existe
Na promessa remota sem verdade...

16-02 2014




Eternamente.........

George Alves
Joe'A


Nascemos.
Percorremos os dias,
os anos...
Cada momento é marcado
por instantes,
comportamentos próprios!


Cada idade
tem sua própria felicidade!...
Vivemos movidos por uma
constante ansiedade
a cada nova idade
a cada nova fase
Do eterno sonho pela felicidade!...


Um novo dia...
Outro ainda...
Que parecem
somar as dores e mágoas
novas  cicatrizes
novos impedimentos
na busca


Amadurecer significa o que?
Simplesmente envelhecer?...

Todo momento maduro
é  menos sentimental
e mais racional?


E essa tal de experiência
a nos afirmar
Que não vale a pena o tentar,
que não vale a pena o arriscar!...


Emoções e ideais
apagados

pela sobrevivência
Afogando a busca
Definhando a esperança


Principio do fim !...
Quando a vida
é um eterno recomeço!!!...
E a felicidade está
nos instantes
nos momentos
nas fases
nos comportamentos
Em cada uma das idades!...
Pois todas elas
estao em você
de verdade!


E na verdade,
não existe idade!...
Existem momentos,
Sintonize o tempo certo.
Garimpe a felicidade.

PORQUE

simplesmente

ELA ESTÁ DENTRO DE VOCÊ!!!





AMIGOS DE FÉ !!!

*Gilda Pinheiro de Campos*


Passos na mesma direção, braços entrelaçados, 
corações batendo no mesmo compasso...
Quando o amor fala mais alto tudo se transforma, 
a energia circulante é positiva, renovadora, pura...
Poucas vezes se consegue flagar um momento desses,
digno de primeira página, de ser visto, revisto, meditado,
comentado e copiado...
Se todos fossem iguais a vocês, que maravilha seria a vida, 
o mundo todo seria diferente, ameno, suave e belo...
Amor maior, companheirismo, homens fortes, adultos,
que levam no coração a ternura, sem serem frágeis...
Enquanto isso existir, a esperança se renova...
Que sejamos então multiplicadores
 do amor e do bem como esses 
amigos sinceros e solidários...