29 de abr de 2010


Labirintos de mim

Tania Renato (She)


ah! labirintos de mim...
nos quais caminho só,
nos quais há sendas e veredas tantas
que me procuro em cantos
sem saber por onde estou.
ah! labirintos de mim...
tão intrincados
que quando penso encontrar
logo me perco,
que quando penso que cheguei
já estou saindo,
que quando penso que é porto
é despedida.

ah! sim...
labirintos de mim
por onde me perco
e me procuro
morada perene do meu ser perplexo,
angústia infinda do meu ser aflito.
Tania Renato

28 de abr de 2010



QUANDO TEUS LÁBIOS EU ROÇAR
Sueli do Espírito Santo


Quando os teus lábios eu roçar
até as nuvens iremos alcançar
assim envolvidos e enternecidos
palavras de amor nós falaremos
um beijo de amor nós trocaremos
com lábios trêmulos umedecidos

E entre esses suspiros e calafrios
nossos corpos sentido arrepios
viajaremos em uma forte sensação
de estarmos sozinhos no espaço
aconchegados em um doce abraço
sentindo do amor toda a emoção


Eu Vou Sempre Amar Você
Sol Lua©


Fico um longo tempo a meditar,
neste amor, que surgiu em minha vida...
Hoje, descobri o que é o amar.
Sinto o quanto, por você eu sou querida.

Em seus braços sinto muita paz.
Você nem pode imaginar,
Você em tudo me satisfaz...
Como é gostoso poder te abraçar.

Eu te quero e te preciso,
e cada dia que passa posso sentir.
Este imenso desejo em teu lindo sorriso.
Quando me entrego, e ao te possuir.

Nosso amor, é forte... É real.
Você é o amor que sempre sonhei.
Nossa paixão, é sincera é leal.
Você tudo o que sempre procurei.

Amor, hoje o dia esta perfeito.
Me abrace, me aperte em teu peito.
Vamos ficar juntinhos até o amanhecer.
Neste carinho, difícil de esquecer.

Você é minha luz na escuridão.
Seu olhar me mostra sempre o caminho.
Vem se envolva em minha paixão...
Fique comigo, neste carinho.








Só entre nós
Schyrlei Pinheiro



Cale palavras,
amordace os sentidos
de uma ilusão,
resguarde em segredo
a mesma paixão,
invista na fantasia,
esconda o desejo
e esqueça a canção
que embala a verdade,
perfumando o rastro
da eterna razão.
Sonhos não ditos,
já foram escritos
nas folhas da imaginação.
Cá entre nós,
não negue,
um dia, à sós,
descobriremos,
nas noites escuras,
estrelas semeando
no meio das sombras,
a saudade, que brotará
no teu e em meu coração,
murmurando as letras
de outras composições,
completamente livres,
sem medo de confessar...
Te amo!

27 de abr de 2010




PLAYA SOLITARIA


Caminando por tu playa solitaria,
distinguí tus huellas en la arena.
Al recorrer tus pasos uno a uno,
se apoderó de mi alma tu tristeza.


Observando el mar mi alma en pena,
presuroso se agitó en mi agonía.
Su orilla besó con ola embravecida,
que borró tus huellas afligidas.


Caminando voy ahora por mi playa,
dejando mis huellas en la arena.
La brisa, el mar, las olas y...
dos sombras que vagan solitarias.


©SKORPIONA
Inés de la Puente Spiers

23 de abr de 2010


CHORANDO SOZINHA
Roze Alves

Ainda bem que chovia
E você não me percebia
Ali, um pouco distante
Olhando sua alegria
E sentindo que meu coração sofria
Por que achei que lhe conhecia?
Por que achei que feliz lhe faria?
Que era amor o que você queria?
Pobre do meu coração sonhador.
O do outro era um gozador
Com você não se envolveu
Não, você não enlouqueceu
Foi ele quem lhe esqueceu
Lhe trocou por outro que conheceu
Ah! Pobre coração que também sofrerá
Se eu pudesse iria lhe preparar
Para o próximo voo que o outro dará
Porque quem não tem sentimento,
Não se importa em magoar
Nem tão pouco deixar em tormento
Um alguém que só queria amar.

RJ: 21/10/2008


Sublime Poesia
Rose Arouck


Sublime poesia!
Majestosa mãe dos desalentos.
Fulguras como a prosa
meditada e dita aos ventos,
ou em rimas das palavras,
gravadas e eternizadas
pelas cópulas dos talentos.
Vestal rosada em matizes de candura,
caminhas introspécta,
e persistes,
embelezando a vida
de solitárias criaturas;
tornando-as risonha
mesmo quando tristes.
Apontas com bisonhas
e encorpadas tintas,
o caminho do amor que ainda existe,
fortalecendo as almas
que fraquejam quase extintas,
submersas na angústia que insiste,
para alcançar o sol
do céu que em ti resiste.
Poesia ave liberta!
Pousada em todos os poetas
que erguem as mãos quando
o verbo se dissolve,
transformado em
frases que ao mundo inteiro comove.
Viestes dizer da alma a alegoria
deitastes plena no berço da euforia,
morrendo um pouco
pela dor da heresia,
com a morte do amor de cada dia.

22 de abr de 2010


TOCHA ARDENTE DE UMA PAIXÃO
Rogério Miranda


Madrugada fria e solitária
tempestade de pensamentos
onde a saudade encontra
um abrigo na ilusão
que se refugiou
na solidão do poeta...

Para raios de magoas
de um coração partido
com a ida sem volta
de um amor que levou
a tocha ardente de uma paixão,

Noite de silencio profundo
que faz a alma chorar,
separando o tempo
dissolvido no amanhecer
sem o sol do calor de seu amor...

poeta da paz

Resgate
RivkahCohen


Quantas vezes
fizemos os mesmos caminhos..


Quantas vezes
foi novidade para nós..


Quantas vezes
prometemos ficar juntinhos


e quantas ficamos sós..?!


Nesse vai e vem
de vivência,
onde nos propusemos
resgatar,
ganham de nós
as pendências
e juntos iremos voltar...!


Será que não vemos
que é preciso
buscar a melhor forma

de resgatar?
Que tal
nos tornarmos amigos
e um ao outro, apoiar?

Ah! O amor...

Amor é dádiva especial
Que nos comove
Inebria...
Amor é dom imortal
Que nos envolve
Alivia...


Amor é mais que paixão
É alento
Fantasia!
É o pulsar do coração
Suave como é o vento
Leve como é alegria


O amor é sutileza
Delicadeza, verdade
Beleza que nos vicia
Amor traduz a pureza
Tem a cor da liberdade
É eterna companhia...

Priscila de Loureiro Coelho

19 de abr de 2010


VOU SEGUINDO A MINHA ESTRADA
by Penhah Castro



Vou compartilhando na vida
o melhor que trago em mim...
Minha bagagem é imensa & intensa
e, parece nunca ter fim....
Amo a mim e aos outros
com a medida que Senhor me ensinou...
Peço o perdão para minhas faltas
na medida que sou capaz de perdoar...
Planto as sementes do amor
numa linda horta cheia de cor....
Distribuo sem distinção o meu conhecimento
para alimentar todos os meus irmãos...
Leio com alegria as palavras de gratidão...
Que recebo , a todo momento,
e que alimentam o meu coração...
E, assim vou caminhando
plantando & colhendo
sorrindo & chorando
mas sempre agradecida
por esta vida merecida....

Impossível!
Marilda Diório (OlhosDe£in¢e)

No corredor longo da saudade,
é impossível não rever as imagens
de um amor de longos anos,
sintonizado na esperança,
nos sonhos e no orvalho da felicidade.

Tento adormecer as lembranças
de seus carinhos,
de seus sorrisos,
de seus olhares convidativos,
preâmbulos de nossos desejos.

É impossível esquecer!
Vivo na sombra desse amor,
relembrando cada gesto, cada beijo,
cada abraço, cada ato de amor
na penumbra romântica
de nosso ninho encantado.

Olhe-me sempre, sempre!
A cada céu estrelado procuro por você,
na esperança de que seja
aquela estrela de brilho intenso,
piscando-me com o sorriso do amor!

É impossível esquecer o nosso amor!
Espere-me para acolher-me com ternura
em seus braços, quando Deus assim o permitir!

Espere-me...
Fazenda Santa Rita, 24 de dezembro de 2008,
às 2h10min.

10 de abr de 2010



O MEU PC... O NOSSO PC...
Nídia Vargas Potsch




Sentada defronte do meu PC fiquei imaginando
porquê este "bichinho" nos cativa tanto,
nos faz sorrir, chorar, sonhar... É de uma magia só...
Maravilha da tecnologia moderna!
Eureka! Descobri! Não é o PC, o nosso PC.
Somos nós... Nós que o fazemos "quase humanos"!
Com seus sons engraçados, seus chiados, seus bips peculiares,
nos convidando, nos atraindo, nos chamando...
Levam nossas mensagens para longe e possibilitam inúmeras

trocas de correspondências entre nós, seus usuários,
mesmo que desconhecidos uns dos outros.
Há as conversas no MSN, tantos jogos interessantes,
programas e sites para se pesquisar e nos divertir,
como os alegres e esperados bate-papos das salas de

conversação que, para muitos de nós, é uma excelente
maneira de espantar a solidão;
existem os grupos de confraternização entre escritores, poetas

e formatadores, onde cada qual expõe seus trabalhos, idéias,
críticas e/ou elogios, pequena parte integrante deste imenso
mundo que deseja, através das trocas, transmitir a seus pares,
amigos e afins,
seu carinho, respeito e amor...
Coisa rara, mas até existe, podem crer!
Um PC é um amigo dileto, diário...
Se estamos tristes, PC...
Se alegres ficamos, PC...
Se desejamos contar uma novidade
a algum amigo (a) ou amigos (as), PC.
Se fazemos alguma pesquisa, ou trabalho, PC.
Se queremos nos inteirar das últimas notícias, PC.
Se chega época da Declaração de Renda, que renda? PC!
Se precisamos enviar e-mails, PC.
Se desejamos expor nossos trabalhos, PC.
Se fazemos uma nova poesia, PC.
Se queremos consolar alguém, PC.
É PC que não acaba mais...
Há PC para todos os gostos, estilos de vida e necessidades...
Contra indicações: Já foi divulgado, mas não custa lembrar:
"vicia" e, infelizmente, para muitos de nós ainda custa bem caro...
Indicações: deve ser usado com moderação,se possível...rs rs....
Mas é a "Maravilha das Maravilhas", porque através dele o ser

humano faz aquilo que deveria fazer sempre: SE COMUNICAR!
Fazemos ótimas amizades, muitas vezes até nos

desentendemos, mas estamos sempre lá... grudados na
telinha... chova ou faça sol... incrível!
É difícil contar o número de amigos conquistados ao longo do

tempo e daqueles que se foram sem nem deixar rastros...
Existem também os episódios tristes e as atitudes lamentáveis.
Nada possui somente seu lado bom...
Os desentendimentos e xingamentos nas
salas de bate-papo, (falta total de educação, decoro e respeito

pelo nosso próximo), os hackers, os vírus "malucos" que nos
atacam a
cada dia...
Se não houvesse este lado negativo,
até que poderíamos nos divertir bem mais, não acham?
Mas o homem é o Homem!
Um animal que se diz "racional" e ainda não
desenvolveu plenamente sua capacidade de amar, se dar e ser feliz...
Somos muitas vezes cruéis, mesquinhos, tremendamente

egoístas e invejosos...
Para se ter uma idéia, somos o único animal do planeta que

destrói a Natureza, lembram-se?
"E quem destrói a Natureza, mata a casa da Vida",
nos ensinam os índios Maués...
Sabemos que é a Natureza o sustentáculo da Vida Humana.
Então por que isso?
Precisamos aprender a viver e a conviver em harmonia com

nosso meio-ambiente e principalmente com nossos
semelhantes...
O Homem prega o Amor, fala de Paz e mata o seu Próximo!!!
Ainda estamos a milhares de milhas de tal aprendizado...
Quem sabe, com o uso contínuo do PC, do nosso PC,
possamos nos unir um pouco mais e fazer uma grande corrente

de confraternização universal?
Quem sabe possamos aprender a viver mais dignamente?
A despeito de tudo que se possa sonhar e desejar,
a Vida é um bem precioso demais, nosso presente de Deus!
Um deslumbramento que nos surpreende a cada Amanhecer

e Pôr-do-Sol....
Quem sabe, um dia, consigamos nos orgulhar de nós mesmos,

por ser "Gente"?
Quem sabe???


@Mensageir@
Rio, 9/01/2001



O CALOR DOS SEUS BEIJOS


O calor dos seus beijos me trazem ensejos
De cada vez mais ficar ao seu lado...
Meu bem amado.
Na doçura dos seus gestos sinto o amor.
Na brandura de sua voz sinto que
doces e ternas palavras
Inundam meu coração.
Desejos de vidas e vidas agora ecoam
em um só ardente apelo que soa.
Vinde o dia do encontro
onde um beijo seu,
Perpetuará eternamente.
O amor venceu!!


Nanci Laurino
05/06/08

A Rosa Chorou

Meg Kloper


A rosa do meu jardim está chorando.
Não é pelo esbelto cravo que partiu
Nem pelo girassol que cobriu o sol.
Mas chora, porque uma pétala caiu.


Não chore, rainha do meu canteiro!
Seu forte aroma exala e me inebria
Ainda és forte, não fique descontente
Sua natureza rósea, exprime alegria.


Ao vê-la em pranto, infeliz e em queixume
Em meu peito, um grande nó principia...
Posso entender sua dor e sua infelicidade


Mas não se apoquente, sorria, oh, docê flor!
Sobreviva, por favor, a esta imensa saudade
Porque minh'alma não vive sem seu perfume.

SAGRADO
Marta Diaz Fonti


Señor, si tu pulso fuese de un hombre...
Podrías, todo un Dios,
estar en este mundo sin ser crucificado?
La señal de lo eterno es la cruz ...
Nuestra cruz ?
Quise morir de mí, quise nacerme
Para saber ...
Si la finitud es lo Sagrado.




SAGRADO

Senhor, se teu pulso fosse de um homem...
Poderias, todo um Deus,
estar neste mundo sem ser crucificado?
O sinal do eterno é a cruz...
Nossa cruz ?
Quis morrer de mim, quis nascer-me
Para saber ...
Se a finitud é o Sagrado.

marta diaz fonti





Queres fazer-me feliz?
Marilú Santana


Então venha, experimente!
Esquecer tudo lá fora
È só eu e você agora!
Eu te amo e tu me amas!
O que nos resta fazer...
É um ao outro o mais feliz
Que um mortal possa ser!
Tão feliz e extremamente
Tão querido ardentemente
Que o Amor que é sagrado
Há de ficar ao nosso lado
Dentro de nossos corações
Como chama que não apaga
Ardendo em nossos desejos
No calor de todos os beijos
Que te dando, for trocado.
Por carícias de todo jeito
Até nos sentirmos amados
E nossos lábios selados
Num belo sorriso só diz:
Ah, como sou feliz!

julho/2005

9 de abr de 2010





Lírica Humildade
Marise Ribeiro


Hoje o sol demorou-se em acordar...
Entre brumas, rendeu-se ao prateado
Da lua; brilho ainda projetado
No céu que ele não vinha iluminar.

Ontem, ao vê-la plena se achegar
E lhe dar seu olhar alaranjado,
Recolheu-se, feliz e enamorado:
- A argêntea soberana vem reinar!

O reinado tornou-se deslumbrante,
Num trono cravejado a diamante,
Sublime criação das mãos de Deus...

Súdito ante a notável majestade,
O sol, astro-rei em lírica humildade,
Deixou a lua atrasar seu belo adeus!

Amanhecer de 17/06/08




Quem dera!
Marilda Conceição


Ah! Poeta!
Quem dera fosse eu a tua amada.
Quem dera fosse eu
a mulher dos sonhos teus.
A tua eterna namorada.

Acolher-te-ia nos meus braços.
e, num terno abraço,
Envolver-te-ia com candura,
entregando-me de corpo e alma,
na mais doce ternura.

Doar-te-ia meu amor,
e te amaria na mais ardente e intensa paixão,
plena e infinitamente,
com toda emoção.

Ah! Poeta amado meu!
Quem dera fosse eu
a musa dos versos teus.

RJ, 24/09/2003






SERENIDADE
Maria Regina
aos doces irmãos de idênticos valores e princípos,
com infinita admiração, respeito e amor


Somente em nós mesmos encontramos a serenidade
As horas ensinam-nos coisas que o dia desconhece
Mostrando-nos que próximo há a luz da eternidade
No oportuno momento com resiliência amanhece


Alegras-te e convertas-te em graças e bençãos
Até ao infinito cume, sês sereno em tu'alma
Conservas tuas sensibilidades com toda calma
Recomeças sempre tudo com leveza em tuas mãos


Sorrias sempre, amando tudo o que há no universo
Vivas em imensurável paz com D'us seja como for
Com teu espírito sereno não destruir-te-ão desgraças
Criar-se-ão asas teus anseios e os verá inversos


A serenidade e a paz residem no calmo silêncio
Sês prudente nas lutas penosas dos sonhos arruinados
Tornas-te nobre embuído da coragem serena
Tesouro esperançoso de momentos eternizados.





6 de abr de 2010


Encantamento
Maria Inês Simões


Brincar nessa praia sem tempo
Construindo castelo encantado
Buscar sua imagem ao longe
Sonhar de querer esse amado

Viver à fantasia

Percorrer seu mundo marcado
Viver um sonho dourado
Amar e querer esse Ser

A mulher não deixar esquecida
A criança brinquedo encontrado
A febre de conquista sem tédio
Brincar de verdades ou nada

Encontrar...Em seus olhos
Verdes Estrelas
Em sua boca
...Doces Palavras...
...Escritas na pele...
...Escritas no céu...

Olhos que encantam esse sonho
Mãos que desenham desejos
Entradas de bosques floridos

De volta à vida
Maria Luiza Bonini


Se eu pudesse, seguraria a tua mão na minha,
e entrelaçadas, ternamente, te levaria a ver novos caminhos,
onde eu pudesse te demover desta dor que óra sentes

E, assim, caminhando juntos,
percorreriamos uma linda estrada, cercada de beleza,
destas que nos oferece a natureza...
com muitas flôres, muitos pássaros,
cortada por um pequeno e lindo regato

Eu faria com que você respirasse vida,
e, assim, pudesse sair deste mormaço
que te sufóca, exalando odor de fim

Eu te levaria até à margem
de um rio imaginário
onde um barquinho, à nossa espera,
nos levaria até à outra margem

E aí, eu te explicaria que, ao partirmos ,
deixamos os que amamos muito tristes,
porém existem outros, que tambem nos amam,
aguardando, felizes, na outra margem.

É a vida procurando vida
É a força do amor sobrepujando à dor.
É a resposta à pergunta infinita
É o grande lenitivo para inconformável desdita.

Eu te traria de volta para a vida
Onde, na margem do rio onde embarcamos
Nos esperariam, ansiosos, aqueles que deixamos,
Na busca de respostas para o imponderável

E, a resposta estaria aqui,
No lugar de onde saimos
Na alegria dos que nos aguardariam
Para o tão amável e esperado reencontro

Então, eu estaria feliz
Por sentir que tu voltavas à vida
Que silenciosa e paciente,
permaneceu sincera, à tua espera



5 de abr de 2010



OLHOS TRISTES

Luiza Porto



Teus olhos são luas-tristes
a me procurar na escuridão
noite...saudade...perda
ponto...chegada...partida


Prisão...segredos
um pescador de ilusões
a tecer redes
com apenas um olhar


Olhos delirantes...sombrios
na madrugada a vagar
sem brilho, tristes
a procurar na vida o amor


Em teus olhos, mil segredos
guarda um sonho
na procura do azul
Do mar...


Teus olhos tristes
no outono de vida
noite de escuridão
a procurar a luz do meu olhar


Olhos negros, meu desejo
seduz, quase sem encarar
são ondas...marolas
a balançar meu coração


Faceiros...Sensual
esse seu olhar
a procurar na noite
para enfim...me encontrar



QUEM A GENTE AMA, NUNCA VAI EMBORA

Luiz Poeta
Luiz Gilberto de Barros
Às 9 h e 21 min do dia 30 de janeiro de 2008 do Rio de Janeiro



Quem a gente ama, nunca vai embora,
Apenas se ausenta, e sem que a gente chame,
Volta sem aviso, chega a qualquer hora,
Não chora e nem pede que a gente o ame.


Por mais que pareça estranho o ausentar-se,
Sem nunca partir, se o coração reclama,
Logo o ser amado vem aconchegar-se
Leve e repentino, quando a gente ama.


Quem a gente ama verdadeiramente
Sente o chamamento e vem, se o coração
Clama a afeição de quem se torna ausente
Quando o peito sente mais que solidão.


Quem a gente ama, paira na essência
Leve do perfume que fica no ar,
Quando o nosso amor reflete a inocência
Lírica do amor que a gente quer sonhar.


Quem a gente ama, volta sem ter ido,
Criando um sentido novo para o amor
E se o coração está triste e ferido,
Este ser querido cura a nossa dor.


Quem a gente ama, nunca se ausenta,
Entra de repente sem ser convidado
E, se do vazio, a dor se alimenta,
O amor complementa o ser abandonado.


Quem a gente ama, não morre nem parte,
Basta que o silêncio habite o nosso ser
Que a saudade chega e refaz, com arte,
O todo da parte que quer renascer.

4 de abr de 2010




MAGIA



Ah, poeta que encanta o mundo com seus versos
Nada tenho pra lhe dar em troca deles...
Aceita então os meus ouvidos pra ouvir a todos eles.


Me conta, poeta, da magia que tu usas
Ao escrever poemas que encantam o mundo!
Rogo a Deus mantê-la viva para sempre
Imaginando-te um ser perene pra escrever poemas...
Ah, poeta, me encante e me deixe para sempre nesse mundo!


Pergunto a Deus sobre o encanto de você, poeta,
Escutando com afinco o que ele fala
Recebo d'Ele a resposta que esperava:
A magia de escrever está na alma
Levitando... Levitando!
Voando... Voando!
Ana... Mulher! Poeta formidável!


Como mágica dá aos versos novas vestes
Ousando mais, vai além e os formata
Revestindo cuidadosamente os versos...
Dando a eles aparência de nobreza
E requinte de quem tem dinheiro
Introduzindo música para completar a cena
Romantismo! Romantismo!
Ou é bobagem de quem escreve poema?


(Lilia Machado - 13 de agosto/2006, às 00:30hs)

Para Anna Peralva



CHAMAS DA PAIXÃO
Jorge Linhaça


Se me chamam essas chamas,
na cratera de um vulcão,
com teus olhos tu me chamas
para arder nesta paixão.

Se meu corpo tu inflamas
ao toque de tuas mãos,
como apagar as flamas
que ardem no coração ?

Se tua boca os olhos nega
tentando seguir a razão,
o teu corpo se entrega
nos braços desta emoção

O amor fala mais forte
não há como o conter,
entregues à nossa sorte
vamos, juntos, florescer.

Arandú, 15 de julho de 2008
08:51



UM JARDIM CHAMADO AMOR


Neste jardim, que é nosso, lá pusemos
as mais distintas flores, que nos falassem
ao coração, partilha comum, de um amor,
que na terra aprazível, cuidamos de plantar.


Hoje o jardim rejuvenesce a cada manhã,
praticamente vingando sozinho, em luxúria.
Regozijo para a dedicação, que lhe prestamos,
em horas de esforço e muita beleza no peito.


Foi um trabalho árduo a dois, pois não logo,
há partida, todas as flores tiveram seu apogeu.
Plantamos e replantamos, escolhendo as
terras mais férteis, até que o milagre se deu.


Hoje bem fortes, apelam aos nossos sentidos,
e, eu não resisto, em colher, de todas, a mais
bela flor, de tua predilecção, para te ofertar,
como se de um segredo, muito bem guardado.


Conhecedora de meus gestos mais primários,
teus olhos, em largo sorriso, parecem adivinhar,
aquilo a que me apresto a realizar, de pronto,
sabedora de há muito, do meu bem-querer por ti.


E quando nos levantamos, no raiar da manhã,
e nos dirigimos à janela, que dá para o jardim,
abraçamo-nos satisfeitos, pelo nosso trabalho,
pois somos nós, o nosso amor, que ali frutifica.

Jorge Humberto
09/09/08