17 de jan de 2010

Uma Homenagem

Foi a inesquecível e saudosa Zelisa, que com todo
entusiasmo, trouxe para o CLube de Poetas a
maioria de nossos associados, que tão bem soube
selecionar.
Reuniu e uniu, pessoas do bem,
pessoas que carregam amor no coração,
gente que sabe ser gente.
A você Zel, nossa gratidão, homenagem e eterna saudade.




DÊ-ME TUA MÃO
Zelisa Camargo

Dê-me tua mão
receba o meu amor
que clama por ti
hoje és o meu respirar
o acalanto onde deito minh'alma
e me realizo plenamente

Apenas dê-me tua mão
receba meu amor
que é somente teu


(participação na ciranda "mãos")

12 de jan de 2010




Quase Nada...



Nessa noite avançada
preciso de um quase nada
pra começar a sonhar...
Preciso desse silêncio...
Dessas horas tardias...
Desse vazio de gente...
que o sono fez calar.
Preciso desse sossego
e da claridade a chegar,
para ver que há mais vida
entre terra, céu e mar
coberta de pluma e alada
e das sonatinas soladas,
que elas sabem chilrear!
Voluteiam assim, contentes
tão auto suficientes!..

E eu, sonho acordada...
Que pena! Não sei voar!

Eme Paiva

6 de jan de 2010

ALMAS EM SINTONIA


SINFONIA TRISTE
Anna Peralva

Caminhos que se desencontram
no furtivo desviar do olhar,
sonhos tantos se desencantam
na lágrima solta a rolar.

Pelas estradas frias da noite
estrelas vazias e caladas...
Corta o vento qual açoite
na solidão das madrugadas.

Corpo aflito se move lento
no silêncio que invade,
alma nua ao relento.

Amor em tons de ansiedade
solfejando gemidos-lamentos,
sinfonia triste da saudade.

04/10/2007






SINFONIA TRISTE
Marise Ribeiro

Sinfonia triste a martelar
sons cruéis e desumanos...
Vazio de harmonia no olhar,
inundados de dor em oceanos...

Calo a voz que grita em mim,
clamando pela companhia do além...
E deixo um silêncio sem fim,
embalar-me num sono que não me vem.

Nada adianta e a sinfonia recomeça
na lentidão de quem não tem pressa
em supliciar um corpo enfraquecido...

É como a enervante gota da torneira,
pingando nesta alma prisioneira
até levar-me a um último gemido...

09/12/07




***...***...***



DESPERDÍCIO

Sentou-se,
Deu um tempo..
Passou primavera,
novembro.... dezembro,
a flor entre as mãos dela,
despetalou-se
e ele acabou nem vendo!

rivkahcohen



Ainda tentou recolher as pétalas
dos dias idos, para reconstruir
a flor do tempo,
que havia em sua mão.
Não houve jeito, senão,
a paciência da espera
pelas flores de outra primavera,
que os novos dias trarão!

Eme Paiva

***...***...***


Fonte de inspiração
Marilda Conceição

É no amor que habita em meu ser,
que encontro a razão de viver.
É um sentimento que pulsa forte no meu coração.
Sentimentos que flutuam em minh'alma,
transbordando sensibilidade e emoção.
Contagiante magia deslizando em minhas mãos,
divangando...libertando no papel,
o choro...o riso,
a realidade...a fantasia,
a dor...a alegria.
Reflexos do que sinto ou imaginação,
é o amor minha fonte de inspiração. ,

RJ, 20/11/06 - 00:29



Seca de inspiração
Eliana Shir Ellinger

Era o amor que inspirava meus poemas,
felizes, tristes, mas plenos de emoção.
Tudo que eu sentia, em rimas transcrevia,
assim como um desabafo ao pulsar do coração.
Uns eram dos sonhos que eu sonhava,
outros das fontes de esperança, de saudade,
ou alegrias, de prazer ou nostalgia
comandando o meu viver.
Nelas todas eu cantava, sorria, chorava,
dependia tão somente de ti toda inspiração.
Hoje caminho ao vento, não mais vibra o sentimento que por ti se enamorou.
A fonte de amor que me banhava,
a sede de amor que eu saciava,
perdida no tempo secou.

Israel, 14/12/2006


***...***...***



Cronica do Amor Absoluto!
Você!

Querer,sonhar,desejar você
Independe de estarmos ou não.....juntos!


Amar você?Sempre!
Querer você?Por todo o tempo!
E por mais estranho,que possa parecer,
ainda sou sua....
total e irrestritamente sua!


Você habita como senhor absoluto,
meu corpo,minh'alma e meus pensamentos!
Nas minhas noites insones,
é seu nome que clamo,
buscando e não te encontrando!
Respirando e transpirando você.....
até hoje!


Você deixou marcas indeléveis
no meu coração...
Ainda sinto o seu toque....o olho no olho...
e sou toda emoção!
Você será para sempre,
meu amor primeiro.....tão carente!

Ciducha
28/08/2006




CADA VEZ QUE TU ME SONHAS
Luiz Poeta ( sbacem-rj ) - Luiz Gilberto de Barros
Às 20 h e 57 min do dia 30 de abril de 2007 do Rio de Janeiro
Especialmente para a alma generosa e inequívoca de Ciducha.

Cada vez que tu me sonhas, tu permites
Que eu visite o teu sonhar, mesmo distante;
É preciso apenas que tu acredites
Que eu existo... e eu te visito... a todo instante.

Se tu queres me amar, apenas sonha
Meu olhar no teu olhar, minha mão na tua
Quando a dor se torna amor, a dor tristonha
Se dilui na emoção que a atenua...

E até se tu quiseres me tocar,
Basta só me imaginares te amando
Que eu vou surgir, é so me evocar
Que eu vou te visitar de quando em quando.

Tu não sabes, mas se eu quero te rever,
Eu também procuro um sonho como o teu
E tu pairas colorida no meu ser,
Quando o teu olhar... feliz... procura o meu.

***...***...***



Quero-te
Sol Lua©


Como é bom imaginar-me
tua, somente tua.
E você somente meu,
inteiramente meu.
chego a sentir suas mãos
percorrerem meu corpo,
sua boca molhada,
em meu lábios sedentos.
Você me tem por inteira,
em afagos...
Carinhos incontidos,
seu calor percorre
por meu sangue,
e me sinto fervilhar
em desejo e paixão.
Quero-te completo,
por inteiro,
profundamente meu.
Para que meu coração
acelere ao te sentir,
adentrar meus segredos.
Te quero sorrindo.
Te quero ouvir
murmurar palavras,
de intenso desejo.
E em teu gozo
quero realizar
meu sonho...
De ser tua.
Só tua...
Neste tanto querer-te.


Te querer...
Joe'A


Seja na mais plena lucidez
seja na mais profunda loucura
desde a consciência até a inconsciência
Eu te quero....

É um querer de pura razão
assim como na incendiada emoção
É um querer que foge a compreensão
É um querer que tem suas próprias razões de ser

Um querer com calor, um querer com amor
Um querer cheio de desejo
Um querer envolto de paixão
Um querer do fundo do coração

Um querer que me deixa feliz
algo igual nunca senti assim
sinto esse querer tão forte em mim
quero esse quere até o fim

O melhor desse querer
É você tanto também me querer
É um balsamo isso sentir,
É um conforto, um aconchego disso saber

Te querer, meu amanhecer
meu anoitecer, meu viver
Meu coração por esse querer bater
Compassadamente, musicalmente, amo você



***...***...***



Traição

Fere e marca tão profundamente,
a dor da traição.
Afoga a alma em lágrimas,
dilacera o coração.

Marilda Conceição
18/10/07


Traição


É dor que estraçalha o coração e faz a alma em pedaços!
É um pouco de morte!

Anna Peralva

***...***...***



Querer é Poder
Schyrlei Pinheiro


Deus confiou às águas o poder
de correr entre o bem e o mal,
transformando o doce em sal,
para temperar o viver,
sem deter um instante do amor,
que desabrocha dos pensamentos
embriões dos momentos reais de prazer,
que une o corpo ao corpo,
com o mesmo poder de ser
um ato, de fato,
do poder e querer

RJ 29 01 05



QUERER É PODER !
Nídia Vargas Potsch


Águas cristalinas,
de poder invejável,
que a tudo vivificam, reanimam,
reacendem o esplendor
do viver o amor,
numa perspectiva silenciosa aos ouvidos apaixonados
que a tudo ouvem e percebem
no murmurar das águas ...
no desabrochar dos corações amantes ...
Águas cristalinas,
presente de Deus,
criando a melodia ímpar do amor ...

@Mensageir@.
Rio, 03/03/2006

***...***...***



LEMBRANÇAS DE OUTONOS
Itana Goulart



Caminho entre as folhas caídas.
Nesta tarde chuvosa de outono.
Mais uma dentre tantas
em minha vida passando


Nos vejo aqui passeando
mãos dadas, risos, gargalhadas...
Eu moçoila toda fragueira,
rias de minhas brincadeiras.


Chamavas-me de criança.
Eram lindas nossas tardes...
Hoje trago na lembrança,
sua voz me chamando...

PerfumedeMulher™
27/08/2009




CHUVAS DE OUTONO ...
Nídia Vargas Potsch


Lânguidos dias de sol ameno,
Tardes chuvosas de mais um outono
Onde espero por algo acontecer ...

Talvez teu amor chegue num aceno,
Quem sabe este ano seja diferente
E possamos nos unir pra valer ...

Folhas caídas, gavetas esvaziadas.

Estações do Ano, Etapas da Vida!


@Mensageir@
Rio, 02/09/2009



***...***...***


Tristes Momentos
Marilda Conceição


Como falar de beleza,
se agora o meu eu é só tristeza?
Como sorrir em poesia,
se na vida não vejo alegria?
Como versejar em suave melodia,
se ouço ecos de tristeza noite e dia?
Como descrever a beleza das flores,
se delas não sinto a essência
nem mais percebo as cores?
Nem mesmo consigo poetisar.
Falta-me inspiração,
falta-me emoção.
Rolam lágrimas em meu coração.
A melancolia toma conta de mim.
Mas juro!
Tudo isto vai ter fim.
As muralhas vou derrubar.
Com todas as forças vou lutar sim!
Meu sorriso vou reencontrar.
Vou buscar a alegria
que existia em meu olhar,
e, novamente vou sonhar
poetisando o amor que ainda mora
neste coração que agora chora.

20/03/2004



Tristes Momentos
Schyrlei Pinheiro


Tristezas acontecem,
a melancolia permanece
no medo, no abandono,
enquanto não passa
o sentimento doído,
que só o tempo cura,
nas horas certas,
dissipando as sombras,
iluminando a vida, no tempo,
com a delicadeza da flor,
que brota das emoções
que guardamos na saudade sentida,
menos sofrida, sem dor,
sabendo que tem a força
de um eterno amor.

***...***...***



Eu só queria...

Esquecer
o que vivi
o que sofri
o que passei ...
Apagar
de minhas lembranças
a esperança
de vislumbrar
um novo sol ...
Adormecer
e esquecer
de despertar ...

*** Labirintos da Alma ***
Cel (Cecília Carvalho)




Eu só queria...
Anna Peralva

Entender os conflitos
que minh'alma sente
por amar desse jeito!
Queria a palavra certa,
aquela não mente
nem cria atritos
ou abre rota incerta...
Não queria esquecer
a floração da estação,
onde eu e voce
éramos o suor da paixão!

04/08/2009



***...***...***


QUANDO ROMPER A AURORA
( ROSE AROUCK )

Quando romper a aurora
e a madrugada se for
quero está acolhida pela manhã
com as vibrações de amor.

Cheia de esperança em um Mundo melhor
vou crer nessa certeza só.
Na pureza desse abraço
ficarei quieta envolvida pelo sol.

Serei a primeira a receber seus raios
porque já estarei no sublime enlevo
dessa hora que me cabe.
É por isso que não quero chorar
pra compor esse poema,
não quero a tristeza como tema,
ele é o todo que sinto nesse momento.

Pedirei a mágica do silêncio
que cale em minha boca o lamento
e desenhe um sorriso feliz nos lábios meus.
Vestida de paz encontrarei o dia
e o dia mostrará a mim em um prelúdio
a força de me deter quando me fujo.
***

QUANDO ROMPER A AURORA

Maria Luiza Bonini

Quando romper a aurora
Tudo será mais simples
Do que é agora

Quando romper a aurora
Terá passado mais um dia
Dessa espera, que tanto angustia

Quando romper a aurora
Estarei mais perto
De um lugar incerto

Quando romper a aurora
Adentrarei onde tudo se faz saudade
Reconstruirei lá a tal felicidade


***...***...***



Inimigo Meu
Marise Ribeiro


O meu inimigo se foi,
desatou-se de minhas asas,
livrou-me de seus fardos
e iluminou meu espírito
ao partir para o infinito.

Enquanto estive em sua companhia,
sofri todas as dores do mundo,
mutilei minhas alegrias
com a lâmina da melancolia,
doei-me ao amor infecundo.

Hoje, acordei mais cedo,
preenchi de coragem e força
os ramos do meu arvoredo,
depois que me libertei do medo.

06/07/05



Inimigo de mim mesma
Arneyde Tessarolo Marcheschi


Misturando-se a minh'alma,
aos meus pensamentos...
aos meus questionamentos...
os fantasmas viviam comigo.

Sem deixar rastros.
Sem que eu os pressentisse
tomavam conta do meu corpo
trazendo o medo para dentro
do meu fragilizado espirito.

Passei a vida inteira
tentando me defender...
me faltava arrojo, coragem
me faltava o principal: A fé!

Cresci, amadureci, voei,
me libertei...comecei a orar.
Aprendi que os nosos medos
são os fragmentos de nossas
tristes lembranças,que
encarceramos no sotão
do nosso coração.

Hoje ao nascer do sol
escancarei as janelas da alma
e deixei que prendese voo
para bem longe...as mazelas
que por tantos anos eu havia
ali guardadas,como se fossem
tesouros...e são sim, minha joia
mais preciosa, a minha
libertação.

Vitória.E.Santo 07/06/2007



***...***...***


Viagem Interior
Itana Goulart


Olhando dentro de minh'alma
Onde tudo me parecia calma
Vi minha mente tumultuada
Não pude acreditar no que vi...
Deparei-me com meu outro eu
Nesse encontro inesperado
Encontrei em meu passado
Algo que estava esquecido...
Uma mulher contente,
Feliz e sorridente,
Que aprisionada sumiu...
Resgatei-a num relance!
Pude sentir naquele instante,
minha vida mudar d'ali em diante...


PerfumedeMulher™
RJ,10/01/10



Viagem Interior
Nídia Vargas Potsch


Na retrospectiva de uma vida ...Vida!
O encontro com a perene dualidade
quase sempre nos surpreende a valer ...

O eu e o mim, integram um ser complexo.
Formam uma só pessoa que, muitas vezes,
estranhamente, entra em choque consigo mesma ...

Eu e mim, possibilidades de viagem interior ...

O dual da Vida, experiências inacabadas!

@Mensageir@
Rio, 10/01/10


***...***...***


TANTO...


Tanto amei
que esqueci de mim,
Tanto sonhei
que não vi o fim.
Esperei tanto,
que evadiu
a beleza do encanto
e a noite eterna surgiu...
Tentei tanto ser
e quanto mais queria,
o ter saber
de mim fugia...
Vivia iludida no princípio,
até que percebi
a beira do precipício
e do tanto que almejava,
fiquei assim,
sem nada!...

Anna Peralva
11/08/2007



E assim sem nada...
esquecida de mim,
enxergo melhor
meu sentimento.
Percebo que errei,
não acolhi teu sonho,
e te deixei partir.
Hoje tanto eu
quanto você,
vagamos sózinhos,
em busca de algo...
um nada que faça sentido;
um sopro de alento,
que vibre
as cordas do coração.
Mas a música que soa,
deste plangente violino,
em tristes notas,
apenas fazem recordar,
nosso grande amor,
que num certo compasso desafinou.
Agora percebo,
talvez tarde demais,
o violino jogado no canto.
Mas sei que
não voltarás atrás,
jamais!
Fiquei assim
sem nada...

Guida Linhares
05/10/07

***...***...***



Boas recordações..
rivkahcohen

Tem quem ame a primavera
pelo nascer das flores.
Talvez marque
algum momento de sua vida,
alguma época onde tenha tido
muitas alegrias
ou simplesmente
lembre seus encontros,
loucos amores.
Tem.. tem quem ame
a primavera..

Há os que prefiram o inverno
porque tiram do armário
suas roupas mais belas.
Às vezes é pelo contrário,
não gostam de sair
e viram
para dentro de si,
na busca
de um lugar mais terno.

Existem
os que vivem mesmo
no verão,
que amam o calor,
praia,
ficar só de maiô
e caminham
sem medo no calçadão..

Mas entendo
quem goste do outono,
pela sua renovação.
Do Cosmo,
vejo o pulmão,
sinto o refluxo
como sendo expulso
tudo que fez mal ao coração.
Todo lugar que me viro
está belo e colorido
e não me culpo
quando pequenina
sentir-me raínha
com esse tapete jogado no chão.
Há os que amam o outono,
nesse grupo
eu me encontro,
ele me traz boas recordações..





Outono-Inverno x Primavera-Verão
Marise Ribeiro


Eu sempre me encontro fugindo
das várias intempéries do desamor:
...a tempestade da dor,
...a ventania da traição,
...a neblina da amargura,
...o frio seco da ingratidão,
...a chuva fina da desventura,
...a nevasca no coração.

Porque o meu corpo só quer sentir
tudo o que lhe traz satisfação:
...o ensolarado da criação,
...o aroma primaveril do amor,
...a brisa fresca do perdão,
...a calmaria da ternura,
...a estiagem do torpor,
...o calor úmido no coração.

Mas o que mais me satisfaz
é a atmosfera limpa da paz!


***...***...***


Mesmo que...
Anna Peralva

Ponto a ponto vou cerzindo sonhos,
assim como se fosse colcha de retalhos;
ao tempo que passa, nunca me oponho
mesmo que o perca, em tantos atalhos...

05/10/2008



Sendo que...
Sol Lua©

Ponto a presponto o tecido-vivo recomponho
através da natureza, no eterno e suave sonho
reconstruo a felicidade no tempo que reponho
vida, por mim tecida, que em meu corpo exponho
18/10/2008

5 de jan de 2010

CORAÇÕES ENTRELAÇADOS



CONQUISTA-ME

Anna Peralva / Theca Angel


Conquista-me!
Fazendo que seja agora
a hora de amar,
deixando que os sonhos
sempre estejam no ar!


Conquista-me!
Cerca minha alma de carícias...
Tuas palavras nela caem benquistas.
Com teus lábios excita-me...
Vejo o quanto os teus olhos brilham...!


Conquista-me!
Deixando-me continuamente encantada
com o brilho suave do seu olhar
e não veja mais nada!



Conquista-me!
faz-me tua eterna enamorada
Deita sobre o meu teu corpo
sedento de amor, hoje sou a tua amada!


Conquista-me!
Trazendo o sol de cada aurora
e as luzes prata da lua,
quando ele for embora...



Conquista-me...
Para o tempo que escorre tão rápido
há um céu esperando intacto,
que nele deixemos nossas marcas...

Conquista-me!
No silêncio da noite toma-me...
A lua já se arrasta lá fora...
É madrugada e ela, entre seus raios chora...!



Conquista-me!
Seduzindo meu corpo em carícias,
traçando suas digitais em minha pele.



Conquista-me...!
Entreabrindo os botões de minha blusa...
Toca-me os esconderijos mais sensíveis
Doma-me...!Que não te importe a aurora...!


Conquista-me! Na leveza da paz,
antes que a palavra se revele
e o tempo não volte atrás...



Conquiste-me...
O sol está surgindo...Vais embora...
A vida se esvai e não mais retorna...
No deflorar dos sonhos...que eu esqueça
teu vulto que parte..e eu enlouqueça ...!


RJ / 27/10/2008

SP/30/10/2008

***...***...***


SERENANDO
Elianna Ellinger/Cida Valadares

Sereno da madrugada
gotejando meu querer,
vai caindo cintilada
alumiando meu ser.

Tal quais continhas de luz
Que caem, brilhando a tez,
Faço-me sereno, amada
Pra alumiar-te ,de vez.


São gotinhas de ternura
sobre meu corpo a vagar,
também as de saudades
ocupando teu lugar.

Vim de esferas distantes,
Guiada por teu pensar
Só para lembra-te, amada
Que é em ti...o meu lugar!

***...***...***

O CÉU DE NÓS DOIS
ROSE AROUCK /
JRONALDO.JR

Estaremos sempre juntos
nesse céu que mora em nós.
Eu vivo por teu carinho
por ouvir a tua voz...


O Ceu não está ali
Ele está aqui...
Meu carinho sempre terás
E minha voz ouvirás.

Quero estar sempre juntinho
da tua alma adorada.
Não te troco por ninguém
e não te largo por nada.

Sua morada é comigo
Aquí tens abrigo
Não quero moeda de troca
Fica comigo e me sufoca.

Sempre é pouco esse pertinho
que avança devargarinho
me deixando alucinada.


A distancia não interfere
Com pressa ou lentidão
Terás todo meu coração.