27 de jun de 2015

Nossa homenagem a querida Luiza Porto


Querida Luiza
 
 
 
Amiga, companheira de longos anos, desde 2008, no nosso Clube de Poetas.
 
Sempre presente, alegre e brincalhona, tantas vezes nos fez sorrir,
nos encantou com sua arte e tocou fundo em nossos corações com
suas poesias.
 
Neste triste momento me faltam palavras. 
 
Eternamente em nossa memória e coração.
 
Siga em paz amiga.
 
Sentiremos muita saudade.
 
 
Marilda Conceição
e
Amigos do Clube de Poetas
 
 
Luiza agora é uma estrela que brilha na imensidão do céu. Mulher poeta, guerreira, alegre, ser humano cheio de graça e beleza. Amiga de todos, hoje o dia é de tristeza, de luto, não mais sua presença física, não mais novas poesias ou mimos ofertados com sua arte, não mais as brincadeiras costumeiras, as risadas... Hoje o olhar jorra sal, salga o rosto e chega trazendo saudades com sua partida, saudades da nossa grande Luiza, que de agora em diante vive no Plano Celestial e em nossos corações, até nossa eternidade também durar... Até um dia amiga querida, até breve Luiza, Luiza porto abrigo, Luiza luz!
Meu carinho sempre, Anna Peralva
 
 
 
 
Aos familiares e amigos nossos mais profundos sentimentos e  carinho
 
 


NOTA DE FALECIEMENTO


O Clube de Poetas comunica a seus associados, amigos e leitores o falecimento daquerida amiga e poetisa, Luiza Porto.

Siga em paz, sentiremos muita saudades



A IDADE QUE TENHO
Luiza Porto
 
 
Tenho eu sei a idade do idoso, mas não me sinto assim,
tenho a idade que quero, com as limitações que meu corpo
impõe, mas posso tudo.
Andar na praia, catar conchinhas, fazer castelos na areia,
um coração com nossos nomes dentro dele.
Sentar num balanço, e sentir a brisa no meu rosto, que tem
rugas sim, mas são marcas de uma vida plena de felicidade.
Abraçar bem forte meus amigos, e dizer eu te amo, todos os dias
aos meus maiores amores.
Viajar e conhecer novos lugares, e ficar deslumbradas com as paisagens
que ainda posso ver.
Sentir o cheiro do mar, e ouvir os sons das ondas quando batem nos rochedos,
sentir que meu coração bate forte, quando meu amor me olha com carinho,
ou quando olho os filhos crescidos e saber que fiz a minha parte...
Que sofri, chorei, sorri e vivi e que tenho muito a fazer ainda.
Quero ter netos, ensinar a eles a brincar de roda, amarelinha ou jogar bola de gude,
contar histórias, fazer pipas e olhar bem dentro dos olhos deles, e ver a vida brotando de novo, e quem sabe, ensinar que a vida pode ser uma poesia, com uma música linda de fundo.
E me encantar com a vida, cada dia que o Senhor me dá como o melhor presente.
A idade que tenho, é aquela que quero ter e isso me basta para ser feliz...
Luiza Porto


25 de jun de 2015

NOSSOS POETAS DE G a L



Estremecer...de amor

George Alves - Joe’A


Naquela madrugada que nos encontramos
o ar estava perfumado de desejo
não haviamos ainda passado do primeiro beijo
mas naquela noite, ao seu toque.........com medo

Passei do primeiro beijo a caricias apaixonadas
Voce correspondia, mas segura ainda não se sentia
de alimentar minhas caricias....eu nao me controlava
nao resistia, seu cheiro me ermbriagava, por mim nao respondia

Seu corpo de excitação incendiava, emanava.... de desejo ardia
No seu hálito sentia...no seus labios e olhar percebia
a janela do desejo que se abria...vislumbrando sua cama tentadora
sedutora...ansiosa por nossos corpos aconchegar... alcoviteira macia

Do controlável, ao inevitável, por me ser irresistivel
das caricias excitantes a entrega delirante
Visão do desnudar...... paixão temula da posse
sentir seu corpo por completo me abrçar, me receber

Na tua alcova, nos seus lençois me envolver
me cobrir, me aquecer..no seu leito macio me acolher
cantar as cantigas do amor ninar.... me dar prazer
Naquela cama macia, na umidade do seu leito com amor...estremecer



EMOÇÕES

Gilda Pinheiro de Campos


Entre céu e mar tantas emoções acontecem...
Na enluarada noite de outono, explode nosso amor
em mil carícias...

Tudo tão lindo, esperado a tanto tempo e que agora
finalmente acontece...
O amanhecer em teus braços, o calor do corpo teu no meu,
os beijos longos, demorados, teus olhos mergulhados nos meus,
dizem tudo que sempre sonhei...

Desnecessárias as palavras, nosso silencio elouquente, terno
apaixonado, fala por si...
Em silencio saudamos a chegada do irmão sol,
 que parece brilhar e aquecer ainda mais o nosso amor...
Em fim sou feliz...

Em 31/03/2012



Esperança
Hamilton Brito 

       
      Eu mantenho a esperança.
      Ela é a ultima que morre.
      Não posso desistir de você.
      Vivo perambulando assim.
      Não gostando de ninguém
      Ninguém gostando de mim.
      Mas creio que isso tudo acabou.
      De longe, nas asas do ciberespaço
      Ocupando todo o tempo e espaço
      Entrando pela caixa de entrada
      Mudou o perfil da minha estrada.
      Tentei evitar,  mas amei você...
      Amei e continuo a amar,
      Por estas coisas que a vida traz
      uma situação que não me apraz
      e eu não posso ainda ter você.
      Não tenho, sim, fisicamente
      você é constante na minha mente.
      Objeto de todos os sonhos meus.
      Espero com muita ansiedade
      Que a vida permita rapidamente
      Unir os meus dias a todos os seus.

      " Io te voglio tanto bene..."



Somente eu.

Hilda Rosa


Há dias que saio e me dispo de mim...
Esqueço a identidade e jogo fora a máscara.
Rasgo o véu que esconde meu eu,
abro meu sorriso aprisionado.

Sou eu mesma.
Acompanho-me  nessa alegria
fazendo parte da natureza,
não me divido.

O tempo corre
volto a vestir a roupa da vida...
escondo essa alegria,
apago esse sorriso
E volto para quem amo.
Sou eu , mas não só para mim.



Não...

Itana Goulart



Nada  pedi
Tudo  dei
porém te preveni
traição não suportarei

Hoje na cama vazia
derramas lágrimas sofridas
Olhando  fotografias
Revivendo nossa vida

No teu quarto reina a dor,
em teu peito o vazio da solidão...
Manchaste o nosso amor...
Não! Não tem  perdão!

RJ, 2011/2012





ÉS MEU CÉU DE LUXO

JRONALDO.JR


Na minha fantasia
Com a mais completa sintonia
E com todo amor do mundo
Criei um amor profundo

Retirei de vez a dor
Deixei somente o amor
E em um delírio extasiante
Te fiz a mais ardente amante

Assim que te quero ter
Alimentando o teu prazer
Sutil e muito dengoza
Saboreando a frondosa rosa

Nos lençóis em desalinho
Faremos o nosso ninho
Na paixão que me inflama
Com você minha eterna dama

No céu de muito luxo
Te pego e te puxo
E frente a frente com teu semblante
Faremos um amor errante

Contigo à meu lado
Em meu corcel azulado
Serei o que meu ser quer
E te farei a minha mulher.




À VIDA ME DEI

Jorge Humberto


Tudo o que a sorte me negou,
aos caminhos que escolhi,
num passado distante lá ficou,
no presente, eis. me vivi.


Longe joguei as recriminações,
todas as palavras malditas,
das vis e insensatas insinuações,
das estradas então proscritas.


Tijolo a tijolo, ergui o meu ser,
que no espelho se via;
e a cada ditoso amanhecer,
de mim, o que prevalecia.


Quais vermes rastejando no chão,
intentaram demover-me,
porém, apelando ao meu coração,
de deter, não deixei deter-me.


Então dei-me ao sol, e à pureza,
com toda a sagacidade,
caminhando com mui destreza,
meu ser feito humildade.



Sentimentos

Junior Pereira Almeida


A cada olhar surge uma nova esperança
Sentimento que penetra nosso ser
Viver com plenitude a harmonia de nossos desejos
Será loucura ou paixão?

A resposta vem através das lembranças
Tudo faz-nos querer nossa presença
Momentos íntimos que vivemos com intensidade
Vidas unidas entre o passado e o presente.

Sentimos o afago dos nossos abraços
Mesmo quando chega a escuridão
Então resta-nos unir-nos em pensamentos
fazendo que não haja alegria em nossa solidão.

O toque suave dos nossos lábios
Aflora uma energia entre nossos corpos
Sedução que irradia felicidade.

Sigamos vivenciando este amor fraterno
Juntos somos mais fortes
Somos um só ser.

Vitória - ES
19/11/2012



CARICATURA

Luiz Poeta

Luiz Gilberto de Barros – às 19 h e 7 min do dia 2 de outubro de 2010 do Rio de Janeiro 



Não me leias como quem disseca um feto.
Há afeto em cada linha do que eu diga;
Há rumor no meu silêncio mais completo;
Há amor na minha dor mais inimiga.


Não te oponhas à minha informalidade,
Nem me ponhas na redoma mais seleta;
O que escrevo é com personalidade;
Afinal, mais do gente, eu sou poeta.


Não me vejas com a câmera indiscreta
Que vasculha cada um dos movimentos
Que eu dou... quando um poema se projeta
Do meu ser, ele carrega sentimentos.


Vira as setas incisivas que tu portas
Para as portas do teu próprio coração...
Quando as mágoas abrem todas as comportas,
O rancor transforma a dor em turbilhão.
  

Só assim tu sentirás o que só sente
O carente coração de um artista
Ante a crítica cruel e inconseqüente 
De um doente e tolo... caricaturista.



SAUDADES

Luiza Porto


Saudade não é passado
pode ser bem presente,
saudades de um amor recente
que acabou sem ter começado.

Saudades dos beijos não dados,
dos abraços que não fizeram laços,
de palavras não ditas,
trocas de caricias negadas.

Essa minha saudade,
é desse amor, que não vingou,
o que poderia ter sido
e não foi...



Delírios

LuliCoutinho   


Caem as pétalas da flor
Sangram de saudade e dor
Meus olhos choram minha tristeza
Revivem em filme a tua beleza.

O coração partido e incolor
Sente a ausência, o desamor!
Os ecos perpetuados da tua voz
Chegam, partem! Deliro este amor!

A procura... O devaneio na madrugada,
Talvez venha me acalentar
Queria encontrá-lo, tanto o procuro!
Sentir teu beijo mesmo no escuro.

Por teu amor, até estrelas brilharão!
Junto ao meu é emoção em turbilhão!
Meu mundo formará um jardim
Anseio teus braços dentro de mim.

Venha logo, meu amor!
Chegue a brumas de sonhador
Traga versos, centelhas de paixão!
Envolva de amor meu coração. 


Arte Marilda Ternura

14 de jun de 2015

Dueto Quisera


QUISERA

Luiza Porto

 Quisera um minuto eterno
E ao seu lado estar.
Um mundo de magia
Sonhar e amar.
Quisera

Marilda Conceição

Quisera meu amor
em teus braços estar
e, poder este momento eternizar.

Dueto Nuvem Passageira


Tudo não passou de uma nuvem passageira
Novos tempos iremos viver
Sentimento verdadeiro
Sorriso de felicidade
Transformando uma ventania

Num feliz pensamento.

Adelia Mateus



Nuvem Passageira
Marilda Conceição


Vento, ventania sacudindo o pensamento.
Vendaval balançando o sentimento.

Momento turbulento!
Foi só nuvem passageira.
Vento, ventania traz de volta a alegria,
transformando em felicidade nossos dias.
27/07/2013

12 de jun de 2015

Enfim Dia dos Namorados - Marcial Salaverry




ENFIM, DIA DOS NAMORADOS
Marcial Salaverry



Chegou o Dia dos Namorados,
e dos enamorados...
Para quem estamos a namorar,
queremos presentear,
e o desejo da pessoa amada, adivinhar...
Porém não podemos nos olvidar,
de que não é só o presentear,
há que carinhos ofertar
e muito beijar, a quem vamos namorar...
Mais importante que o presente,
é o amor que realmente se pressente...
Mais que uma obrigação,
o amor deve ser uma devoção...
Uma simples flor
se ofertada com amor,
toca mais o coração da pessoa amada,
deixando-a ainda mais apaixonada,
do que o mais caro presente,
se o amor não está presente...
Uma singela lembrança,
qualquer coração balança...
Um beijo, um lindo poema,
e está resolvido o seu dilema...
Dia dos Namorados, não é um dia comercial,
Dia dos Namorados é um dia muito especial...
Com amor e muito carinho,
para comemorá-lo, é o melhor caminho

Meu Namorado - Rose Arouck




Meu Namorado
- Rose Arouck -
 
Meu namorado
Esqueço o mundo quando estás ao meu lado.
Quando sussurras palavras de amor aos meus ouvidos,
perco o ar e me livro dos meus medos tão temidos;
sinto a alegria florir os meus olhos comovidos...
Meu namorado
Amor sublime e adocicado,
sol eterno que aquece o meu viver.
Como é bom te ter...
Como é delicioso te ver.
Meu namorado
Quando te sinto encabulado
e apertas-me em teus braços mesmo assim,
ah! como te sinto todo em mim,
afastando aquela fase ruim...
Meu namorado
Gosto do teu jeito bem humorado
provocando-me a gargalhada que contagia,
iluminando com ternura o meu dia,
enlaçando-me de encontro a tua ousadia.
Meu namorado
Vamos ser infinito e consumado.
Exala em mim a fragrância de um abraço
Ah!  aperta sagaz esse lindo laço
pra juntar mais e mais o nosso passo.
 
 
 

1 de jun de 2015

NOSSOS POETAS DE A a F



ABSOLUTA

Adelia Mateus



Sim, sou
absoluta
do amor
gostoso,
carinhoso,
meloso,
dengoso,
safado,
cheio de
desejo,
delírio,
louco na cama
aquecendo,
 beijando,
sussurrando,
sugando,
sentindo
coração
acelerado,
impaciente,
absoluta,
do amor.




Noites de luar ...

Angela*Poesi@


Noite ... de luar azul..
Céu estrelado... 
Lua de raios prateados...
Raios que atingem minh'alma


E desperta meus sonhos...
Já adormecidos...
Amarelados pelo tempo...
Mas Jamais esquecidos...


Meu coração se agita...
E  lagrimas rolam em minha face...
E quando o dia amanhece ...
Só ficam as lembranças...

Brasília 13/05/2004




CHAMAS DO AMOR

Anna Peralva


Coisa alguma nos separa,
somos únicos, unos, onda e mar...
Juntos deitamos sonhos na areia
que em placidez, fica a nos esperar.

Por toda minha vida te amei!
 Chama viva que sempre crescia,
aquecendo a pele em sentimentos.
Nas veias o fluir da magia... Alquimia!

Nossos corpos bailam, ardem... Paixão
que mantém a luz crescente do momento.
Almas que comungam o mesmo verbo,
 presente na composição dos movimentos...

Nem o tempo, que vive colhendo estações
conseguiu semear afasia em nossas emoções!




PAZ

Ariovaldo Cavarzan



Paz é voo de borboleta,
Levitando por sobre roseiral.


É flutuar de pólen,
Ordenando arco-íris,
Ao sopro de brisa fresca
De arrebol.


É suspiro de filho,
Em aconchego de colo de mãe.


É canto de passarinho,
Ciciando segredos
De esperas e desilusões.


É desmaio de abraço,
Mitigando cansaço,
De saudades restadas
Em corpos lassos.

Campinas, 4 de fevereiro de 2015




TUA FOTO

Ary Franco (O Poeta Descalço)



Vi-te deslumbrante e bela em uma recente foto.
Nada diferes daquela que via em meus sonhos.
Sonhos sonhados em passado não muito remoto.
Eram românticos, cheios de momentos risonhos.

Tinha-te eternamente ao meu lado, em pensamento.
A distância nunca impediu de viver minhas ilusões.
Sem reservas extravazávamos nossos sentimentos.
Brigávamos mas voltávamos a unir nossos corações.

O tempo passou e à separação nos conformamos.
Limito meu afã a apenas de ti lembrar eternamente.
Iludir-me na fantasia de que um dia nos amamos.
Tento apagar-te de mim, mas o coração não consente.

Continuarei monologando com meu amor unilateral.
Seguirei imerso no silêncio que me envolve, sepulcral.
Já me conformei com tua cruel indiferença, teu desdém.
Tudo acabará, quando eu partir para além, muito além!





Noite de @

AugustaBS



Eu reclamo, tu reclamas, nós reclamamos.
Um dia meu note, já acordas dizendo que estás mal das pernas.
No outro, sem mais sem menos, tu te vás.
Por dois dias já ficaste de mim ausente, porque não tavas nada bem.
E eu entendo? Nada! Fico P da vida!
E eu aqui usando e abusando de ti.
Meu pobre notebook.
Ontem, levaste não sei pra onde todos os endereços dos meus e-mails.
Bá é de ficar mesmo fora de órbita!
Outro dia desmaiaste, deixaste minha tela no apagão.
Sempre digo que és o ar que eu respiro.
Não te dou folga.
Te uso e abuso.
Te lambuzo.
Mas, cá pra nós...adoras, né?
Adoras sim! Vai, revela!
Todos os dias venho aqui já cedinho te tocar.
Te toco em todos os lugares, aperto no teu enter muitas vezes.
Não te sufoco, te dou espaço, aperto tua vírgula.
Comigo não tem moleza, toco fundo em todos os teus pontos.
Quando quero te dizer algo mais malicioso, vou nas tuas...isso mesmo, nas tuas reticências.
Ai meu note amado!
Te quero noite e dia.
Já levanto pensando em ti.
Muitas vezes esqueço até de dormir e me nutrir.
Ontem, por exemplo, estive contigo na calada da noite e te levei ao máximo dos prazeres.
Te apalpei o que deu.
Fui no +++  e pensei que ias reclamar, eu até poderia ir no deletar.
Mas sei, te conheço...fui direto no teu ponto final.
Gemeste e eu já não me aguentava mais.
Mas fala, fala...foi ou não foi uma noite de @?!







Quando se ama...

Beki Bassan 


Quando se ama,
entrega-se o corpo e a alma.
Ao sentir o amor, tudo vem junto,
sinceridade e felicidade.
Não existe nada melhor
do que um amor sincero...
Nosso coração sente-se realizado,
e nossa vida terá um valor incalculável.
Ame sempre em sincera reciprocidade, 
e sinta este calor,
entregando-se totalmente,
e conhecerá a beleza de viver
com o coração feliz.




Mapa da ilusão

Cel



Ontem tracei um mapa,
da minha vida, caminhos do meu coração,
por onde andei, por quem me apaixonei,
percebi que foi tudo ilusão ...
Nenhum deles sequer ficou guardado,
nenhum deles sequer ficou marcado,
nenhm deles é relíquia do meu passado ...
Lembranças, rostos, nomes,
formavam um mapa de ilusões
vividas por meu coração ...
E eu fiquei pensando,
o que ia levar da vida,
se não guardava emoções ..
Daí senti um vazio no peito,
como se lá dentro dele,
tivessem levado meu coração ...

*** Labirintos da Alma ***
       (Cecília Carvalho)




Alegria

Cibele Carvalho


Não tenho tempo para tristezas;
uma alegria quase indecente
espalha-se em mim, constantemente.
Olho ao redor e vejo beleza;
às vezes causo estranheza
nas pessoas à minha volta.
Em algumas provoco revolta,
porque o mundo sabe ser cruel
e podendo destila seu fel;
não aceita a felicidade,
acha que não é realidade...
Os muito tristes que me perdoem,
mas vamos combinar assim:
cada um viva a sua verdade,
e deixe-me cuidar de mim!

RJ, 27/07/12




Água de Cheiro.

Cida Valadares


Respiração ofegante
explodindo coração,
minando desejos...

Uma tranca trancada.,
Porta murada
chuveiro chovendo...
 Água impregnada
de cheiro de flor.

Uma greta aberta
 olho indiscreto
sentindo o cheiro da água
e sonhando carícias
 Em um corpo nu.

Gotas dançantes
águas delirantes
 Desejos amantes

E esta água de cheiro
invadindo a solidão
Qual ardente tempero

Quais desejos ardentes
Quais paixões perdidas
Quais saudades... Somente!

24/02/2013
Belo Horizonte/MG




QUEM ÉS?

Ciducha



És uma nau,
que navega o meu mar
á sombra da lua!
És quem bem devagar
mesmo em devaneios
me tens toda tua...


És intrepido e orgulhoso
que ousa atravessar no meu futuro
como um clarão de luz
num campo escuro


És a certeza do vento
que vem,como a fumaça
sedento de mim,de nós
neste momento
E assim  o tempo passa ,
enquanto ficas fraco
a padecer de vir........!!


És acima de tudo,
o maior amor meu....
Então.....diga ,responda:
- Alguém já te amou mais que eu??

30/10/2006




Na Rima Que Chora Teimosa

Clara da Costa



Apanho pedaços de nós,
que caem como plumas num delirante bailado,
entre os contornos do teu corpo
ainda presente no meu coração apaixonado.

Entre fragâncias de saudade, 
um filme de nossos momentos passa na mente...
a brisa embala-me, alço voos de liberdade
sentindo tua presença em mim, ainda latente.

Ventos murmuram teu nome,
teu sorriso se ensinua entre as nuvens,
meu olhar voa pelo verso e calo-me
na rima que chora teimosa.




Despedida

 Delasnieve Daspet

.

Partirei sem adeus...

Não me despeço...

Vou embora em silêncio;

Até logo, quem sabe,

Adeus, jamais!

.

Adeus é tão forte

Deixa no ar o fim de algo

Que uniu dos seres.

.

Não digo adeus...

Prefiro que continue na lembrança

O sol ardente, o doce olhar,

Nunca o ódio ou o rancor.

.

Adeus?! Não!

Não irei embora no meio da noite,

Partirei na luz do dia

Para aspirar a brisa perfumada,

Pois,  é para sempre!

DD_Delasnieve Daspet – Campo Grande MS – 04.11.13




CANÇÃO DO PASSADO

Elaine Ermel



Penso em ti sempre!
Porém, muito, muito mais intensamente, depois que o sol se põe,
pois cada estrela que no céu brilha, 
rememora nossos momentos de amor.
A noite é como uma canção que fala de ti,
e tem o poder de fazer com que meu coração galope dentro do peito,
enverede por caminhos trilhados num outro tempo,
em que tão graciosamente ao teu lado sorri!
Quão fascinante! 
E se fecho os olhos por um instante,
tenho a nítida sensação de que estás presente,
acalmando meus medos.
Memória nostálgica de luz que a minha alma irradia.
Quisera nos teus braços ver raiar outro dia!






Paixão Secreta

Eliana Ellinger(Shir)



Nunca foi paixão secreta
o que eu sentia por ti.
Eu clamava aos sete ventos
teu amor que possuí...

Hoje... Hoje guardo a sete chaves,
meu sentir, minhas saudades,
meu pranto, meu desencanto,
com tanta falta de ti...

Recordação de um passado,
por mim toda emaranhado,
guardo e tranco em mim aqui...
Pois todas, te juro, todas pertencem à ti...




SOMBRA

Ferdinando©


Às vezes sinto asco da jornada
Desejo enorme de me tornar vazio,
A pálida sensação de não ser nada
Cobrir-me com a noite sobre o rio...

É flutuante a minha caminhada,
No olhar magoado do meu brio
Desabrochei da vida magoada
Na rota do longe em desvario !

Assim vivo, lastimoso e mudo
Para lá das sombras já vi tudo...
Pinho triste a soluçar os ramos !

O rosto no orvalho é uma saudade
O hoje no amanha é uma verdade,
Da hipotecada vida que sonhamos !

Germany  03-02-11




As mágoas e ressentimentos


As mágoas e ressentimentos envenenam nossa alma

Fernanda dos Santos Garcia Oliveira