5 de ago de 2019

Te Amo!!! - ZzCouto




Augusta BS

Saudades - Yna Beta




Augusta BS

Abriga-me - Vanderli Granatto




Arte AugustaBS

Tô Indo... - Socorro Lima Dantas



Arte Austa BS

Alma Enamorada - Sergio Guedes



ALMA ENAMORADASergio Diniz Barros Guedes


De repenteum rosto surgiuem minha frenteseduzindo meu silêncio.
Desenhava-se alia perfeição do amore sem nenhum pudordisse-lhe que a amava.
No início foram risadasdepois nascia a clarividênciadas tocantes palavraspor horas a fio.
O caminho estava livre,as vozes revestidas de paixãologo o acelerar dos corações,saímos do recinto,
de almas enamoradase de mãos dadas,fomos passearparando para nos beijar..

Arte Sergio Guedes

Meu Poema de Amor-Sidnei Piedade



Ausência- Rita Rocha



 Ausência
    Rita Rocha

 É saudade doendo no peito
 pela carência do amor ausente.
 Um sonho  que foi desfeito
e a dor que a gente sente.

 O choro que brota de qualquer jeito
entristecendo-nos assiduamente.
É o coração  vivendo contrafeito
e saudoso, num viver deprimente.

 Nossos sentidos sempre afeitos
 à incansável dor silente,
 ninguém nota a tristeza no peito
 só mesmo quem a sente.
                                                        
 E seguindo vida afora, vai contrafeito
 cheio de lembrança, recordação dolente;
 tendo na face  um  sorriso perfeito,
 pra quem nos olha sorridente.

Arte Rita Rocha

Amar-te em Poesia-Ógui Lourenço Mauri



AMAR-TE EM POESIA!
 
Ógui Lourenço Mauri
 
Face a detalhes adversos
E a entraves do dia a dia,
Preciso apelar pros versos
E assim te amar em poesia!
 
Meus versos são lenitivos
À falta de teu calor,
Mantêm instintos ativos
Por conta de nosso amor.
 
Amar-te em poesia, sim;
Abrir para ti meu peito!
Trazer tua imagem pra mim
E envolvê-la do meu jeito!
 
Musa és de meus poemas
Instados pela distância.
De ti, vêm todos os temas
E paixão em abundância.
 
Os doces versos saindo,
Dão-me vida afortunada.
Amar-te em poesia é lindo,
Antes isso do que nada!

Na Calada da Noite...As Voltas da Vida...Nidia Vargas Potsch



Na Calada da Noite...
                As Voltas da Vida...
Nídia Vargas Potsch
 
 
Na calada da noite
Sonha-se até o improvável!
Lábios se encontrando em entrega total
Ou ranger de dentes em sôfrega agonia
Percebem-se no revirar dos olhos
Nos gestos inquietos...
 
 
Sonhos e pesadelos se sucedem
Para esquecer ou lembrar segredos.
Segredos ou sortilégios, ambos
Impossíveis de se disfarçar...
 
 
Gritos e sussurros embalam
A expectativa do fato consumado
Ou em vias de...? Sina, talvez!
São eternos desafios escritos ou proscritos?
Voltas da Vida!
 
 
Ah! O Amor! O que importa a saída?
Os artifícios de quem sonha
É ver realizados seus anseios...
 Viagem rumo ao desconhecido
Ultrapassando fronteiras porque
A Vida nada mais é do que
 Uma Eterna Procura!
 
 
 
@Mensageir@
Rio, 02/09/2008

Arte Janinha

AH, O Amor - Marilda Conceição

Ah! O amor!
Marilda Conceição
 
 
Ah! O amor, essa coisa que alucina!
Sentimento forte que invade o coração,
que nos enche de emoção,
toma conta da razão,
tantas vezes desatina.
Faz-nos sorrir, nos faz chorar,
nos faz sofrer, nos faz sonhar.
Quando nasce, adoça a vida.
Quando parte, dói a despedida.
Quando morre, deixa a alma ferida.
Ah! O amor, esse amor me alucina,
me seduz e me fascina.
Amar-te é minha sina!
 
Marilda Conceição
RJ, 11/03/2009  


Arte Marilda Ternura