domingo, 2 de fevereiro de 2014

NOSSOS POETAS DE L a Z


FADO SENSUAL

Luiza Porto


Meus olhos te desnudam
conheço cada traço, 
do seu corpo amado.
Percorro com os lábios,
as sendas do meu querer.

Minha língua, penetra em sua boca
sorvendo da pura essência, e
no aconchego dos teus braços
meu amor floresce...Êxtase.

Teu cheiro de trigais ao sol
fica tênue nos lençóis,
onde morro de prazer e gozo.

Fecha a noite, sorri o dia
te (re)leio com ardor.
Na tua boca ardente e molhada.
Me perco. Em um fado...



Tão Meu!

LuliCoutinho


Um arco-íris de flores
Tão meu! Palavras são ausentes...
Enfeite dos meus dissabores, meus dias
Apenas o silêncio envolve a mente

Devaneio ser a maresia
Que deságua desalentos ao vento
Como a leveza de uma poesia 
Penetrante ao meu pensamento

Eis, surgirem de repente arrebatando minh'alma
Mudos como uma estrela brilhante
Aqueles anseios, descasos, quem sabe do breu?
Aspirações, devaneios frustrantes
Desejos tolos, tantos segredos meus!

Um arco-íris de flores
Aonde Deus me ouve e entende o que ficou
Que eu possa chorar tanto até sorrir das dores
Morrer de amor por um tempo que errou!?




LÁGRIMAS BENVINDAS

Marcial Salaverry


Quando choramos, 
estamos lavando nossa alma...
Lágrimas são sempre benvindas, 
principalmente aquelas provindas
que são provocados por emoções boas...
As emoções, sejam de alegria ou de tristeza, 
jamais devem ser reprimidas...
Se as lágrimas quiserem sair, 
deixe as águas rolar...
Esse amor que sentes,
por alguém que pressentes,
que te desperta inspiração, 
tocando-te o coração,
é um amor que traz alegria para a vida,
tornando-a melhor para ser vivida...
Se provocou lágrimas de saudade,
que sejam agora de felicidade...



PORTO INSEGURO

Maria Lucia Victor


Do meu caminho entendo eu.
Meu norte traço a bico de pena
e no vôo das águias
que ao pôr-do-sol descambam
nos azuis do mar ao anoitecer.


Sigo minha estrada de asperezas
tentando afastar as rochas brutas
das incertezas enquanto pântanos
traiçoeiros me acenam seus perigos.


Só nuvens guiam meu trajeto
e nele me perco de quando em vez,
pois sou humana.


Aqui e ali faço crescer
tímidas violetas
cor de Sexta-feira Santa,
incertas na beleza,
quase mortas,
ainda assim, flores.


Às vezes planto rosas,
que em rubro esplendor
explodem quais sóis fugazes
para depois morrer em mais como pesares
do que como alegrias desabrochadas
em campos de esperança.

Trago comigo uma bússola
que só eu conheço
e com ela persigo
as veredas do destino,
mas sou traída
pelos sentidos e me afogo
nas areias inclementes do deserto
por onde ando.

Prossigo de qualquer jeito.
Nas trilhas das crenças indefinidas,
tanto posso dar no mar
quanto nas estrelas,
mas não há faróis nem guias.

Peço, então, a não sei qual
divindade benfazeja,
mãos postas diante
do fogo sagrado das paixões,
que me faça chegar por fim
a um porto  mesmo que inseguro
onde eu possa crer
ainda que sem certeza.



Sonhar ... Sonhar

Maria Tomasia


Nunca devemos deixar de sonhar
para nossa vida alegrar;
mas que sejam sonhos de amor,
em tempo algum de tristeza e dor.

Sonhemos com o verdume da relva
ou com as frondosas árvores da selva;
com o brilho argênteo da lua
que para os amantes se põe nua.

Não importa o tipo dos nossos sonhos,
desde que não sejam tristonhos.
Melhor será se forem coloridos
e com sentimentos nunca vividos.


Continuemos sempre a sonhar
para não deixar nossa vida soçobrar.
Mesmo que sonhemos acordados,
sempre seremos pelos sonhos acalentados. 




Delira a Poesia

Marilda Conceição
(Ternura)

O que sabes de poesia?
Sabes do amor poeta,
confessas sentimentos ao papel
desenhas versos com sensibilidade e magia.

E do amor que cala
nas profundezas do teu ser
inebriando tua alma de inspiração,
delira a poesia num grito de emoção!



Descobri o que é saudade...

Neide de Oliveira
Cigana



Saudade é sentir  o teu cheiro mesmo sem a tua presença.
É fazer da tua ausência o sonho para te reencontrar
É ouvir nossa música deixando a lágrima rolar livremente
Fechar os olhos e imaginar que estou dentro de ti
Reviver os momentos felizes na solidão dos meus pensamentos
E acreditar que na vida tudo tem seu tempo
É olhar insistentemente para o telefone na esperança dele tocar
Saudade quando vejo duas borboletas voando juntas alegremente,
Desfrutando da liberdade que somente o amor pode nos dar
É recostar na cama e deixar o pensamento me levar até você...
Lembrar a emoção que sentia ao ouvir tua voz e a paz que brotava em meu coração 
com apenas um sorriso teu.
Saudade, é voltar no tempo e sentir toda a emoção de um passado...
Que permanece presente mesmo que ausente.
E por mais que eu tente... Não consigo evitar.
Isto sim é saudade!




Onde Vence o Amor, Vence a Vida!

Nídia Vargas Potsch



Quando renunciamos, mesmo sem querer, 
ao amor esperado ou desejado; e,
nos deixamos entrar na escuridão plena do vazio,
surge, súbito, uma Luz que pode nos conduzir
por um novo caminhar a uma Existência mais completa
de Fé e Esperança que poderá dar certo, enfim... Basta querermos seguir...

O eco que reflete os gemidos solitários do Mundo,
transforma a nosso favor esse Amor, 
 que só poderá ser alcançado 
através das atitudes que tomamos conscientemente. 

Onde vence o Amor, vence a Vida!
A chama da Imortalidade se acende 
e um fluir renovado acontece!


@Mensageir@
Rio, Jan/2014




MEU CAMINHO PARA A FELICIDADE....

by Penhah Castro



Ah! Quantas lágrimas
que rolaram torrencialmente
nas quais eu tentei afogar
toda a lama de uma traição....

As lágrimas caíram no vazio
da minha ora vida desmoronada
Era preciso reagir
reaprender a nadar
no mar da vida
e, nunca se deixar afogar....

Nadei entre raivas e tristezas
buscando sempre uma razão
para justificar tanto mal
que assolava meu coração...

Queria o tormento acatar
de tudo que estava errado me culpar
Porque tolamente insistia
em carregar SUA cruz
Mas em toda a sua vida
eu fui somente luz...

Apos o temporal na minha vida
veio a bonança da esperança
e, pouco a pouco tropeçando pelos erros
batendo nos muros da tristeza
até a mim mesmo resgatar
e, finalmente a felicidade encontrar...




Saudade 

Rita Rocha


Toda saudade é uma poeira de amor
espalhada na estrada  da vida.
Seguindo assim um caminho de dor
sabendo ser difícil encontrar saída.


Saudade! Palavra que  não tem como  explicar.
A gente fica vazia com  a alma dolorida
mas, é tocar o barco e sempre remar
somente em sonhos  achamos  guarida.


“O poeta já disse que saudade
Não tem idade”


Mas rolam lágrimas e muito sofrer...
noites insones, corpo doído, alma perdida.
O que antes, era um lindo  bem-querer
ás vezes, nem um beijo...teve a despedida.


Santo Antônio de Pádua 
Pádua, 21/10/2012




Para Mim

Rose Arouck )


Para mim
 você não nasceu
foi inventado
foi sonhado
e alimentado
por um anjo vagabundo.

Para mim
você surgiu
caído de uma estrela
e como uma centelha
espalhou-se no meu mundo.

Para mim
Você se embriagou de luar
e veio em meu coração morar
esquecido das melenas
deixando grande as coisas pequenas
construiu um doce ninho
com penas que eram apenas
penugens do meu carinho.

Para mim
Você é infinito
é repleto
é bonito
carregando um imenso amor
cheio de viço e calor
metade que não explico.




Sem vingança
Schyrlei Pinheiro

 Não flagele teu coração
com recordações maléficas.
  Tua alma, ferida, não merece
 padecer por  este amor.
 Quem ama, não mata, não fere,
não faz sofrer; perdoa...
para ser feliz,
antes de pagar, ou cobrar
 o preço do esquecimento,
que aos poucos evapora
sem dizer adeus.
 Quem parte vai só;
 quem fica, guarda  em si
a semente da paixão,
e a verá, no tempo certo,
brotar em um outro coração, 
 com a esperança de não precisar provar 
uma gota amarga da ilusão, 
perdida no espaço,
  distante da imaginação.




A VIDA VÔA

Sérgio Diniz Barros Guedes



A vida se dissolve como poeira,
na hora da ida
não tem lado nem beira.
O homem nasce sem rumo
enfrentando o mundo
acertando os passo
dentro do mistério do viver,
ama todos, inclusive a você.
Mas os enganos e tropeços
são os tributos do aprender,
nesta vida nada é de graça
existem muitos preços,
até para amar pagamos!
Temos a carne frágil
e a tentação do sexo ágil,
em resumo, tudo tem seu rumo,
mas se tratando de homem e mulher,
encontramos o eterno e o passageiro,
por isso, eternizamos os instantes do amor,
a vida voa em passos ritmados,
passa ligeiro.




MUDANÇAS 

Shirlei Candido



Creio que todo ser humano sente necessidade de mudanças, 
Todo ser humano precisa de liberdade para voar, e ter suas próprias conquistas.
Todo ser humano no fundo quer oportunidades para se arriscar,
Mesmo sabendo que pode dar errado, todo ser humano quer crescer, e vencer.
Todo ser humano precisa ser motivado a ser feliz, ser motivado a sonhar, e lutar para atingir suas metas. 
Todo ser humano precisa acreditar que é capaz, que pode conseguir, mesmo que leve algum tempo. 
Todo ser humano precisa ser valorizado, e descobrir seus valores. 
Todo ser humano precisa amar e ser amado. 
Todo ser humano precisa ter seu ponto seguro, alguém em quem possa confiar. 
Nenhum ser humano nasceu para viver só, todo ser humano precisa ver gente, precisa falar, se expressar. 
Todo ser humano precisa aprender com as experiências da vida, mesmo que elas não sejam positivas. 
Se o ser humano não sonha e não acredita, não luta e não vive, vegeta!  
Todo ser humano precisa respirar, e não pode viver angustiado e sufocado, todo ser humano 
precisa de paz e serenidade.
Todo ser humano precisa dos seus momentos individuais, precisa pensar, refletir o que 
pode ou não ser mudado.
Todo ser humano também quer seus momentos de adrenalina, aqueles momentos em que 
precisa de certa pressão, decisões rápidas.
Todo ser humano precisa rir e chorar faz parte da vida.
Todo ser humano tem uma criança eterna dentro de si, que às vezes precisa ressuscitar.
Todo ser humano aprende com seus erros e acertos.
Todo ser humano precisa perdoar e ser perdoado, abraçar e ser abraçado, beijar e ser beijado. 
Todo ser humano precisa de um colo, um ombro, um chão para pisar. 
Todo ser humano tem um coração que pulsa dentro do peito, às vezes angustiado outras felizes.
Cada indivíduo é um ser complexo, mas existem coisas comuns que todo ser humano necessita para viver! 





Miscigenação dos cantos

Tarcísio Ribeiro Costa

  
Dos vergéis, sai um som diferente
Desperta toda a nossa atenção.
De espreita, passei, também, a escutar,
Aquele agradável som que se ouvia,
Era a passarada impaciente e buliçosa
A solenizar, aquele anoitecer...

Ao lado, via-se um belo espelho d'água
Que mostrava o sol ainda avermelhado!
Não se distinguia o cantar de uma ave
Mas, a miscigenação dos seus cantos...
 O som vinha na amenidade na brisa
Para aquele ambiente triste-festivo...

É a repetição do momento do ocaso,
Quando o rei dos astros, como um doente,
Sucumbe-se, vencido, no seu horizonte,
Segue-se o mutismo pleno da natureza,
É um instante adverso e melancólico
Colorido de incerteza...


Brasília, 11.12.13




ABRAÇA-ME

Theca Angel


Ao menos uma única vez, me abrace
Deixe em mim, o sensual  de teus braços
Ainda que o vendaval da vida, me afaste
Ata-me por um só momento em teu abraço.

A ninguém iremos segredar este instante
Que seja somente nossa essa imagem
Retrato na mente burilado,  instigante...
A visitar-nos como evocativa aragem.

Quero gravar em tua alma o meu corpo
Ainda que nos reste só um mágico sopro
De tudo o que poderia ter sido e não foi. 

Nas noites em que a lua visitar meu leito
Te sentirei inteiro sobre meu peito...
Numa querência em que o ser inteiro doi!




Sinto tanto frio...

Wilma Lúcia


Dias e noites tão iguais!
Sonhos que passam como um rio.
                      Deságuam num mar de lagrimas reais .                      
    
Querendo sentir o calor de um abraço.  
Mas como, nessas horas, dias,noites vazias.
Sonhos que ao menos enganassem um afago ...
          Para um ser que não aprendeu viver de nostalgias.              
         
Seguindo por esse vazio, que nunca termina,
Sempre quis que o tempo não corresse tanto,
Hoje,espero o dia passar e que a noite termine,
Sufocando o coração , o tesouro da minha vida...




SAUDADE DE TER SAUDADE...
  
Wilson de Oliveira Carvalho



Os raios do sol,
a luz da lua,
relâmpagos rasgando o céu
e depois os pingos de chuva.

Noite escura, 
estrelas sem brilho
tudo vazio como a
madrugada que se inicia.

Inquietação vaga,
lembranças nostálgicas
entram em cena de
braços dados com a solidão.´

Rompendo a amplidão
com passos apressados,
ressoa uma voz roufenha
pedindo socorro.

Lágrimas salgadas
cascateando o rosto pálido
tão abundantes, 
que entristece o ledo menino.

O espaço do tempo 
caminhando com passos
indecisos, margeiam os 
precipícios  do fim do mundo.

Cansado mundo
sem flores nem horizontes
sem amores verdadeiros,
com histórias sem sentido.

Saudade, saudade
e ninguém responde,
saudade, saudade,
saudade de ter saudade
já não me lembro de mais nada... 



Um comentário:

Anônimo disse...

Está muito bonita mais esta atualização do Blog do Clube dos Poetas. Muitas poesias bem escritas e a tradicional apresentação "clean" perfeita. Parabéns À Coordenação através de sua Diretoria e aos amigos. Beijos Theca Angel