6 de fev de 2016

CARNAVAL



AMOR DE CARNAVAL!
ZzCouto®


 
E o amor aconteceu então
na passarela do samba e da alegria,
como não se pensou no entanto,
a música, o colorido era euforia...
 
Os olhares se encontravam,
 corpos em ligeiros movimentos,
brilho, luz e fantazia
e o amor dominando o momento.
 
Carinhos e beijos roubados,
tantas coisas lindas e esquecidas
naqueles dias de brilho na avenida...
 
Corpos suados, amor e prazer
 madrugada de cinza em vendaval,
como se tudo fosse amor de carnaval...






Carnaval das Ilusões
 
Theca Angel

 
Saio pela noite em busca de alegria
Há uma chaga em meu peito
da dor que o corroia...
Me vestí de princesa a cantar ilusões
Em cada verso lembrado
Lembrança de minhas paixões...
Não sabes meu grande amor
O que é a solidão...
Nunca sentiste em tua alma
a cruel desilusão?
Põe teu traje de gala
Esta noite sera sem igual
Meu pierrô eu te espero
Vemos sambar no Carnaval
 
Este samba é só teu!
Esqueça tudo que aconteceu
Caia na brincadeira
Vem comigo, pierrô
Afaga meus sonhos
Sou tua porta-bandeira!

Vem pierrô
Me dê a tua mão.
Mesmo com passos  incertos
Vamos rodar pelo o salão
 
Dê-me somente esta noite
Cantemos o verbo amar
Joguemos fora as tristezas
Vamos somente dançar!





                                 TUDO É CARNAVAL                           

      Marcial Salaverry

      

      Mais uma vez chega o Carnaval...
      Para alguns, oportunidade para reflexão...
      Descanso... paz... solidão.
      Para outros, oportunidade para viajar...
      Os feriados aproveitar...
      Para aquele passeio tão esperado...
      E voltar bem descansado,
      e para suas obrigações retomar,
      e da vida bem cuidar.
      Para muitos, porém, a hora é chegada
      de descarregar aquela energia acumulada,
      ir para as ruas, festejar, brincar, pular,
      esquecer as limitações, a franga soltar.
      É chegada a hora de esquecer convenções,
      não respeitar as limitações
      que a vida nos impõe, em nome da decência e da moral...
      Então, para isso desafiar, existe o Carnaval...
      Esquece-se família, obrigações... o que é isso?
      Nem se pensa no tal do serviço...
      É chegada a hora de se divertir,
      pular, dançar, beber, enfim, a vida curtir.
      Meninas perdem a virgindade...
      Nossa... que felicidade...
      Bem... e as consequências depois?
      Você vem falar disso agora?  Ora pois...
      Bem... tudo é Carnaval...
      Espero que nada lhe corra mal...


Nenhum comentário: