21 de ago de 2017

NOSSOS POETAS - A a J




Amor completo

Adaildes Alves Moreira



Amor não é só receber é doação
Amor é puro e verdadeiro
Amor não é amizade é mais que isso
Amor cresce ele não acaba com o tempo
Amor é saber amar de verdade
Amar é ser completo, não deixa vagas para nada
Amor ele constrói o mundo e nunca destrói
Amor é vida, e quem ama faz o outro viver.
Se sua forma de amar não for essa, você nunca
amou verdadeiramente, só teve trechos de amor, 
amor é completo e correto.




Além de momentos

Adelia Mateus



Não quero só momentos loucos...
Quero momentos de amor.
Viver horas de prazer,
Numa aventura de desejos.


Quero sim...
Belos momentos de paixão
Sem lembranças do passado...
Dos tempos esquecidos...


Quero...
Entrar no teu coração
Gravar lá meu nome...
E nele morar para sempre!!


Quero o teu corpo livre! 
Peregrino de amor, nas ruas do desejo
Disposto a dar-me tudo o que tu és...
Sentir toda a emoção desse prazer.


Dividir nossos corpos em loucura,  
Como chama que corre em nossas veias,
Na ânsia do prazer mais terno...
Num fervilhar de dois corpos loucos.

Quero que este dia seja eterno!!!




Noites de luar ...

Autora Angela*Poesi@



Noite ... de luar azul..
Céu estrelado... 
Lua de raios prateados...
Raios que atingem minh'alma


E desperta meus sonhos...
Já adormecidos...
Amarelados pelo tempo...
Mas Jamais esquecidos...


Meu coração se agita...
E lagrimas rolam em minha face...
E quando o dia amanhece ...
Só ficam as lembranças...




Êxtases

Anna Peralva



Na leve essência do sentimento

levitam corpos em danças exóticas,

mãos que se tocam em mútuas trocas

na beleza eterna do momento.


Metades apartadas que se unificam

ultrapassando a ponte do instante

e assim, lentas vão compondo a união

das matérias, que antes viviam distantes.


Emoções em nós se entrelaçando

na intensidade rara do bem querer,

fluir de sensações plenas vão alcançando

a serena harmonia, que poucos podem entender!


Amor que declara o sentido puro da vida,

encontro perfeito de alma e sentimento,

numa entrega única, sólida, desprovida

de ausências ou qualquer impedimento.


Uma força mística que interliga e reluz,

força embriagante de uma louca paixão,

êxtases... Pele em suor, transbordante prazer...

Gotas que saciam ao cerne, qual cascata de luz!







Emoções

Ariovaldo Cavarzan


Carinhos em flor,
Crepitam vontades,
Em fogaréis de saudades,
Ultimadas sem cor.


Vida que escorre
É luz que se apaga.
É silêncio que enfeita
Amor que ficou.


Que importa se o tempo
Se foi feito raio,
Em lampejos de ilusões?


Restaram fagulhas fincadas,
À espera de novas jornadas,
Em dosséis de emoções.




Amor Bandido

Augusta BS



Que amor é este que tanto te faz machucar? 
Que amor é este que para tudo, te faz calar?
Que amor é este que te faz cego ficar?

Ah meu amigo... isso é amor !

Que amor é este que dos amigos te faz separar?
Que amor é este que até  da família te faz distanciar?

Isso não é amor!

Liberta-te deste amor ingrato !

Que amor é este que te escraviza e te faz humilhar?
Que amor é este que até te deixas pisotear?

Que amor bandido !

Isso não é amor!

De uma coisa tenho certeza, este amor  que nada tem de amor , é capaz até de te matar.
E eu que tanto te amei...
Pelo teu amor, tanto supliquei...
Não te encontro mais, onde estás?
O que restou de ti pra mim... foi só chorar.




Lágrima

Carlos R. Lemberg



Lágrima com gosto de sal

que rola no rosto

do pobre trabalhador.

Quase sempre é sinal

de sentir o desgosto

e ter a imensa dor

de ver o sofrimento

do filho sem alimento

e não ter recurso para o sustento.




Brisa


Cel (Cecília Carvalho)



Brisa fresca que me traz lembranças
respiro fundo, enche meu peito,
me sinto criança, pequena,
como se tivesse asas e pudesse voar ...
Por trás de tanta inocência,
densas nuvens, de chuva e de pranto,
escurecem meu céu, turvam o véu,
do sabor de tanta querência ...
Criança, menina, adolescente e mulher,
em qual delas eu debutei,
já se foram tantos suspiros,
sequer relembro sonhos que eu sonhei ...
E a brisa fresca toca meu rosto,
acaricia meus cabelos e eu,
fecho os olhos e esqueço,
que meu presente é pobre de sonhos,
já não tenho sequer o direito de sonhar ...




PAIXÃO PROVISÓRIA!

Cida Valadares




Não, não  haverão de ser apenas estórias... as minhas memórias.
Pensativas lembranças  hão de roçar as tuas saudades, 
arrebatadas pelo silente caminho das lágrimas,
e refletidas , em qualquer estação.
E te darás conta do quanto foi inglória  esta tua trajetória de andares só.
Como  um carrossel minha imagem circulará,   sem que  precises  espelho... 
E cuidarás de procurar-me, como ondas que, calmamente, 
 se arrebatam,  mas não arrebanham a solidão.
O frio, silente e inocente percorrerá tuas veias e te agitarás no leito,
sonhando um abraço terno.
Estarei presente em toda tua vida, desde o olhar matreiro ao sorriso brejeiro...
Desde o carinho fraterno que acordou, tantas vezes,
meu instinto materno em proteger-te, em feliz querer-te.
Teu olhar alcançará a plenitude da saudade e, embaçado pelo peso do tempo 
galgarás um caminho de volta, apenas uma tentativa...em busca de mim.
E, como eco, ouvirás o estalar de minha voz no mais recôndito silêncio!
E verás, ainda, meu sorriso desenhando um adeus, meigo e final.
Triste e fatal!
Como  cicatriz  perceberás, em ritmo de saudade, 
Que permaneci na tua estória, como o derradeiro amor,
a pétala ressequida  de uma flor...
Sentirás um  lânguido perfume na página que virou.
E... quanto mais carinhosa for  esta angústia 
de lembrar esta paixão ( até quando...) provisória?
Mais, ainda, haverei de tornar eternos...
Estes doces momentos da  nossa estória!



Saudade
      
Ciducha
      


Saudade... saudade da emoção
saudade da paixão
dos momentos vividos
que marcaram a vida da gente. 
Às vezes parece o vento
que passa por nós como uma pluma
de quando em quando é turbilhão
tempestade, maremotos!


Saudade... brisa que carrega o passado!
E no fim de todo caminho,
Mistura-se a saudade
com a desilusão, a falta de carinho...


Nos corações meu e seu
Aloja-se a saudade,
na poesia que componho
misto de vida e de sonho
      

E vou chegando ao fim...




SANTUÁRIO

Elaine Ermel


Há no meu coração um espaço luminoso, de beleza indescritível!
É como um santuário, um jardim sagrado. 
Nada o macula, 
pois não há desígnio dessa possibilidade.


Nele, o amor derrama-se em encantos de intimidade,
flerta com a sedução da paixão,
ascende ao poder incondicional e absoluto da amizade;
o silencio é desejo que sussurra.


Houve, há e sempre haverá no meu coração
esse lugar de beleza indescritível,
onde tua presença, meu amor,
evoca, do desejo, seu ardor!




  
PROPOSTA

Eliana Shir Ellinger


Eu te proponho um caminho...Vem !
Verás a beleza das flores em vivas e belas cores,
sentirás seus perfumes nessa terra dos amores...


Eu te proponho um encanto... Vem !
Verás os passarinhos pelos ares a voar,
ouvirás em seus cantos, um acalanto entoar...


Eu te proponho um frescor...Vem!
A plenitude do céu, a profundeza dos mares,
a brisa fresca silente, em todos os lugares...


Eu te proponho um sorriso... Vem !
Além do paraiso levar-te-ei também,
colando no teu meu corpo como nunca o fez ninguém !


Proponho cobrir-te com beijos... Vem !
Proponho um amor verdadeiro, puro como o cristal,
filtrando um arco-íris como nunca houve igual !


Eu te proponho um carinho... Vem !
Não sentirás um espinho que te possa machucar !
Mas, suaves minhas mãos por teu corpo a navegar...


Proponho a felicidade...Vem!
Já possuis meu coração, minha vida sem pecado,
minha alma junto a tua, com meu amor arrochado...


Em tudo que proponho, junto à ti meu belo sonho,
afora o céu, o sol, a natureza, terás do amor maior riqueza,
unindo nossas vidas numa estrada bem bonita... Vem !




PECADO ORIGINAL

Eme Paiva


Não ficou no passado o pecado original?
Ainda está em voga?
Não foi coisa que ocorreu com o nosso mais antigo ancestral?
Ou será que lá começou, mas continua atual?
Frágil vontade, a dos arquiavós, na ação!
Tanta fruta pra se comer:pêras, laranjas, bananas, romãs...
Mas, também, inclemente demais, 
a punição, para um pecadilho bíblico!


Quem tem coragem, hoje em dia,de trincar com os dentes,
a carne lírica desta bonita maçã?
Quem tem coragem de mascar
as asas desta borboleta-guardiã?


Ah! vocês, lagartas verdes, velozes, vorazes, vilãs
e suas maçãs!
Que pena! vocês fazem o que não deveriam fazer!
Nunca leram o que há tanto está escrito??
Nunca ouviram o que foi dito?  
Não?!!


Pois eu lhes digo:
-Cuidado!
Tristemente edaz foram os ancestrais humanos!
Comeram a sina do "Saber" e do "Livre Arbítrio",
e até hoje não fizemos a digestão...




AMOR   PREDESTINADO 

*Gilda Pinheiro de Campos*



"Esse amor predestinado,
que de vidas passadas vem, é sofrido...
Resgate de carências antigas, carícias não vividas,
ansia de amar, de recuperar o tempo perdido...
De em fim ser feliz...
Quando se encontram, fica aquela sensação de já conhecer...
Os beijos tem um sabor diferente...o cheiro...o abraço...
a paixão explode...e tudo fica azul...
O céu se junta com o mar...surge o arco iris...
Mas o tempo...esse carrasco...cobra vida...
Vem a crua realidade dos compromissos individuais...
A separação...resgate interrompido...a dor da ausência...
As lágrimas...a saudade...
Mas o amor...esse não tem fim"





Folhas Desbotadas

Hilda Rosa



Suave corre o tempo,
passando ora despercebido,
ora corrido.


Há colorido nos momentos outrora vividos.
Agora folhas esmaecidas de um livro já lido.


Mas nelas existem amores vividos,
lágrimas derramadas,
alegria de  enamorados.


Um corpo desnudo
do pudor, por puro amor.
Há sorrisos ruborizados,
cochichos recatados,
planos compactuados,
paixão vivida.


As folhas desbotadas do livro lido
despencam, caídas uma a uma...
aos pés da senhora vida




O Amor Não Dói

- JRonaldo.JR -



Pode-se o amor definir 
Usando o verbo sentir...
Longe de mim esta solução;
Procuro sempre usar a emoção


Por que o amor faz doer 
Se ele vem do teu querer?...
Seria a própria insegurança,
Ou quem sabe, falta de confiança..


Sería o amor paixão 
Aquele oriundo da razão?...
Este não tende muito a durar
O tempo determina e tende a eliminar.


Ah! o amor verdadeiro
É aquele que certeiro 
Ultrapassa o amor carnal...
Quem sabe o amor equilibrio, mental!!!!


É...e está no Uno e no Verso, 
Com sinônimo de progresso,
É fluídico e transcendental,
Único...sem igual!!!


Amai-vos uns aos outros como EU vós amei.
Gravem bem essa Lei;
É o amor sublime no seu total
que está acima do bem e do mal.




O amor não tem idade
   
João Paulo ( Zonzo)

                                            

Na rua onde cresci,

na rua onde vivi,

minha primeira namorada conheci,

Senti meu coração mais forte palpitar

Não conseguia direito dormir,

pensando no amanhã acordar,

abrir a janela e  mirar

minha amada a se pentear.

Que sofrimento ao telefone pegar

para com ela conversar.

Seria isso imaturidade?

Não creio, porque ainda hoje

sinto a mesma sensação,

quando surge um novo amor na minha idade.

Por esse motivo, agradeço sempre ao meu rebelde coração.




Esperança
      
José Hamilton Brito 
       
      

Eu mantenho a esperança.
      
Ela é a ultima que morre.
      
Não posso desistir de você.
      
Vivo perambulando assim.
      
Não gostando de ninguém
      
Ninguém gostando de mim.
      
Mas creio que isso tudo acabou.
      
De longe, nas asas do ciberespaço
      
Ocupando todo o tempo e espaço
      
Entrando pela caixa de entrada
      
Mudou o perfil da minha estrada.
      
Tentei evitar,  mas amei você...
      
Amei e continuo a amar,
      
Por estas coisas que a vida traz
      
uma situação que não me apraz
      
e eu não posso ainda ter você.
      
Não tenho, sim, fisicamente
      
você é constante na minha mente.
      
Objeto de todos os sonhos meus.
      
Espero com muita ansiedade
      
Que a vida permita rapidamente
      
Unir os meus dias a todos os seus.

      
" Io te voglio tanto bene..."




Arte Marilda Ternura

Nenhum comentário: