domingo, 17 de janeiro de 2010

Uma Homenagem

Foi a inesquecível e saudosa Zelisa, que com todo
entusiasmo, trouxe para o CLube de Poetas a
maioria de nossos associados, que tão bem soube
selecionar.
Reuniu e uniu, pessoas do bem,
pessoas que carregam amor no coração,
gente que sabe ser gente.
A você Zel, nossa gratidão, homenagem e eterna saudade.




DÊ-ME TUA MÃO
Zelisa Camargo

Dê-me tua mão
receba o meu amor
que clama por ti
hoje és o meu respirar
o acalanto onde deito minh'alma
e me realizo plenamente

Apenas dê-me tua mão
receba meu amor
que é somente teu


(participação na ciranda "mãos")

3 comentários:

Anônimo disse...

Bela homenagem! A Zel merece ser lembrada, pois além de uma grande poeta foi fundamental para os primeiros passos do Clube. Hoje, em outros planos ela poeta com pó de estrelas! Anna Peralva

Adelia Mateus disse...

Belíssima homenagem a eterna Zelisa.Adelia Mateus

Guida Linhares disse...

Saudades da Zelisa...deve estar encantando os anjos do céu, com a força da sua palavra, o amor e a alegria. Abreijos, guida