4 de set de 2012

NOSSOS POETAS


Ouvir o poeta
Camila Estrela


Deixe-me te ouvir poeta;
Talvez assim eu fique mais alerta;


Porque te ouvindo poeta;
Minha verdade desperta;


E te ouvindo poeta;
Busco a força que em ti é certa;


Quando te ouço poeta;
Meu sonho cria asa aberta;

Não me impeça de te ouvir poeta;
A realidade para mim ainda não é concreta;

 E se eu deixar de te ouvir poeta;
Onde encontrarei o que me completa?

Preciso te ouvir poeta;
Porque me descubro em sua poesia, que simplesmente, me liberta
 
 
 
 
 
 
PRECE AO VENTO
 
Elaine Ermel
 
 
Vento que na fria madrugada
balouça as rosas brancas orvalhadas,
arrasta as flores de laranjeira pelo chão,
envolve nas brumas da paixão, meu coração.
Vento que desvela meus segredos,
viaja rápido,  vai  até onde está meu amor...
Diz a ele que lembro-me das suas caricias,
tão suaves como o voo de gaivotas nos finais de tarde de verão.
Desejo-o com imenso ardor!
Quem me dera ter minha pele
por sua boca rastreada nesse instante...
Ele é minha profecia,
uma paixão tão antiga,
saudade que meu corpo eternamente abriga.
Seara, onde  em qualquer estação,o amor germina!
 
 
 
 
MILAGRE DE AMOR
 
Eliana Shir Ellinger
 
 
Correm lágrimas em meu rosto
pelas saudades de ti...
Onde estás, por que não
vens ?
Não te entendo, me arrependo
de esperar-te sempre aqui...
O silêncio me devora
me consome a cada hora
por amar-te tanto assim...
Que um milagre aconteça
e nunca mais me
entristeça
quando não estás 
junto a mim...
Sinto ardendo meu
corpo,
saudade fere
em cada porto, sem
tuas mãos navegando,
ausência de ti me
amando...
Vem, fica comigo outra vez !
Beija-me doce amado,
dá-me toda calidez !
A cada dia que passa mais te amo !
Em um milagre ,
embora doa a saudade,
proclamo o que o destino nos deu :
Sou tua, apenas tua...
tu meu amor, apenas meu !
 
 
 
 
Sinfonia de outono
 
George Alves (Joe’A)
 
 
Gosto do outono
de ver a natureza mudar de roupagem
de como se despe
sem pudor, com desprendimento
 
pelas roupas que se vão
que deixa cair no chao
expondo suas ramas
sem flores nem frutas
 
sem pensar no passado
somente nos presente
nas roupas novas que vêm
bordadas até o inverno
 
com  brotos e flores
nas preferidas cores
nos panos em folhas
novos verdes ramos
 
do outono a primavera
para no baile das flores
debutar, nas sinfonias
das brisas.. florescer....bailar
 
 
 
 
SAUDADE...
 
 
Gilda Pinheiro de Campos
 
 
Meu Deus....
A saudade é tanta
que meu coração dói...
E sinto medo...
 
Vejo o tempo implacável passando
a distancia aumentando
Eu aqui chorando...
 
Você frio , sem dizer nada...
Até o TE AMO, não chega mais...
Olho a telinha na
vã esperança de te encontrar...
 
Os dias passam longos, conto as horas...
E espero sempre  por notícias,
um sinal que voltas...
Que tortura!!!
 
Será que sentes o mesmo???
E se sentes, por que não vens???
Uma carta, um telefonema...
Um CD com tua voz aliviaria
um pouco essa saudade...
 
Mais um final de semana...
Dias que se arrastam tão longos...
Olho o céu, o Cristo de braços abertos.
 
E oro...muito,
 peço perdão por essa loucura
de te amar tanto....tanto...
Sei que me amas...consolo...
Estou só...muito só...
 
 
 
 
Erramos?
 
Itana Goulart
 
 
Não sei como aconteceu
Hoje não existe nós
Somos você e eu.
 
Afastamo-nos sem perceber
Poucas palavras trocamos
Nos olhamos sem nos ver...
 
Onde nos perdemos?Não sei.
 
Nada pior que solidão a dois.
 
 
 
 
Amor Bandido
 
JRONALDO.JR
 
 
Ah! como eu te quero
com paixão, com emoção
Te amo, te venero
Estás em meu coração
 
É muito mais forte
É intenso, cativante
Vai muito mais além, é inebriante
Te quero como amante
 
És minha amada
Te quero com loucura
É a verdade mais pura
Minha doce criatura
 
Certo ou errado
Te quero sempre ao meu lado
Amor bandido? Amor safado?
O que importa?
Só quero ser amado
 
 
 
 
Sedução
 
JUNIOR P. ALMEIDA
 
 
Entre olhares e desejos
sonhos e imaginação.
Vejo em minha mente
a sensualidade do teu corpo,
sempre desnudado por mim.
 
O toque de tuas mãos
o sabor dos teus beijos.
 Possuem o sabor da magia
e faz-me sentir o prazer,
que guardei somente para você.
 
O calor do teu corpo
o cheiro da tua pele.
Me deixa fascinado
e a cada dia aumenta meu desejo.
Minha vontade de estar em teus braços.
 
E assim o tempo vai passando
e nosso amor sendo eternizado.
Em nossas vidas...
Em nossos corações.
 
 
 
 
Paraíso da Emoção
Lucia Trigueiro


Céu  do amor imenso
noite eterna
suave como amanhecer
corrente de ar cadeia delicada
imensidade da vontade
leva-me
sentido que se dirige
paraíso do oceano infindo
extensão do amor abrasador
embarcação satisfação plena
que provoca elevação
és cheiro de jasmim
vindo à tona
gerando na primavera
desenvolvendo crescendo
alento...... Ser
tomado por sentimento.




VISITA
 
Luiz Poeta ( sbacem - rj ) - Luiz Gilberto de Barros
Às 10 h e 44 min do dia 14 de dezembro de 2005 do Rio de Janeiro,
especialmente para minha irmã de arte e sentimentos Denise  Moura.
 
 
 
Tuas palavras fazem-me uma visita...
Batem suavemente à minha porta,
cumprimentam-me delicadamente líricas,
entram luminosas pelos meus olhos,
abstratam-se nos cômodos do meu coração
 e vão tomando formas diversas...
Num momento são sonhos; noutro, sentimentos;
noutro mais,  são estranhamente parecidas com o que eu sinto...
Sussurram-me, provocam-me, diluem-se no meu silêncio
respirando música, delineando gestos, fantasiando fatos... 
Repentinamente, estamos conversando...
Eu e tua saudade somos tão... íntimos,
que até teu riso sem gargalhada
acorda meus labirintos
e faz jorrar pétalas de lágrimas do meu silêncio mais fundo...
Quando tua saudade não me visita,
visita-a
o meu melhor sentimento.
Eu e tua saudade somos,
inevitavelmente, 
dois espelhos de um lago manso chamado...
amor.
 
 
 
 
O JARDINEIRO E A ROSA
 
Luiza Porto
 
Oh...amada minha
bela e nua... rosa colorida
trocando segredos na madrugada
de amores clandestinos...secretos
 
Deixando no orvalho
beijos de amor
tal qual o néctar sugado
pelo beija-flor
 
Fascinando o jardineiro
rosas...que importa a cor
sempre colhidas
em dias de primavera
no jardim de outras quimeras
 
E o jardineiro movido pelo desejo
percorre seus encantos
e chega ao favo maravilhoso
onde transborda o mel
 
E a rosa, se abre com um beijo
no orvalho da manhã
ficando plena de amor e desejo
para finalmente
morrer de amor.
 
 
Beijos que não te dei...
Luli Coutinho

Os beijos que não te dei
São os acordes inacabados
Da música que te preparei
Na poesia que te guardei.

Os beijos que não te dei
Guardei-os para deixá-lo tonto
Deixarei a malícia nos pontos
Que em teu corpo bordarei.

Os beijos que te darei
Serão eternos e mornos
Guardarás por muitos anos
Na boca que sempre ansiei.
 
 
A POESIA DA VIDA
 
Marcial Salaverry

Vidas cheias de amor,
doando seu calor,
trocando poemas, poesias,
nunca serão vidas vazias...
A poesia da vida,
É contada em sua hora devida...
Poetas doam seu amor
Às musas apaixonantes e apaixonadas...
Além do amor, amizade
e para geral felicidade,
existe muita sinceridade...
Amamo-nos de verdade,
sem mentiras ou falsidade,
essa é que é a realidade...
Amor que não deixa saudade,
Porque não é amor pela metade,
É o verdadeiro amor... uma realidade..
Amor feito poesia,
não é coisa de todo dia...
Poesia feita de amor,
dá à alma mais calor...
Pela vida poetando,
nosso amor vamos doando...
 
 
 
 
Súplica
 
Maria Luiza Bonini


Ensina-me a  te esquecer
 Sozinha  tento em vão e não consigo
Preciso aprender a  reviver
 Sei que jamais estarás comigo

Expulsar meu sentimento
Insistente companheiro
Sem querer, meu bem-querer
 És a alegria de meus pensamentos

Conte-me o segredo
que guardas em silêncio
Amor sem  voz sem rosto
Siquer exite um nome

Ensina-me a te esquecer
E eu te darei em troca
todo  o meu amor, em pagamento



Pai, Peço-te, Sustenta-me!
Maria Tomasia


Senhor, na minha difícil jornada,
peço-Te, não me deixes desamparada;
sei que essa vida é passageira,
e muito estreita a nossa estrada.
Porém na minha hora derradeira
quando minh'alma for a Ti elevada,
ajuda-me a esquecer qualquer percalço:
quero descansar no Teu regaço
e percorrer um caminho florido.
Sei que as ingratidões por que passo
talvez sejam por mim merecidas,
mas, com Tua ajuda, todas serão vencidas
para, afinal, gozar felicidade no porvir.
Porque sou humana, muitas vezes
entro em desespero e choro a dor
da solidão e da incompreensão;
apesar disso, Pai, tento manter a solidez.
Lembro-me de que Tu sofreste muito,
quando Te apedrejaram e humilharam,
praticando contra Ti os atos de morbidez,
contuto não verteste pranto algum.
Ferido, Tu conservaste a placidez;
olhavas, com tristeza, os Teus algozes.
Por tudo isso, meu Pai, eu Te peço:
levanta-me, não me deixa cair
e sustenta-me para não desistir.
Amém!
 
 

Poema da Despedida

Marilda Conceição

 
Não, tu sabes que não fizeste bem.
Que sem ti não sou ninguém.
Deixaste no meu olhar a tristeza do teu,
quando me disseste adeus.
 
No meu caminho deixaste tuas pegadas
e uma saudade desesperada,
que vive em minh'alma escondida,
chorando tua partida.
 
E eu, que te amo tanto ainda,
vivo desta saudade infinda. 
Na memória guardo doces lembranças.
No coração escondo lágrimas de dor
e no poema da despedida
exalto nosso amor.


 Trabalho de arte Marilda Ternura

Um comentário:

Carlos Roberto Lemberg disse...

Maravilhosa esta última Atualização com textos de primeira grandeza de Poetas renomados que só enriquecem a Literatura Poética e nos cativam cada dia muito mais.