domingo, 23 de outubro de 2016

NOSSOS POETAS DE J a O


ALMA ABERTA

JRONALDO.JR


Deixo minha alma aberta
Na medida exata e certa
Para acalentar todos os amigos
E livrá-los dos perigos

Na conduta que expresso
Em rima e em verso
Sigo a frequência do Uno e do Verso
Interagindo com o Universo

Vivo com humildade
Longe de mim a vaidade
Hoje planto minha semente
E espalho para muita gente.

O pouco que consegui aprender
Em versos procuro dizer
Nas pedras que tropecei
E em palavras que acreditei

Acredite meu irmão
O Verbo é ação
Que movimenta a emoção
E explode no coração...




NÃO ME DEIXES AGORA

Jorge Humberto


Minha alegria minha emoção
é saber-te minha para a vida
sobe-me à boca o coração
quando tens de ir de partida.

Nesse momento fico-me a sós
co minhas angustias minha solidão
e eu pergunto-me por nós
na sala vazia da desilusão. 

Não quero perder-te por um segundo
dar-te meus carinhos acentuados
por uma devoção de um mundo
tão nosso e perpetuado.

Quando chegas eu respiro fundo
vejo-te acercar e no rosto o sorriso
e eu fico filosófico e profundo
como tudo o que em nós é preciso.

Logo nos abraçamos apertadinhos
peito com peito a colmatar
os tradicionais pergaminhos
que nos fazem de nós duvidar.

O beijo ansiado não se faz esperar
depois de longo ensejo
em que por ti tive de aguardar
até alcançar meu desejo.

Não me deixes agora preciso de ti
não te deixes abater jamais
e eu dar-te-ei tudo que nasce de mim
mesmo que pareça demais.

Demais é pouco o que te dou
meu coração não tem contradição
e o sino da torre repicou
cá dentro de meu coração. 

Festejemos o estarmos juntos
mão na mão lado a lado
o que para nós é em conjunto
também o é em extremo legado.




Amo...ainda.

Hamilton Brito


O cd acabou.
A mente por aí
o corpo aqui na cama.
Voltei ao passado
Rememorei  todos os meus amores
os possíveis e os não.
Nos impossíveis, você.
Também pudera
você, princesa e eu plebeu
Deu no que deu.
O tempo...
ele nao foi bom para nós dois
não foi bom para você
Os cabelos, brancos.
Onde o porte de rainha?
Confesso que ao vê-la  assim, chorei.
Você vê lágrimas em meu rosto?
Serão por você ou serão por mim
Não sei
Mas acho
acho que amo você...ainda.




Passagens

Juscelino Garcia Marquez


A onde está você
Eu sou homem do vento
Não escolho estação
Sou a brisa suave no coração

Sou a faísca que se ascende
A labareda bailando no meio da noite
O calor nos braços de amor
Sou a vontade que se estende

Sou brasa viva
Calor permanente
Busca da necessidade
Sou a alma iludia

O carvão no chão
A cinza que se espalha
Sou apenas a letra escrita no chão
O desenho feito por um canalha

Sou apenas a saudade
Da passada felicidade
O vento que sopra
A busca do último momento




ARDENTE SONHO DE AMOR

Marcial Salaverry



Um sonho de amor, será um sonho impossível?
Um sonho de amor assim sonhado, 
ainda que não seja realizado,
sempre será na alma vivido...
Beijos poeticamente trocados,
ainda que jamais realmente dados,
sempre serão na alma sentidos...
Essas carícias assim tão desejadas,
ainda que jamais realizadas,
sempre serão imaginadas, e sentidas...
Teu olhar cheio de amor,
ainda que não lhe sinta o calor,
sempre será pela alma visto...
Teu corpo macio ao meu colado,
ainda que não aqui, ao meu lado,
é com desejo pela alma imaginado...
Este amor vivido assim à distancia,
ainda que desperte tão grande ânsia,
é totalmente vivido,
pois assim o sentem nossas almas,
juntas ainda que distantes...




DE SAUDADE EM SAUDADE ...

Maria Luiza Bonini


De saudade em saudade
Percebia que o tempo passara
E a vida, não mais se descortinara
Como sempre fora, em nossa cumplicidade

De saudade em saudade
As lembranças se embaçavam
E, não mais, me acalentavam
Quando tristes ausências, tornavam-se realidade

De saudade em saudade
Ressentia sentimentos perdidos
Na contemplação dos tempos idos

De saudade em saudade
Percorria sonhos interrompidos
Até chegar, inerte, ao limbo do desconhecido




DESENGANO

Maria Tomasia


Pensei ter, em ti, encontrado
a alegria da paz do meu viver
que  perdi no meu passado,
e sempre foi meu padecer.

Contigo, vivi toda fantasia
de um amor que jamais acabaria,
porque achei que não fosse utopia,
e nunca mais, por amor, eu sofreria.

Tu demonstravas tanto amor
em tudo quanto me dizias...
Irradiávamos intenso fulgor,
mas me enganei - tu mentias.

Muito cansada e decepcionada,
de ti, para sempre, afastar-me-ei.
Não quero ser mulher mal amada;
esse tipo de amor, relegarei.




Tarde Demais

Marilda Conceição


Não! Não chore agora.
Jogaste fora todo o amor que te dei.
Não lamente, vá embora
Esqueça que algum dia te amei.

Não soubeste meu sentimento valorizar .
Usaste da mais sórdida hipocrisia!
Fingias me amar.
E eu cega não percebia.

Mataste em mim ilusões.
Roubaste meus sonhos.
Feriste meu coração.
Sufocaste em mim emoções.

Agora volta dizendo me amar.
Como se fosse fácil as mágoas apagar.
Não! Por favor vá embora.
Aqui não é mais teu lugar.

A ferida que deixaste
curei com esquecimento.
Só soubeste me magoar.
Agora é tarde, lamento.

O amor "que se foi
prá nós não voltará jamais".
Vá embora!
Porque agora é tarde,
tarde demais!





Decepção!

Nídia Vargas Potsch


Quando nos decepcionamos
rola uma tristeza tão profunda
difícil de avaliar... Dói, machuca,
fere a alma como se fossem
fortes agulhadas...

Descobrir que uma pessoa querida
pela qual você tem verdadeira estima
não é aquilo que você esperava
e que o comportamento dela 
não passa de uma camuflagem,
 que deixou muito a desejar,
 como se fosse um espelho 
refletindo ao contrário,
é um desapontamento tremendo...

Que lástima! Que dó!





PENSO EM TI

Orlando Caetano



Penso em ti com o meu coração 
destroçado
Penso em ti e no tempo em que 
vivemos juntos
Penso em ti com a saudade 
a corroer-me a alma.

Porque te foste e me deixaste só 
neste deserto?

Falta-me o perfume 
dos teus cabelos soltos
a música da tua voz 
melodiosa
falta-me o teu olhar 
de sol aberto
faltam-me os  teus lábios 
de romã com mel

Sem ti a minha vida
é um vazio cruel
com a nostalgia 
sempre a apertar-me
o peito

Falta-me o ar 
o teu sopro
do teu alento


Nenhum comentário: