terça-feira, 7 de março de 2017

Maria Ninguém em homenagem ao Dia Internacional da Mulher





1 - Marcial Salaverry
2 - Marilda Conceição
3 - Beki Bassan
4 - Sueli Rodrigues
5 - Maria Tomasia
6 - Paulo Silveira de Avila
7 - Luiz Poeta
8 - Ilze Soares
9 - Cibele Carvalho
10 - Vera Hernandez
11 - Augusta B. e Silva
12 - Rute Seubert
13 - Cecília Carvalho (Cel)
14 - Adelia Mateus
15 -  Marilena Trujillo
16 - Rita Rocha
17 - Mercília Rodrigues
18 - Naidaterra
19 - Anna Peralva
20 - Ary Franco
21 - Mara Poeta
22 - Camila Estrela
23 - Maria Olga de Oliveira Lima
24 - Jorge Linhaça
25 - Schyrlei Pinheiro
26 - Junior Pereira Almeida
27 - Nidia Vargas Potsch
 
    
 
MARIA ALGUÉM
Marcial
 

Para ser alguém,
essa Maria Ninguém,
precisa ao menos se amar,
e fazer-se respeitar...
Ocupar seu lugar no mundo,
ir até o fundo
em seu querer...
Querer viver...
Querer seu caminho seguir...
Querer ao menos reagir...
Querer a cara botar,
nem que seja pra apanhar...
Mas saber que não é defeito,
lutar por seu direito...
Maria Ninguém,
seja alguém...
Ame... Ame-se... Viva...
E assim, sobreviva...
 

Poema inspirado na música MARIA NINGUÉM.
 
    
 
    
Maria Alguém
Marilda Conceição
 
    
Sou MARIA ALGUÉM, de ninguém.
Sou dona do meu nariz
da vida sou sempre aprendiz.
Neste mundo conquistei meu espaço
sem nenhum embaraço.
Sou guerreira, braço forte
luto por meus direitos,
corro atrás da sorte.
Sou mulher
Sou MARIA ALGUÉM.
Não sobrevivo, vivo!
Sou emoção, sou razão
Tenho sonhos como outros tem
Sou MARIA ALGUÉM
e, tantas outras Marias também.
 
RJ, 15/10/1012
 
    
 
MARIA ALGUÉM
Beki Bassan
 

Eu me chamo Maria.
Meu nome já diz que sou alguém.
Vivo neste Universo...
compartilho amor com todos...
sou livre como um pássaro...
procuro sempre levar carinho ao próximo...
não importa quem ou aonde seja,
o que quero é poder ser útil,
para cumprir bem minha missão.
Assim minha felicidade estará completa
para  seguir meu caminho livremente,
vivendo, amando, doando,
e gritando que esta MARIA
é alguém muito feliz.
 
    
 
ANJO
Sueli Rodrigues
 

Sou feito Maria
Que trabalha com alegria,
Que canta a vida em poesia
Que não se deixa abater.
 

Sou filha de Maria
Maria que ama, chora e ri.
Que namora a Lua
Idolatra o sol.
 

Sou Maria! Anjo bom!
Que vive a vida a sorrir.
E sorrindo vive feliz
 

Não Sou Maria
bordadeira, cozinheira, lavadeira
Também não sou
Maria Ninguém
 

Sou Maria Poetisa
Que sonha, ama, chora e sorri.
Transformando o mundo em poesia.
Embalando sonhos, dando asas a imaginação.
 

Sou simplesmente Maria.
Sou Maria
Sou Alguém na vida.
 

    
MARIA ALGUÉM
Maria Tomasia
    
 
Meu nome é, simplesmente, Maria.
Sou alguém nesse universo de Marias;
amo, choro, fico triste e faço poesia.
Às vezes, saio distribuindo alegrias...
Da vida, sou uma eterna aprendiz,
mas apesar de tudo que passei, digo,
para quem quiser ouvir, que sou feliz.
Se falam de mim, eu não ligo,
pois sou mulher que venceu na vida,
e fiel com quem é meu amigo.
Contudo, não sou convencida,
mas, apenas, uma MARIA QUERIDA.
    
RJ, 21/10/12
    
 

MARIA NINGUÉM
Paulo Silveira de Ávila
    
 
Não, ninguém pode esconder Maria,
lá vou indo andando, doido, sem destino,
e a cada esquina o acalantar de um canto.
Onde andará Maria?
E assim que eu quase escuto sua voz,
meus olhos fogem num fulgir esquivo,
volvo ao vivo olvido que me envolve em sombras.
rumino em raiva o rol de um rei roubado,
miram-me no olhar um mal amalgamado
Onde andará Maria?
Em todas as esquinas da vida,
agora não há mais dúvidas,
uma só certeza dentre tantas faces cruas
que nunca viste e nem te viram.
    
  
    
CERTAS MARIAS
Luiz Poeta
Luiz Gilberto de Barros 
às 20 h e 8 min do dia 22 de outubro de 2012 do Rio de Janeiro - Marechal Hermes,
especialmente para a Ciranda " Maria Ninguém ", do amado Clube de Poetas 
 
    
Certas Marias sem ninguém são só Marias
Sonhando apenas com alguém que as conforte
Alguém que entenda suas tristes fantasias,
Alguém que seja só o seu príncipe consorte.
 

A cada vez que um cliente se sacia,
E vai embora porque a vida continua,
Deixa na triste solidão de uma Maria,
A sensação de que ela está muito mais nua.
 

Pois cada joia que ganhou, cada colar
Que em vão enfeita o seu olhar por uns  momentos,
Só paga apenas sua dor particular
E seus mais tristes e cruéis ressentimentos.
 

Antes de ir para o seu lar, ela retira
A maquiagem que a deixa insinuante
E no espelho verdadeiro onde se mira,
Logo se vê outra mulher... por um instante
 

E tristemente se sorri e em vão procura
Toda a ternura dos seus sonhos de menina
Que se perdeu na insensatez de uma loucura 
Ao se entregar à sedução de cada esquina
 

Chegando em casa, beija  os filhos, e disfarça
A sua dor com um sorriso desbotado
Pela tristeza de ocultar a própria farsa
Que sempre cobra um pagamento antecipado.
 
 
 
MARIA ALGUEM
Ilze Soares
    
 
Sou Maria Alguem,
que não é de ninguem.
Apenas mulher que luta, batalha,
como qualquer outra neste pais!
Extravaso sentimentos atraves da poesia,
onde falo de amores, dores, muita alegria.
Sou uma mulher realizada e feliz,
que conquistou quase tudo que quiz.
Por tudo isso, sou Maria Alguem
que não é de ninguem,
apenas aquela a quem Deus
muito deu!
    
 
 
MARIA NINGUÉM
Cibele Carvalho
    
    
Quantas Marias existem,
há quanto tempo resistem
às intempéries da vida...
Algumas são tão sofridas
quanto aquela Maria
que na cruz viu o seu filho
ser flagelado um dia...
Maria de qualquer raça,
de lugares mais diversos,
Maria cheias de graça
dentro de um mundo adverso.
Marias tão lutadoras,
algumas contestadoras,
outras, acomodadas,
pedindo para ser amadas.
Maria sendo ninguém,
ou sendo alguém, também...
Maria... não importa qual,
toda MARIA é igual...
    
RJ, 23/10/12
 
    
    
QUEM SÃO "AS MARIAS NINGUÉM"!
VERA HERNANDEZ
 
    
"AS MARIAS NINGUÉM" são aquelas mulheres que
não são amadas e não sabem amar!
São aquelas que não sabem se doar a um homem de corpo e alma!
Não amam e não são amadas!
Nada fazem da vida...
Só sabem ser resmungonas...
Só sabem ter ciúmes...
Só sabem podar um homem...
Não procuram entendê-lo e nem compreendê-lo!
Sabem sim, cobrar e cobrar muito amor e atenção.
Só exigem e mais nada.
Seja uma MARIA ALGUÉM, na vida de um homem!
Se não estiver afim, reduza-se a sua insignificância e vá
achar um outro lugar para você.
Vá se doar, mas nunca infernize a vida de ninguém.
Saiba amar, MARIA NINGUÉM!
Saiba ser amada Carinhosa...
Sedutora...
E mais do que tudo ser, "MUITO MIMOSA".
Todo homem gosta de mulher dengosa, mulher meiga e sem muitas cerimônias.
Seja assim ou então vá procurar seu lugar!
Vá trabalhar...
Ser uma excelente profissional e não fique zebrando a vida de ninguém!
Essa ser, MARIA NINGUÉM...
É minha mais sincera loucura!
 
PS: AMEI-TE
 
  
 

Maria Alguém
Augusta B. e Silva
 
    
Das quatro Marias que minha mãe teve,
eu fui a última
Das quatro Marias que minha mãe teve, eu me pareço mais com a penúltima
Das quatro Marias que minha mãe teve ,quem ganha sempre as roupas novas não é nem a última ,nem a penúltima e nem a ante penúltim
Das quatro Marias que minha mãe teve , quem fica  sempre com o resto é a última.
Nem por isso me sintia inferior, triste e não me achava uma ninguém.
Sou  é uma privilegiada!
Tenho família, tenho alimento, tenho lar e muito amor.
Sim ,sou  a última das quatro Marias.
Só eu quis saber de estudar.
Sou a última das quatro Marias.
A última que na vida quis ser alguém!
    
   
 

Maria Ninguém
Rute Seubert
 
    
Se eu soubesse escrever,
daria a descrição de maria ninguém
das mais diversas!
Se eu soubesse escrever
Diria o que é ser uma maria ningém
Ela suporta as mais duras provas.
Tem sua alma solitária,
por um ciúme doentio.
Vive pensativa o rosto molhado em lágrimas.
Inconformada com a vida!
E... sempre repetindo, eu gostaria de ser
uma maria alguém.
Uma Maria que sonha em ser feliz
um dia.
 
Itajaí SC
    
 
 

Maria
Cel (Cecília Carvalho)
 

Lata d´ água na cabeça,
lá vai Maria
e a poesia vai bailando,
nos seus requebros, seus sonhos embalando ...
Maria que vai com as outras,
que soltas,
se entregam nas noites furtivas
aos homens bandidos
sem coração ...
Maria, simplesmente Maria,
Mãe de Jesus
Santa Maria, a única pura e virgem
como ninguém ...
Maria, Maria, Maria,
teu nome Maria só de ouvir a todos faz bem,
eu sei que teu nome é Maria
o meu também ...
Me chamo Cecília Maria,
tenho tres irmãs Maria
são tantas Cecílias
mas são mais as Marias
e viva as Marias
nuas, vestidas, pobres ou ricas,
o mundo não seria nada
se não existissem as Marias,
amadas, mal amadas
sofridas, na vida
com ou sem poesia,
carregando água, lavando roupa no rio,
Maria ...
na beira do fogão, cuidando do filho,
Maria ...
que sejam então abençoadas ...
viva Maria!
    
   
   
MARIA ALGUÉM
Adelia Mateus
      
 
Sim!Sou mais uma Maria,
entre tantas Marias que ...
sonha,
chora,
sofre,
ama,
que sabe ser
carinhosa,
sedutora,
amante,
alegre,
e que continua sendo
forte, nos momentos
difíceis desta vida.
      
     
 
Eu? Maria Ninguém?...
Marilena Trujillo
 

Sou a Maria de hoje... a Maria
Que não tem dono nem senhores.
Uma Maria cheia de charme e alegria,
Confiante em sua força, sem temores...
 

Sou a Maria que trabalha e arrasa,
Que passeia feliz pela praça...
Que sabe que é forte e cheia de graça,
Que nada teme e as mangas arregaça.
 

Sou a Maria que ama, briga, grita...
Como tantas Marias desta vida!
Sou mulher brasileira, mãe e artista,
Quer coisa mais gostosa e bonita?!
Sou Maria sim! E toda Maria é "Bendita"!
 

24.10.2012
      
     
 
Maria Ninguém
Rita Rocha
 
      
Maria Ninguém é aquela que da vida apanhou
Foi enganada no seu mais íntimo pudor
É aquela que trabalha e à vida não mudou
Mantendo a esperança e ainda sonha  o amor.
 

Acorda cedo, o sol ainda nem raiou
Vai à busca do pão com afinco e ardor
Bem cedinho, nem viu se o filho acordou
Vai pro asfalto  atrás do seu labor.
 

Maria Alguém! Maria Ninguém!
São todas  Marias...filhas de Deus!
Trazem o nome da  Mãe do meu Senhor!
Assim como  minha mãe, que também é Maria
Na graça, na bondade  e na vida... era só amor!
 
Santo Antônio de Pádua/24/10/2012
 
     
 
Maria Ninguém?
Mercília Rodrigues
      
     
Expectante, tesa, solitária imagem!
Alheios gestos,olhar vazio...
Reproduzida tela na tiragem.
Semblante sem sorrir .Tão frio!
Silente voz...emudecida.
Absorta, alheia, gestos vãos ...
Se fosse de pedra esculpida,
Seria esfinge pronta do artesão.
Turbilhão de imagem sobrepostas
Nos redobrados pensamentos...
Fogem-lhe idéias no momento .
A mente,então ali se posta ,
Na mudez doentia deste ser .
Chafurda-se em labirintos mil ...
No fundo do túnel de querer,
Traz o inferno pronto em seu covil !
      
      
   
MARIAS
Naidaterra
 
      
Ninguém, alguém, de quem!
Que venham todas as Marias
nobres e póbres num vai e vem
gostoso todos os santos dias...
      

   
      
MARIA NINGUÉM
Anna Peralva
 
      
Sou apenas mais uma Maria
como tantas outras na vida
que resistem à dor
do desamor.
 
      
Sou Maria que sempre sorria
com a alma em lágrimas.
Maria do olhar sofrido,
do tempo perdido.
 
      
Sou aquela que amou
e de tanto amar buscou abrigo
num outro corpo,
semimorto...
 
      
Maria dos sonhos paridos
nos redemoinhos da alma.
Maria das luas,
tão nuas...
 
      
Maria de si esquecida,
Maria cheia de graça
que passa além.
Maria Ninguém?
 
      
Maria de todas as raças
que reza ao mundo baixinho.
Maria e sua cruz,
Maria, filha de Jesus!
      
2012
      
    
 
MARIA NINGUÉM
Ary Franco (O Poeta Descalço)
 
      
Nasceste na favela, humilde família.
Deram-te o sublime nome de Maria.
Barracão pobre, quase sem mobília.
Pais trabalhando, por uma ninharia.
 

Já adulta, nunca deixastes de estudar.
Durante os dias tinhas que trabalhar.
Lutando, conseguistes ser professora.
Mas teu sonho era ser uma doutora.
 
      
Infelizmente, pela profissão alcançada,
Jamais fostes justamente recompensada.
Tanto lutastes para um dia seres alguém.
Vives à míngua, és uma Maria Ninguém!
 
      
A ti está entregue o destino de uma nação.
Cultura com denodado ensino e educação.
No mesmo barracão continuas morando.
Perdoe-nos. Por ti, ficamos todos orando!
 
   
 
MARIA NINGUÉM
Marinez Stringheta/Mara poeta
 
     
Nos momentos
De angústia e solidão
Perdemos o chão
E se ninguém nos dá a mão
Não importa o nome
Muito menos o sobrenome
"Alguém", "Ninguém"
Pouco importa...
 
      
Abra a porta, se reerga...
Volte a crer, volte a viver
Encontre a fé na oração
Preencha de amor, o coração.
Fanatismo, modismo
Pessimismo
Anulam, aniquilam
Maria Ninguém:
- Seja Você! Faça a Diferença!
Abaixo o "ismo". Abaixo a Descrença!
 
   
 
      
Quem é Maria?
Camila Estrela
 

É minha mãe, minha irmã, minha tia;
Todas aquelas que se colocam a caminho, sem perder a ousadia;
Fazem tudo a seu tempo, correndo ou vagueando, equilibrando-se na estrada escorregadia;
    
 
São aquelas que têm por algo intensa nostalgia;
E ao mesmo tempo a certeza de que tudo poderá ser melhor um dia;
Que encaram as frustrações sem a menor covardia.
      
 
Estão sempre sorridentes, bonitas e cheias de alegria;
São aquelas que andam de salto alto, mas também com a mão na bacia;
Não perdem o rebolado, mas olhando de perto existe sim, um pouco de melancolia.
      
     
São cheias de saudades, amores, desencontros, sonhos desfeitos, quem diria?
Aparentemente frágeis, mas na verdade brota delas intensa força que irradia;
São tantas e tão singulares, e todas ao mesmo tempo, poesia.
      
     
Com suas belezas e seus feitos, transformam o mundo com maestria;
De chefes de negócios a donas-de-casa, fazem de tudo um pouco, devem contar com magia!
Sustentam a todos, mas poucos as sustentam, são meninas crescidas, são Marias.

Outubro, 2012
 

 
 
MARIA ALGUÉM
Maria Olga de Oliveira Lima
 

Sou Maria!
E para mim basta: Maria
Por ser o nome da escolhida.
Maria da Fé.
Maria que se manteve em pé,
a prova de amor.
Maria do pleno amor,
Que traçou o caminho da dor
Pela melhor causa da humanidade.
Maria! A grande Maria!
Quisera eu,
Ser um pouquinho dessa Maria
De coragem,
Que com o Seu Sim
Pode dizer:
"Faça-se em mim,
Segundo a Tua vontade".
 
 
Marias, ah, as Marias...
Jorge Linhaça.
 

Marias ninguém? Marias alguém!
Tantas Marias, de nomes diversos,
Tantas Marias de fados perversos,
Tantas Marias, daqui e d'além
 

Fossem Marias, Marias somente,
Pobres sementes no vinga- não vinga
Nas terras secas, no chão da caatinga
Com'outras tantas no sol inclemente
 

Mas as Marias, eternas Marias,
Tem a mania de tudo enfrentar
Damas da noite ou luzes dos dias
 

São marisqueiras na baixa do mar
São empresárias, são mães de família
São as Marias de todo lugar.
 
Salvador, 27 de outubro de 2012
 

    
Qualquer Maria Ninguém
Schyrlei Pinheiro
      
     
Apesar de não ser nenhuma, uma  santa, 
e sim uma pecadora como as "Marias", talvez
Tenho  aqui os mesmos direitos e titulos que tens,
Mas não sou  nenhuma  "Maria" qualquer
Posso ser uma amiga, ou até  inimiga
no tempo que quiser,
mas jamais serei, nesta vida,
uma "Maria" qualquer
      
    
 
     
"MARIA NINGUÉM"
Junior Pereira Almeida
      
     
São tantas as Marias neste mundo
Vitoriosas, astutas Marias
Ousadas, atrevidas, trabalhadoras Marias
Cansadas, batalhadoras, queridas Marias.
      
 
Conquistaram seu espaço
Fizeram uma revira-volta total no mundo
Surgiram outras Marias.
      
 
Outrora sendo "Ninguém"
Maltratadas meninas Marias
Guerreiras, vencendo batalhas
Sim, são tantas Marias.
      
 
Maria Ninguém?
Que nada, são sim..."Alguém"
 
      
São Mulheres que dão tudo de si
para vencer a vida arredia.
Sim, são Marias...
      
     
Arquitetas, Artifices, Alunas, Artesãs, Artistas, Atletas
Biólogas, Bateristas, Beatas, Bibliotecárias
Construtoras, Contadoras, Cientistas, Catadoras, Cineastas, Carpinteiras, Costureiras
Diretoras, Dentistas, Domadoras, Diaristas, Donas de Casas, Deputadas
Enfermeiras, Eletricistas, Engenheiras, Economistas, Esportistas
Farmaceuticas, Fonoloaudiólogas, Faturistas, Floristas, Fisioterapeutas, Fotógrafas
Geólogas, Gerentes, Garis, Garçonetes
Ilusionistas
Jornalistas, Juizas, Jogadoras
Lavadoras, Lavradoras
Mães, Médicas, Marcineiras, Mecânicas, Manicures
Nutricionistas
Operárias
Pianistas Professoras, Pedagogas, Promotoras, Pintoras, Poetizas, Prefeitas, Presidentes, Policiais
Roteiristas
Supervisoras, Socialites, Senadoras, Segurança
Tratoristas, Tradutoras, Tecelãs
Vocalistas, Vereadoras
Xadrezistas
      
 
Ainda vão continuar achando que sou "Ninguém"?
sou Maria... tantas Marias.... todas as Marias
sou "Maria Alguém".
      
Vitória - ES
7/10/2012
     
 
 
 

Maria, Marias...
Nídia Vargas Potsch
      
     
Marias guerreiras,
muitas vezes sofredoras,
empreendedoras, vencedoras.
Marias que fazem acontecer!
Entre elas existe
uma única Maria que lhes diz:
Eu estou aqui!
      
@Mensageir@
Rio, 28/10/2012


Arte Marilda Ternura

Nenhum comentário: