23 de nov de 2011

NOSSOS POETAS


AMOR DE INVERNO...
Nídia Vargas Potsch


Coração agasalhado, alimenta a magia
de sonhos refletidos em loucas fantasias
pela luz diáfana de milhares de estrelas,
onde o amor encastoado se desenvolve pleno,
vela pelos anseios e cuida dos desejos...

Respondo teu vigoroso chamamento,
com ganas de chegar bem rápido.
Vou ao teu encontro, corpo faminto,
ardente de paixão...
Entrego-me prazerosamente a ti
num arroubo de felicidade sem igual.
Este amor não resolvido,
esta distância que nos separa, nos deixa
inseguros se não a encararmos de frente...

Quero ser para ti
como este dia branco de inverno
que nos faz frementes por carícias querer.
Abrigar-te demoradamente,
acolher-te e aquecer-te a alma e o corpo nu,
em sucessivas investidas de prazeres
a tanto almejadas e sonhadas...
Entorpecidos de emoções à flor da pele,
sufocamos de tanto amar até caírmos,
um nos braços do outro, envolvidos,
permaneceremos eternizados,
exaustos e bêbados de puro êxtase!



EU ERREI...MAS TAMBÉM ACERTEI...
by Penhah Castro

Errei ao procurar a sua vida mudar...
Errei tanto porque não posso mudar
nada que não esteja em mim...
Você se sentiu inseguro,
despencou deste seu falso muro,
e, se mostrou tão fraco,
tão perdido na vida,
com tanta lembrança sofrida...
Apanhando da solidão ...
Cambaleando nas culpas sentidas...
Com seus sonhos embolorados...
Querendo uma liberdade solitária
porque egoísta e, prepotente,
não pode atrair muita gente...
E, eu não podia mergulhar
neste seu oceano de loucura!

Hoje eu somente quero pedir perdão!
Perdão de todo o meu coração...
Porque o abandonei
neste atoleiro de emoções
que você se meteu....
Desisti de lutar por este sonho
porque você se mostrou enfadonho...

Vou seguir minha vida como se fora um novo filme
onde a artista protagonista é
feliz,
é guerreira,
é ousada...
Ela vai se empenhar nesta estrada,
para recuperar o que julgava perdida...
Recuperar o meu afeto...
Aumentar a minha auto estima...
Alimentar minha felicidade!
Os meus sonhos...
E, novamente viver uma vida de verdade!



EXPLOSÃO DE VIDA
Priscila de Loureiro Coelho


Explode vida, explode
Transborda em meu coração
Pois só você é que pode
Ensinar-me o que é paixão

Explode vida, cativa
Riqueza de meu sentimento
Explode e improvisa
O seu próprio ensinamento

Explode vida, alegria
Que sou feliz de verdade
Explode numa poesia
Que cante a liberdade...

Explode vida, enriquece
Meus sonhos e ideais
Explode e me enlouquece
Como todos os mortais

Explode bem no meu peito
Como um vulcão muito antigo
Refaz o que foi desfeito
Neste sólido abrigo...

Explode vida, altiva
Meu elo com o Criador
Pois quanto mais eu for viva...
...Mais vivo será meu amor!



ALGUMA RAZÃO HÁ...
rivkahcohen


Quantas vezes eu vi a neve chegar..
cobrir os campos,
gelar a água
dando ordem para tudo aquietar.
A natureza
entra num respeito silencioso
que com certeza
alguma coisa está a nos ensinar..
Quem sabe
para aguardarmos
quando estiver difícil
de suportar?
Cada movimento,
observo...
e com honestidade,
confesso,
D'us Está lá!
E com Seu Consentimento
vejo o dia mudar...
Abrindo um sol imenso
para que os pássaros
voltem a cantar.
Como é belo acompanhar
todo um bando a voar,
por-se nos galhos da árvore
e quando o sol surge por inteiro
saem em revoada
talvez a nos mostrar
a obedecer
quando o Mestre
mandar
porque para tudo,
alguma razão há!



SONATA DO AMOR
Rogério Miranda


Viva na intensidade de sua luz
Contemple seus sonhos
e viaje em suas esperanças,
deixe entra a felicidade
e seja um conto na lenda
de sua existência....

Na liberdade de seu caminho
colha flores,
viva como a beleza
de um jardim,
que doa seu perfume
ao tempo...

Espalhe-se no vento
de seus pensamentos,
pensando que a vida
é a sonata do amor,
no clássico momento
de sua paz...

Veja o amor
como o alimento de sua alma,
seja o pássaro de sua liberdade,
desperte o sentimento do amor
e lembre-se que você nasceu
para ser feliz,
pois somos o universo da criação...

poeta da paz



MEMÓRIA INCONSCIENTE

Rosa Magaly Guimarães Lucas
- Eire


Essa memória inconsciente e fria,
Tem me feito chorar constantemente
Ao colocar-me outra vez frente-a-frente,
Co’ músicas, pessoas, e a alegria...

Não a governo o tanto que eu queria,
Pois ela é forte e aos poucos, lentamente,
Vai me fazendo sentir novamente
Uma emoção que às vezes me feria.

Em troca dá-me coisas a bandida,
Que pela vida longa se perderam:
Ouvir na voz da bisavó querida,

Belas canções que sempre me prenderam...
Sentir a dor, a graça, enfim, a vida,
Que do destino as aranhas teceram.

Jacaraípe, Serra, Espírito Santo, Brasil, 06 de Outubro de 2007.



ME PERDI DENTRO DE TI
( ROSE AROUCK )


Me perdi dentro dos teus olhos
e não consigo me encontrar.
Estou inerte, sem movimento,
estática, parada, no mesmo lugar.
Preciso sair,
desse círculo a me guardar.

Vou extravasar os meus medos
de viver sem ter
o caminho desejado,
e voar nesse céu já ocupado
pelo expoente do teu ser.

Preciso procurar...
minha cara desvalida
quieta e envolvida
pelo calor do teu sonhar.

Arrancar
minha imagem,
desse vale com coragem.
Unicamente te extrair
para que eu possa te seguir
sem comigo me esbarrar.



AMANHECER E ANOITECER...
UM CICLO!

Amanhecer-M.
Roze Alves


Hoje, é mais uma noite
para a alegria.
Sinto-me tão só,
tão sem chão ...
Metade de mim
se prepara para sorrir
e a outra metade
sente o choro
contido da indecisão, da solidão ...
Tenho que saber falar
continuo só.
Amanhecer sem brilho,
sem vontade ...
Uma música,
outra,
um pequeno alívio,
e não vem ninguém ...
O anoitecer me envolve,
me sufoca ...
Como fazer?
O que dizer?
Outra música,
o que será que ouço?
Alguém?
Ah! O anoitecer permanece!
Sorrio para mim mesma,
coincidência, Anoitecer?
Um sorriso mudo
e algo muda no anoitecer,
estrelas aparecem ...
O Anoitecer me envolve, me encanta!
Quem sabe isso seja Esperança?
Mesclam-se os tons da vida ...
Sinceridade?
Creio na promessa!
Passo a esperar com deleite meu antonimo ...
Enfim, no anoitecer, também há luz!

Rio, 2004



A SAUDADE SEMPRE FICA
Schyrlei Pinheiro

Fica comigo, saudade,
deixa-me em teu colo adormecer,
quero sonhar felicidade,
sentir o gosto da liberdade,
semeada nas entranhas da terra.
Meus olhos, orvalhados,
roga a Deus este carinho.
Preciso sentir, e ter,
a saudade, somando no tempo,
multiplicando a razão
do meu viver.
É assim,que o mundo existe
e a verdade não ousa desaparecer,
do coração de quem ama
sobre a terra fértil, batida,
em luta pela vida,
ainda que ferida,
não se perde a esperança,
companheira da saudade,
que também não pode partir.
Fica, comigo saudade,
és tudo o que tenho,
para em paz,renascer.

Rio de Janeiro - Brasil



AMO-TE
Sérgio Diniz Barros Guedes


Percorro teus cabelos,
rosto e lábios,
exponho tua beleza
na palma da mão,
seu lindo olhar convida-me
para beijar.
Beijo terno, primaveril, amado,
submisso aos desejos...
Os sentidos voam
acatando o silêncio,
os rostos dobram-se
no colar dos lábios,
procuramos as cavidades
que se encaixam
no crescer da manhã,
inquietando juízos,
suscitando uma leve palavra:
AMO-TE.



PENAS DEL AMOR

SKORPIONA


Esta pena que me agobia
ha resquebrajado el corazón
que enceguecido por amor
hizo caso omiso a la razón.

No soporto su silencio
pienso en él constantemente
su presencia imprescindible
hace intolerable esta soledad.

Cómo hacer para olvidar
y arrancarlo de mi mente
amputar de raíz este cariño
que provoca tanto desconsuelo.

Si pudiese zarandear mi corazón
expurgar de todos sus pesares
conseguir que emerja airoso
y presuroso siga por el mundo.

A partir de este momento
cerraré mis puertas al amor
pues soy reacia a concebir
esa extraña relación amor/dolor
que siempre traen consigo
las penas del amor.



ASSIM CONTINUA A VIDA
Sol Lua©


No instante
em que o Sol surge,
a vida renasce.
O ar se torna leve,
as flores exalam
raros perfumes.
Na claridade do dia
a energia se espalha.
O astro rei em seu brilho
prepara caminhos,
para a mais pequena criatura,
até a maior das feras viventes.
Desde a simples melodia
até os ruídos mais potentes
Assim é a vida...
Onde a poesia declama o poeta.
Onde os sonhos são desejados.
E a realidade possibilita
a continuação dos anseios.
O amanhã quem sabe
o que se fará... O que virá.
Na terra os anjos cuidam
para que os encantos
nunca se percam...
E o amor nunca se acabe...
Pois, vale a pena viver
se soubermos amar...



CARÊNCIA
Sueli do Espirito Santo


Amor inusitado, nascido na ausência
no desejo ardente a se aflorar
pedindo um corpo para explorar
explorando para suprir a carência

Aos poucos crescendo de tamanho
em tantos momentos declarado
em poucos momentos aclarado
se tornando cada vez mais estranho

Ainda assim mantendo a esperança
de um lindo sonho vir a realizar
e a felicidade enfim se concretizar
esperança, sonho, hoje na lembrança



INCONSCIÊNCIA
Tarcísio Ribeiro Costa


No recôndito do inconsciente
paira a latência do tudo,
é um vácuo disforme,
silencioso, inconsistente...
O útero virgem,
onde se gestam os segredos
do porvir...
Há um limbo onde, ocultamente,
gera e se desenvolve o feto
concebido pela a alma...

Numa profunda calma,
se desenham os sonhos,
quase empre contraditórios,
mas, refletem os anseios,
permeiam dúvidas e enleios
e o sentido do viver...

Pode ser tudo mistério,
como o silêncio do mosteiro,
com ar transcendental,
onde o bem e o mal
se conflitam por inteiro...

É no inconsciente
que se chocam a alegria e a dor,
o repúdio e o amor
e no distúrbio desses conflitos
nasce o pensamento,imbuído em oração,
à procurar a solução,
na paz do Senhor.

Brasília - Distrito Federal



ANJO...OU...MULHER ...?
Theca Angel


Aproxima-te , olha-me...nada tema...
Sou mulher como outra qualquer
Com alma, coração, sentir , pulsar
Com meu jeito todo peculiar de amar.

Não te fies jamais em meu olhar
Se o timbre da voz te acariciar
Atenta porque jamais direi...Amo você!
É um privilégio que não te concederei!

Se me tomas pela mão e pensas
conseguir ler bem dentro do coração
Desista, isso é tolice, sei disfarçar
te ofertarei só... segundos de atenção.

Tanto sofri que finalmente aprendi
Não desvendo jamais minha emoção
Uma vez amei e cedi à tentação
Sofri, sim...E este tolo interior, feri...

Mas é inútil tentar, não posso negar
Existe sede de amar dentro de mim
Sensações, desejos, não há um fim
Não posso aceitar os sonhos renegar!

Não entregarei a ti meus pensamentos
As horas frias são minhas e não permito
Que te infiltres em um só momento
De meus lábios não ouvirás um só lamento!

Promessas...seriam tão fugazes como o vento...
Lágrimas eu as perdi...Levou-as o tempo...
Sonhos, se quiseres teça-os enfim....
Não existem ilusões que vinguem em mim

Venha...Aproxima-te, diz o que quiseres
Não te será dado saber se minha alma feres
Haverá sempre um sorriso em meus lábios
Ainda que minha alma a sorrir se negue!



FANTASIA DE POESIA
Tereza da Praia

A lua bóia no céu.
A poesia, solta ao léu,
Voa entre rimas nuas,
E versos vestidos de romantismo.
Teus lábios beijam redondilhas,
feitas com a perfeição de armadilhas,
despindo a poesia de seu pudor.
Correm pelas veias, versos livres
escritos em monossilábicos gemidos.
Tudo é permitido.
A inspiração voa solta,
Envolta no véu da emoção.
Vestem-se a poesia com amor
E rimas preciosas
de agradável odor
e doce sonoridade.
Arde-me o corpo na luta
entre a poesia e o poema.
Ninguém salva a rima perdida
Na fantasia dos desejos da poesia.
Entre os braços do poema,
As palavras se espalham
entre o céu e o mar,
A terra e o ar,
No fogo da paixão do verso livre.
Versos brancos se misturam a sonhos coloridos.
A vida se faz poesia,
O amor se faz fantasia...
Eu, rima... tu verso...
Eu teu anverso
Tu, meu reverso
Minha verdada
E minha mentira.
Eu, rima livre da métrica
às vezes pobre, às vezes rica
Mas sempre uma preciosidade.
Tu, verso que me absorve,
Em ti me integro.
A ti me entrego
Na poesia da vida.



QUANTO TEMPO?
vanza


Quantas luas brilharam desde que deixei de amar?
Quanto tempo passou desde que deixei de sonhar?
Quantas noites andei por aí sem sentir o luar?

Quanto tempo dormi acordada ?
Como um infeliz avesso de mim!
Uma alma sem cor
Tentando brilhar! Tentando amar!

Como se fosse possível ao coração enganar
E sob a luz do luar amar outro alguém
Ou sonhar com outro alguém
Que não fosse você!

12/2008



LÁGRIMAS
Wilma Lúcia


Lágrimas que explodem em sofrimento.
O peito que não não mais suporta
a mudez que só na mente se faz ouvir
transformando o coração em lamento.

Dos olhos rolam envergonhadas
como para lavar as feridas,
que marcam a face com cicatrizes
mapeando as amarguras presenteadas .

Elas brotam engasgando, sufocando
emoções profundas, suas gotas ecoam
como respondendo e consolando
a mente que cansada vai na dor
flutuando...



CANTO À POESIA
Zuleika


Poesia ... palavra feita de sonhos
Traz consigo sentimentos tantos
Que nesta hora, a fala cala...
É seu dia? Dia de mil encantos...

Em suas linhas corações renascem,
Sesabrocham, se mostram sem pudor ...
Às vezes tímida, se mostra num rabisco,
Musa Divina, espalha tanto amor...

Em seu nome, Poesia, tudo se transforma
´feito luz que habita do homem o coração...
Espalha a graça, a arte, gélida ou morna,
Palavras soltas, filhas da emoção ...

Poesia, receba meu abraço!
Quisera no meu traço mais inspiração!
Escrevendo,filha sua me faço,
Neste seu dia, Poetas, dêem-se as mãos!

14/03/2008

Trabaho de Arte: Marilda Ternura

Um comentário:

Efigênia Coutinho disse...

Estimada Marilda, aqui estou a seu convite, lendo e apreciando suas atualizações. onde encontro nossos queridos Poetas amigos, meus cumprimentos para todos e a você, com admiração,Efigênia Coutinho