quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

NOSSOS POETAS - A a G



Pintando sonhos
Adelia Mateus


Pintando meus sonhos, com aquarela
feitos em tons de chuva e sol
 cores quentes e expressivas como o amor
que tambem é arco-íris desenhado no céu...

Estas cores diversas da natureza
são a razão e transparência do nosso amor
que principia na nossa imaginação
e acaba no nosso frente a frente.

No cinzento da vida, como é belo
viver no espaço do teu colorido,
que de um mundo de beijos coloridos
faremos um futuro radiante e feliz.

Julho/09




É IMPOSSÍVEL!
Anna Peralva


Nunca te esquecerei, pois habitas em mim
neste sentir tão grandioso, raiz profunda
que alimenta a alma, num sonhar sem fim...
Jamais esconderei o amor que a vida entoa,
seria negar quem sou! Cegar a luz do olhar
para não ver o silêncio, que a tudo destoa!

Contigo, sou pássaro construindo ninho,
sou semente de primavera parindo flor.
Sem ti nada sou! Coração em desalinho.
Quando teus braços meu corpo enlaça,
paixão percorre ávida nossa pele nua.
Beijos doces sorvidos na mesma taça!
Nunca te esquecerei, pois que habitas em mim.
Renunciar tão nobre sentimento é impossível!
Seria negar a vida! Aceitar que o eterno tem fim!

07/09/2011






Juras

Ariovaldo Cavarzan


O que me separa do frio lá de fora,
é o vapor de suspiros, feito orvalho
grudado em vidraça, de onde não se vê.

Vem espiar-me, tão só, um filtrado luar,
envolto em colcha de estrelas,
para compartilhar soluços,
e fazer liberar lágrimas,
que escorrem ao chão.

Ao longe,
inaudíveis e derradeiros gemidos
ditam compassos de saudades,
em solidões indigentes de sonhos idos,
deserdados de amor.

Onde foram parar as juras nascidas eternas,
porém esvaídas, etéreas,
deixando apenas rastros
de promessas e ilusões?

Onde, o portal de esperança,
que alegrou corações?

Que agentes do mal ousaram apartar
sonhos e realidades,
semeando apenas saudades?

Desenho janelas na superfície do vidro
que me separa do frio,
tentando entrever, lá fora,
revelados à luz do luar,
vultos que me possam acudir nesta aflição,
de entender a utopia de preservar sempre unidos
o amor e a dor.

13/05/2009





AMOR À SEGUNDA VISTA
Ary Franco


Quantos amores à primeira vista sucumbiram em meu coração.
Em todos fui atraído e seduzido pela beleza física. Pura ilusão!
Com o passar do tempo, quando saturados, vira rotina, fenece
E o atrativo da aparência externa em pouco tempo desaparece.

Fica a restar substancialmente, somente o conteúdo interno.
Por vezes é nenhum, apenas oco. Falta o maior dos sentimentos,
Aquele que deveria prevalecer na união, em todos os momentos.
Um amor companheiro, incondicional e verdadeiramente eterno!
Este, somente é encontrado na sua alma gêmea, sua outra metade.
É uma jóia rara, difícil de ser achada. Requer anos de garimpagem.
Achá-la não é fácil e requer muito mais que uma simples vontade.
Os predicados podem estar reunidos numa menos bela embalagem.
Quando a realidade nua e crua se faz presente e os sonhos se vão,
Fica-nos apenas a pureza interna de nossa alma, de nosso coração.
Não se iluda com a primeira impressão, pode ser mera conquista.
Necessário então, irmos à procura do nosso amor à segunda vista!




Inveja, egoísmo, ciúme
Augusta BS


Tenho  pavor desse trio!
Juro que não sei de qual posso e quero falar primeiro!
Se eu começo pela inveja e depois  vou para o egoísmo, o ciúme me mata!
E ainda há quem diga que ciúme é  sinal de amor.
Coitado , o que entende de amar, se nem mesmo este verbo sabe ele conjugar !
Se aponto defeitos do ciúme e do egoísmo....... bah!
A inveja   me olha de uma maneira toda perversa !

Sozinha mesma se destrói.
Não sabe ela que nada com isso contrói.

E o egoísmo!?
Este é nojento,  gente !
Quero distância dele!

Ah , como quero .
Da vida nada sabe o  valor da multiplicação.
Da matemática só aprendeu  subtrair e usou o mais para cada vez mais não dividir.
Do português só se interessou  pelo advérbio de negação.

Aí fico pensando no amor.
Ah , o amor !
Ah ,o amor!





AMOR SEM FIM
Beki Bassan


Estou sentindo sua falta...
Você me deixou assim nua,
minha alma clama sua volta.
Nunca imaginei amar-te tanto,
mas agora que você  partiu,
não consigo mais viver.
Tudo me lembra você,
a casa ficou vazia,
e a cama grande demais.
Não posso nem imaginar
a possibilidade de ter te perdido,
retorne logo meu amor.
Sabemos que não adianta
fugir, pois, mais adiante
vamos nos encontrar novamente.
Nossas vidas já vem outras vidas,
e temos que continuar
o que deixamos para trás.
Assim eu te imploro,
não fuja do destino,
que seremos prejudicados.
Estou aqui  a sua espera.
Retorne como se nada tivesse acontecido
simplesmente volte.
A porta já está aberta
para você entrar novamente.





DAMA DO CAIS*

Cibele Carvalho


Quem em sua busca se lança,
sem esforço algum, a alcança.
É fácil, acessível,
tê-la, é sempre possível.
Às vezes, sofisticada,
em outras, mal arrumada, 
diferem na aparência,
igualam-se na carência.
Vendem-se por uns trocados
ou por uns bons bocados
de algum valor circulante.
No papel de boa amante,
vai levando adiante
seu meio torto de vida.
Vida torta ou certa... que importa?
Mulher é sempre sofrida!

RJ, 28/03/11




COMO PÁSSARO !

Cida Valadares



Não mais aprisionada pela paixão,
como pássaro, quero voar!
Buscar no ar, na imensidão,
dispersar toda  minha solidão.
Cravaste em mim as garras do teu amor que me feriram ao te ,
afastares...Profunda dor!
Hoje são marcas indeléveis de tua imagem, gritantes e provocantes como tatuagem.
Mas me visto da leveza da beleza
e vôo, adentrando  o infinito.
Quero a paz da noite e da estrela mais bonita...
Abraçada ao céu hei de ganhar um beijo  e guardá-lo em meus lábios.
Como pássaro voar de volta  e encontrar-te, seja onde for!
Para entregá-lo  a ti   que será,  eternamente, meu presente e meu futuro amor.

23/11/2008


 

De amor também se morre

Ciducha


Aos poucos
bem devagarinho,
o coração ainda chora,
a alma parece vazia,
a emoção aflora.
A lembrança permanece,
cada dia mais intensa
e tudo mais perde a importancia,
querendo muito e no entanto
sabendo...
que nunca mais terei o seu carinho!
 
Não verei de novo,
o brilho intenso do seu olhar,
a me encarar!
Não tocarei seu rosto,
nem terei nas minhas, as suas mãos...
Como é difícil aceitar,
a expressão " nunca mais "...
Ela se assemelha às labaredas,
que vão devorando meus dias,
no crepitar das horas...
dos minutos...
todos feitos de ausência,
da sua ausência!
Nunca mais...
é tanto tempo que me faz pensar,
e incontestavelmente acreditar que...
de amor também se morre...
ainda que lentamente.

Santos, 20 de Janeiro de 2011





Harmonia
Delasnieve Daspet


Entre as nuvens espalhadas pelo tempo
Pequenas estrelas salpicam o firmamento...
Chega a noite.

Descerro o véu da memória,
Já não recordo as mágoas,
Contemplo a harmonia do dia
Cheio de sol.
Ao longe – o firmamento se junta ao cerrado,
O céu nas cores infinitas do crepúsculo,
Se une a verdura de nossas matas.
Ipês floridos,
Mesclam de suave tonalidade,
A paisagem recortada no horizonte,
Pelos traços da natureza.
Aqui, encontro a plenitude!
Nos campos cultivados,
Nos chapéus de palha,
Nos odores,
No peão de pele crestada,
Do gado pastando,
O bambu choroso a cada carícia do vento...
Aqui é o reino da paz!
Os pássaros melodiosos, em sinfonia,
Calam em meu ser.
Circula em minhas veias,
Irmanados aos ventos, às águas, ao sol, aos animais,
Um cântico de graças ao Criador!
DD_Campo Grande-MS 9.02.10




Voa Minha Ave Querida...

Dioni Fernandes Virtuoso
 

Voa minha ave querida,
vai em  total liberdade,
ache um coração que te dê guarida,
mostrando-te o que é felicidade...

Quisera ter asas também
e sair voando ao léu,
quem sabe encontraria um anjo
que me levaria a conhecer o céu...
Lá, eu sei, estão nossos sonhos,
só liberados ao toque de Deus!
Voa...Voa minha ave amiga,
peça a ELE, quando puder,
que libere, um a um,
os meus sonhos de mulher...

Florianópolis/ Novembro/2011




Anjo Sedutor

Elaine Ermel


Por ti vivo nas nuvens,
Viajo entre estrelas  ao anoitecer.
Te busco no brilho da lua, que irradia magia.
Enquanto adornas  meus sonhos,
Tua presença adoro nas minhas fantasias.
Infinito  deleite é te amar!
Tuas palavras  trazem-me  serenidade e calma.
Com as mais deliciosas sensações encantas  minha alma.
Teu sorriso envolvente tem a luz da sedução
Tua boca é doce como o mel, melhor sabor não há.
Que loucura te beijar!
Meu corpo, docemente pousar  entre  tuas mãos.
Vem Meu Amor!
Me tira desta saudade Meu Bem querer,
Pedaço de felicidade, meu prazer,
Só nos teus braços eu encontro a paz!




Domínio

Eliana Ellinger

Ah! Esse teu sorriso!
Me enlouquece,
me alegra,
me dá vida,
me inebria,
me magoa ...
Ah! Esse teu olhar!
Me aquece,
me eletriza,
me domina,
me fulmina,
assim...à toa!




UM VELHO

Ferdinando Fernandes



Sentou-se um dia a meu lado,
Sobre o anoso banco da cidade
Um homem triste e mal trajado
Seu olhar, pedia pão e caridade.

Meditei naquele rosto já cansado,
Como se  a vida a chegar ao fim
Carregando um resto magoado,
Como flor secando no jardim.
Depois de uma esmola lhe ter dado
Me disse triste, em jeito desolado:
Sou a sombra do sol que não vivi
Não sou livre sequer pra mendigar
Tenho a cama na calçada do luar,
E no meu saco um livro que já li...

Germany 09-10-11




Alma gêmea
George Alves


Sinto por ela um amor tão puro
mais que platônico, pois
não existe fantasias profanas
Somente amor , o mais profundo
Acima do bem e do mal
Alem do que existe de material
É um amor, que não existe nada igual
Apenas desejar o outro amar e cuidar
E como se os corpos fossem um só
Alem da alma entrelaçada
Se um ao outro perdesse
Seria como mutilar-se
E um pedaço do corpo perdesse
senão a própria vida se esvaísse
que um coração sem o outro
não mais palpitar pudesse
Muito menos respirar
Sem sinal muscular
Sem sentidos para perceber
Sem sentimentos para sonhar
Sem vida para viver
Os sentidos de vida perder
E a alma se perder
É o amor que faz a vida viver

Joe'A




VOCÊ FOI...

*Gilda Pinheiro de Campos*
 

Você foi meu tudo...
No pouco tempo  em que estivemos juntos
me ensinaste quase tudo que pode e que
me construiu e fez com que  pudesse resistir
a todas as intempéries desta vida...
Meu gosto pela música clássica, operas, as idas
ao Teatro Municipal, as matinês e desenhos de Disney...
Seu amor, seu cuidado, aconchego do colinho,
ao som de  A Lenda do Beijo, Num Mercado Persa,
e tantas e tão belas canções...
O carnaval, bailes e passeios pela Cinelândia,
Gonçalves Dias, Ouvidor,
Confeitaria Colombo e os lanches gostosos,
a Leiteria depois do cinema...
As balas da Kopenhagen...
Sua preocupação e cuidados
com minha saúde e bem estar...
A chegada sempre e pontualmente às 6 da tarde,
com aquele toque da campainha especial,
trazendo morangos e creme de chantilly,
ou deliciosas mangas...
O beijo e abraço...
Acho que é por isso que valorizo tanto
um beijo e um abraço apertado...
Então veio a política...
Fundaste um partido com amigos...
As eleições...
Foste suplente de vereador
A rasteira...
O primeiro infarto...
E num longinquo dia você saiu,
se despediu como sempre com um beijo...
E nunca mais voltou...
Tão jovem e cheio de planos
traído pelo coração enfermo...
Tanto tempo passado...
É como se fosse ontem...
Nunca vou te esquecer...
Você foi o melhor pai do mundo...

6/11/2011
às 4:26 p.m.


Trabalho de arte Marilda Ternura

Nenhum comentário: