domingo, 11 de agosto de 2013




TEU DIA DOS PAIS
LUIZ POETA
Rio de Janeiro, 02 de agosto de 2003
 
 
Quando teu filho te chamar de pai,
Guarda esse momento no teu coração;
Teu tempo é curto e se esse  amor se esvai,
Deixa cicatrizes, culpa,  solidão.
 
O teu presente no dia dos pais
Não são canetas, meias ou camisas;
É um silêncio simples, não é mais
Que uma ternura que te suaviza.
 
Pois na mudez dos teus olhos abertos,
Há tua imagem noutra dimensão:
São os teus filhos, que tão longe ou perto,
São complementos do teu coração.
 
Deus te deu o dom do amor, procura despertá-lo,
Sempre que teu filho dele precisar;
Há tantas maneiras simples de amá-lo
Basta compreendê-lo e tê-lo em teu olhar.
 
E quando um dia, enfim te ausentares
Desse teu tempo na terra e na vida,
Cada detalhe do que ensinares
Renascerá após tua partida.
 
Logo que um filho teu for pai de um novo  filho,
Ou tua doce filha, mãe de um novo herdeiro,
O teu olhar feliz há de pairar no brilho
Do olhar de um novo pai... sensível, verdadeiro.
 
Por isso, pai, celebra esse  teu dia,
Agradecendo ao Pai por todo o teu destino,
Pois cada riso teu ou lágrima que cai,
Há de lembrar teu pai, teus tempos de menino.
 
Chora em silêncio, ri, , deixa fluir
Tua alegria de acreditar
Que  tua história nunca acaba aqui
Em cada filho teu, ela renascerá.
 
Agradece a deus e celebra teu dia
Deixaste uma história... o que queres mais ?
Curte o teu momento com muita alegria
Porque tu mereces teu dia dos pais !


Com esta linda poesia homenageamos a todos os papais
Clube de Poetas

Um comentário:

Marcial Salaverry disse...

Falar que é um lindo poema de Luiz Poeta, é pleonasmo, pois todos o são...
Então, sem mais comentários, deixo aqui registrados meus mais calorosos aplausos...
FELIZ DIA DOS PAIS,
Abraços fraternopoeticos,
Marcial