28 de jan de 2015

NOSSOS POETAS DE E a L




AMOR

Elaine Ermel


Através da silenciosa  linguagem do  luzir das suas  estrelas,
a noite intui-me a concepção da magnanimidade, 
que há na essência desse sentimento,
dessa divina  força vital que derrama-se sobre o universo
manifesta também no teu angelical sorriso,
na sonoridade do teu riso,
no calor dos teus braços, 
como um poema que em mim se dispersa.



ONTEM, HOJE...AMANHÃ

*Eliana Ellinger*


Ontem...
Caminhando pela vida,
desarmada, estremecida,
sem roteiro de ilusão
que me ordenasse o coração...
Sequer eu tinha coragem,
pois era mulher sem imagem,
nos tempos que lá se vão...
Só via minhas pegadas
pelas ruas tão molhadas
que meu destino traçou...

Hoje...
Sou uma sonhadora
que minha alma apregoa,
a cada passo que dou...
Subo e desço as montanhas,
mantenho em minhas entranhas
saudades tão sentidas
de tudo que se tornou...
Além mares, a fonte
e o doce sabor desse amor
que um dia me revelou... 

...Amanhã
Voltarei para os teus braços!
E verás em meu sorriso
 alegrias de viver...
Dar-te-ei em passos leves
o que guardo em meu ser...
Beijarei teus lábios lentamente
e me entregarei novamente...
Eu serei de novo amada,
não apenas desejada...
e não sonharei mais!
Apenas, como hoje e sempre,
Te amarei demais!

Rio de Janeiro, 20/06/2003



EU.... E A SAUDADE

Ferdinando© 


És beldade no halo dos amores
Como o etéreo azul do teu olhar,
O teu coração nasceu para curar
O gemido brutal das minhas dores.

És jardim onde medram as flores
Quando o sol se abre pra sonhar,
E a noite se fecha para nos beijar
Em ondas de juras com mil cores.

Ofertei-te todo amor do Universo,
Saudade que te envio no meu verso,
Como fogo na ternura do teu peito!...

A noite ainda respira esse passado
Além do tempo em fuga caminhado
Ficas-te eternamente no meu leito!...

Germany 14-09-14



COMO TE QUERO 

George Alves


Você sabe exatamente como te quero
te quero nas canções que me delicio
te quero nas luzes que me guiam
te quero sol que me ilumina, me bronzeia

na luz da lua, como manto de carinhos
no  brilho das estrelas...que compõe seus versos
escrevendo nossos caminhos, nelas tatuados
na minha imaginação tecendo fantasias...com paixão
  
no ar que respiro perfumado de você
no mar que me banha, navegando por você
pelas ondas, pelas praias...singrando suas águas
que borbulham , espumam por amor
  
em suave balouçar...com sua brisa velejar
nas suas aguas me molhar
nos seus mistérios mergulhar
simplesmente, é assim que te quero amar

( Joe’A )




Coração Partido

Gilda Pineiro de Campos


Fica combinado assim...
Guarda um pedaço do meu coração com você
já que ele se partiu com sua partida...
  
Ficou dividido em dois,
bate em compasso lento,triste e amargurado...
Mas ainda bate.....
  
Está ferido de morte, 
não vai  resistir muito tempo,
já andava cansado, agora  agonizante..
  
Nào lamente nem chore quando 
ele parar de bater vai ser até um alívio, 
um  descanso, o eterno...
  
Talvez  quem sabe assim 
ele encontre seu rumo, seu  destino, 
sua outra metade...
  
Dizem que existe uma outra metade,
ele nesta vida não encontrou
Mas não mais lamenta nada, cansou...
  
Aceita simplesmente...
É chegado o tempo de calar e esperar...
Simplesmente  esperar...



FOI PRAGA

Hamilton Brito


Ta bom... foi praga.
 Não sei quem jogou.
...mas pegou.
Família pequena.
Fundo do sertão.
Pai, mãe, menina.
...um irmão.
Modelo padrão
A vida... corria.
Menina... crescia.
Beleza de se " vê."
Será? 

Foi o capeta?
Ou o sei-lá-o-quê?
Na hora da ordenha
...um bezerro manhoso.
Da peia, escapou.
A vaca... enraivou.
E lá no curral
Bem no lamaçal
Um corpo... ficou.



Namorados...

Hilda Rosa  


Namorados fomos uma dia,
Apaixonados pela vida,
Esquecidos de tudo,
Só víamos amor, só vivíamos paixão.
Corríamos pelo tempo,
Sem querer ser pegos,
Nos trancávamos em nós mesmos.
Vivíamos nós, nos deliciávamos,
Nossos beijos nos alimentava.
Enfeitiçados, nos amávamos.
Hoje ainda namorados,
Partilhamos nosso amor.
Não corremos do tempo,
Caminhamos com ele.
Seguimos a trilha que um dia desenhamos.
Fomos deslumbrados,
Agora somos enamorados, 
Cheios de amor.



Teia da Paixão

- JRonaldo.JR -


Com a teia da paixão
Prendo-te em meu coração
E com amor e carinho
Dentro de mim faço teu ninho...

Paixão é como uma flor;
É o caminho para o amor...
Basta não dexá-la murchar,
E o amor jamais irá findar

Beleza é luz que ilumina
Ficar comigo é tua sina...
As pedras? tirarei do caminho
Com muito amor e carinho.

O que é a vida perante a eternidade?
Nosso amor já é uma verdade!!!
Nova vida esta ainda por vir
para um Mundo melhor construir.



O AMOR PROMETIDO

Jorge Humberto


Tu recordaste ainda de quem eu sou,
que me entristece o que feliz me faz,
as noites, em que juntos, se abraçou
o amor, e do que a amizade é capaz?

Amor, sem amizade, a todos, renega,
é sol de pouca dura, blasfema é infiel,
e estar sozinho a nossa alma entrega,
e vamos por aí com a tristeza na pele.

Eis chamo-te a mim da minha lonjura,
lá onde tudo é distante, no horizonte,
buscando por buscar, tua tez e alvura,
o sorriso, destas águas, idas da fonte.

Onde tu sacias a tua sede e prometes
voltar para o nosso amor, que nos fez
únicos ante todos, e onde tu remetes
a nossa vida para amarmos outra vez.

09/04/11



A NOITE É DE FESTA

Luiza Porto


Essa noite é de festa.
Você voltou, trazendo sonhos
romance e tesão. Nos lençóis de cetim,
escorregamos em paixão.

Sou sua estrela principal.
Em um filme. Só nosso
com direito a replay.

Você é o diretor de cena.
Gravamos a festa
sorvemos champanhe
em um brinde...Ao amor.

Entre uma tomada e outra
uma cena sensual.
Digo...Te amo
Respondes...Também



OLHOS INFANTIS

Luiz Gilberto de Barros 
às 20 h e 55 min do dia 14 de janeiro de 2015 do Rio de Janeiro 


Quando o olhar de uma criança denuncia 
O abandono, a solidão e o sofrimento, 
Torna-se inútil transformar esse momento
Num sentimento que alguém chame de poesia.

Quando o amor passa a ser só filosofia, 
À revelia do que sinta um coração,
Por ironia, há quem nem dê muita atenção
A esse olhar que tem a dor por moradia.

Mas no instante em que eu me torno esse menino
Há nos meus olhos, esse olhar tão pequenino,
Que apesar da dor, conserva a esperança

De que o mundo tenha olhos infantis
E que se alguém pensa em tornar alguém feliz,
Veja o que diz o coração de uma criança.



Queria Amar-te

LuliCoutinho


 Queria amar-te, assim, perdidamente.
 Sem um só momento, perdê-lo, em minha mente.
 Sem ter pressa e esquecer que o tempo passa,
 E tê-lo ao meu lado, na vida, eternamente.

 Queria amar-te, assim, como poeta.
 Que exalta as cores, a lua e o sol ardente.
 Enleva o amor, assim, música e pureza.
 E sente-o magistral, na mais rara beleza.

 Como as palavras, queria-o lentamente.
 Criando frases, com versos incandescentes.
 E a poesia formando a simetria,
 Do amor calmo e seguro em nossas mentes.

 29/04/05



Trabalho de arte Marilda Ternura

Nenhum comentário: