20 de fev de 2010



Hoje eu queria...


queria escrever-te um poema,
mas foge-me o tema.
Emudece a alegria,
Virou noite o meu dia.
A tristeza invade meu coração.
Não há magia,
cala-se a emoção,
hoje o tema é vazio,
silencia a poesia.


Marilda Conceição
RJ, março/2008

Dedicado a querida amiga
Lilia Machado

2 comentários:

Anônimo disse...

Belo querida! Mas a poesia é terna, nunca se cala e na alma ela se instala com o tema exato e o fato é que à tudo resiste, pois o amor nela habita. Beijus Anna Peralva

Anônimo disse...

Boa Noite querida Marilda Ternura.
Linda e terna poesia, onde se pode sentir como está triste seu coração!
Wilma Lúcia