quarta-feira, 25 de novembro de 2009

SOU POETA SIM...SOFRO
Arneyde T. Marcheschi

Poeta sofre por amor
sofre fazendo versos
renasce quando poeta
agoniza nas rimas, ao brincar
Entrega seu coração
se apaixona
se deixa ficar...
Poeta sofre sim!
Poeta mergulha na alma
e vive as experiências
de sentimentos vividos
sonhados....
Um coração de poeta
que só sabe amar
viaja pelo infinito
faz busca no mar
cria expectativas
sonha com o impossível
tenta realizar
devaneios...vence bloqueios
sonha estar nos braços seus
eternamente...
intensamente...
com sofreguidão,pungentemente
ele só pensa em amar!
No sofrimento encontra paz
para esse coração inquieto
que deseja o seu, fervorosamente
então deixe-me poetar....
deixe-me só sonhar!

09.01.2004

3 comentários:

Anônimo disse...

Belo Arneyde! O poeta sofre, chora de tristeza por um amor, mas nunca perde o sonho ou a inspiração! beijus Anna Peralva

Anônimo disse...

Que lindo Arneyde!!!
O poeta é assim mesmo...sofre, sente, apaixona-se, ama e sonha...
Escreve assim como vc, o que vem da alma e do coração.
Parabéns pelos seus lindos versos!
Bjsss,
Otto Bräutigam

Marise Ribeiro disse...

Poeta sofre sim, querida Neydinha, por isso essa saudade que há em seu peito, a transforma na poeta sensível e romântica que você é. Lindo poema, amiga!
Beijos,
Marise