terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Scraps
scrap.mixplanet


AQUI NÃO!

Pode entrar!
Abra as portas do meu coração
Se acomode num canto qualquer
E tente ser feliz...
Se não der,
Não faça demora...
Nem invente canção de despedida,
Não fale de águas passadas
Nem em barcos de partida,
Não lembre das noites de lasciva,
Nem dos dias mal vividos,
Não machuque com lembranças
Esse velho coração,
Pois aqui
A dor não tem razão!

Lilia da Silva Machado
Do livro Poesia e Coisa e Tal


10 comentários:

Anônimo disse...

Ô minha lindinha, neste teu imenso coração só há lugar para amor e alegrias. Mesmo que venha os controversos dos versos inacabados, nunca deixe a dor entrar!Aí não! Pois esta alma é guerreira e no mar dos teus olhos não há barcos de partidas pois que neles brilham a chama viva da vida!
Mondibeijus Anna Peralva

acucenadocampo disse...

No coração do poeta o amor é a razão transcendendo as emoções, sinto em suas palavras a solidez de sua alma, que fortemente se guia na luz que flui do alto oriunda do hálito de Deus quando conversa face a face contigo.
Perfume doce que emana nas letras desenhadas por tuas mãos. Sei que és alguém com uma segurança divinal pois, para não aceitares a dor é porque sabes o valor que tem o amor. A dor compete a todo ser que respira, seja ela física ou não, mas o amor é o escudo que repele a dor, o sofrimento as noites em claro esperando um novo dia. O amor sim, é a razão para todo coração onde a dor não faz morada, ela passa... forasteira nas curvas da estrada. E diga sempre: " Aqui não" com vigor, Porque linda Poetisa, tu és a morada do amor.

Anônimo disse...

Querida Açucena do Campo... Nem imagina o quanto feliz estou com este seu comentário sobre o meu poema "Aqui não!"... Ser poeta é deixar transparecer a alma... é ser cúmplice do amor... é compartilhar momentos de inspiração com os amantes da poesia... Obrigada por este carinho, querida Açucena!
O poeta faz história, laça, enlaça, ensina... transforma!
Que Deus conserve em você esta capacidade de expressar palavras tão lindas para quem tenta, através dos versos, passar sentimentos de amor e de transformação para os leitores...
Que Deus lhe guarde e lhe guie!
Beijos
Lilia (lilipoetisa2001@yahoo.com.br)

Anônimo disse...

Minha querida amiga Anna Peralva... Estou aqui super feliz com as tuas palavras... Bem sabes que sou tua fã de carteirinha... Gosto de tudo o que escreves... A inspiração é tua companheira eterna... Que Deus conserve este teu jeito de escrever e falar de amor... de coisas do cotidiano... da vida!
Grande beijo
Lilia

Wagner disse...

Dificil seria pensar em uma vida sem um canto como esse... sem poder entrar assim em um coração tão lindo e puro... =/ mãe... te amo!!!!

Anônimo disse...

Eu entro e nesse encontro de corações nã há motivo para dor, só para o amor! Meu carinho Silvia

Anônimo disse...

Neste seu coração há um canto mágico onde o silêncio fala nas entrelinhas da poesia, dor não! Só luz e magia! Vc é especial! Um abraço Adelaide

Anônimo disse...

Endosso as palavras do teu filho, nem pensar não ter um cantinho em seu coração onde amigos possam entrar!Te adoro! Raquel

Anônimo disse...

Dor não!Este coração é um jardim florido, um canto de poesia, um lugar para se sentar e ficar sentindo o fluir da magia que emana da sua alma iluminada.Amigas para sempre! Anna Peralva

Anônimo disse...

Aqui não! Aqui só há lugar para poesia, para nascentes de alquimia, para a vida numa explosão de amor e alegria! Carinho sempre minha irmã! Bjs Lena