6 de dez de 2009


Perdido
João Paulo
(Zonzo)


Estou perdido...
Caminho na estrada sem rumo e sem sentido.
Não a encontro,
recuo...
Vislumbro um atalho e nele ingresso.
Rua sem saída,
recuo novamente...

Um dia a encontrarei!
Mulher, nem ainda a conheço.
Nem seu nome ainda sei.
Saia da multidão.
Mostre a sua face,
apareça!
Não se esconda,
venha me livrar da escuridão,
venha acabar com a minha solidão.

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns amigo! Vou contar um segredo, esta mulher tem nome, chama-se Amor, não recue, vá em frente, sempre! Beijus Anna Peralva